Informe Rural

Defesa Civil do Rio lança Mapa de Ameaças Múltiplas do Estado

  • PDF

A Secretaria de Defesa Civil do Estado do Rio de Janeiro (Sedec-RJ) lançou em 22 de junho o Mapa de Ameaças Múltiplas do Estado, no auditório do Complexo de Ensino do Corpo de Bombeiros Militar, em Guadalupe, no Rio de Janeiro.

 O estudo, realizado pelo Departamento Geral de Defesa Civil (DGDEC-RJ) com a participação das 92 Defesas Civis municipais, reúne as 736 principais ameaças de desastres presentes no território fluminense, sendo 460 naturais e 276 tecnológicas, segundo sua prevalência e hierarquização. 

– O levantamento é reconhecido pelas Nações Unidas como um dos experimentos mais relevantes sobre o tema no continente e apresentado na Conferência Mundial da ONU para redução do risco de desastres no planeta, em Sendai, no Japão. Após ter sido aprovado por um júri internacional, o Mapa de Ameaças Naturais do Estado do Rio de Janeiro, edições dos anos de 2012 e 2014, deu origem à nova ferramenta que, agora, apresenta também os principais perigos tecnológicos do estado – afirmou o diretor geral do DGDEC, coronel Paulo Renato Vaz. 

Após o lançamento do mapa, a Defesa Civil Estadual seguirá em um trabalho com as prefeituras para elaboração dos 736 planos de contingência municipais consequentes, sendo um para cada ameaça identificada. A ideia é envolver a comunidade e desencadear uma série de exercícios simulados de escape da população de áreas de risco.

 – O Mapa de Ameaças Múltiplas está sendo lançado com seis meses de antecedência ao próximo verão, período onde sazonalmente ocorre a maioria dos eventos adversos no estado. Essa antecipação faz a diferença na preparação para emergências e desastres e desencadeará uma série de esforços para evitar que os desastres aconteçam e, quando inevitáveis, minimizar suas consequências – concluiu o diretor. 

Em Nova Friburgo, alguns exemplos de localidades do estado com as três maiores prevalências das ameaças: Naturais - 1 - Deslizamentos, 2 - Inundações; 3 - Enxurradas. Tecnológicos - 1 - Derramamento de produtos químicos em ambiente lacustre, fluvial, marinho, aquífero; 2 -Desastres relacionados a transporte de produtos perigosos; e 3 - Colapso de edificações.

Prefeito tem garantia de concluir obras no Rio Bengalas

  • PDF

O prefeito de Nova Friburgo, Rogério Cabral, reuniu-se com o secretário estadual do Meio Ambiente, André Corrêa, que assumiu o compromisso com a liberação dos R$ 4,5 milhões referentes ao Governo Estadual e com o Consórcio Bengalas, que garantiu o reinício imediato da obra mediante o recebimento do pagamento. 

Recentemente, o prefeito Rogério Cabral esteve em Brasília, onde conseguiu a liberação de R$ 55 milhões para que as obras do Rio Bengalas fossem concluídas. Hoje, junto ao Governo Estadual, conseguiu a liberação de R$ 4,5 milhões, garantindo a retomada imediata das obras por parte do Consórcio Bengalas.

 O projeto contempla diversos serviços como o aumento das dimensões geométricas da seção transversal da calha dos rios, dragagem e desassoreamento, proporcionando maior capacidade de escoamento, recuperação da área ambiental, criação de espaços de lazer e convivência, além de uma ciclovia, o que resultará em significativa melhoria da mobilidade da população residente. 

O conjunto de obras constitui um investimento estimado em R$ 195 milhões, com parte dos recursos disponibilizados pelo Governo Federal através do PAC II (Programa de Aceleração do Crescimento) para prevenção de impactos decorrentes de eventos naturais e é a maior da história de Nova Friburgo em termos de recursos financeiros.

Feira Rio Genética 2016 será neste final de semana em Macuco

  • PDF

Evento será realizado no próximo sábado, dia 18, a partir das 9 horas. Financiamento conta com juros bem abaixo do mercado, em torno dos 2%.

Mais uma excelente notícia para produtores rurais de Macuco, região e de todo interior fluminense, em particular para aqueles que atuam na pecuária leiteira. Vem aí a 35ª Feira de Animais Rio Genética, considerada uma ótima oportunidade para quem deseja aumentar a produtividade. O evento acontece no próximo sábado, 18 de junho, a partir das 9 horas, no Parque de Exposições Edgar Rodrigues Luterbach (Macuco Rural Park).

Segundo os organizadores da feira, o programa tem os seguintes objetivos: promover o melhoramento genético dos rebanhos da pecuária bovina; aumentar a produtividade e, consequentemente, a renda dos pequenos e médios produtores rurais; viabilizar novas fontes de geração de trabalho; e melhorar a qualidade de vida da população do campo.

Coordenadores operacionais e técnicos do Programa Rio Genética confirmaram que nessa 35ª edição a feira irá ofertar 200 animais, entre vacas e novilhas da raça girolando. Outra oportunidade é a forma de financiamento, feita com juros de 2% ao ano, com os produtores obtendo um prazo de cinco anos para efetuar o pagamento, incluindo até um ano de carência. O cadastro prévio pode ser realizado no escritório da Emater/Rio mais próximo do produtor e dispensa a anuência do vendedor.

Em 2015, quando sediou a 30ª Feira de Animais Rio Genética, Macuco registrou naquele momento o maior número de compradores nas edições já realizadas desde a sua criação. De acordo com a Secretaria de Estado de Agricultura e Pecuária, 51 produtores rurais disputaram as 200 vacas e novilhas registradas da raça girolando, touros da raça zebuína gir e bezerras filhas de reprodutores de alto padrão genético geradas pelo processo fertilização in vitro.

Otimista quanto à edição deste ano, o prefeito Félix Lengruber lembra que auxiliar os produtores rurais é um privilégio, especialmente porque Macuco está muito próximo de receber a chancela de ‘Capital Estadual do Leite’. 

– Já havia ficado satisfeito ao saber que no ano passado foram estabelecidos esses números recordes de participação em nosso município. Agora, iremos oferecer novamente aos pecuaristas a chance de fortalecer suas produções e espero que obtenhamos o mesmo sucesso obtido no anão passado – reforçou Lengruber.

A 35ª Feira Rio Genética é assinada em parceria pela Secretaria de Estado de Agricultura e Pecuária, Prefeitura de Macuco, Associação dos Criadores do Estado do Rio de Janeiro (Acerj), Cooperativa de Macuco e CCA Laticínios.

Ação social pretende beneficiar famílias carentes do município de Duas Barras

  • PDF

A Cruz Vermelha Brasileira filial de Duas Barras, através do coordenador Allison Nascimento, o Positivo, e sua equipe de voluntários, está promovendo na cidade a campanha de arrecadação de alimentos ‘Ajude a Alimentar o Mundo com o seu Carinho’.

A ação social pretende, inicialmente, beneficiar famílias carentes da zona rural de Duas Barras e mostrar os diversos trabalhos que a Cruz Vermelha Brasileira pode desenvolver na cidade. Doações futuras também deverão contemplar pessoas carentes de todo o município, através de um cadastro prévio que será providenciado junto à Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Duas Barras.

De acordo com o coordenador Allison Nascimento, qualquer pessoa pode participar doando alimentos não perecíveis nos pontos de coleta, ou seja, depositando os produtos em caixas com o símbolo da Cruz Vermelha, distribuídas em diversos comércios do Centro da cidade.

– Iniciamos no dia 4 de junho distribuindo os pontos de coletas no comércio. Ainda não definimos a data para finalizar essa arrecadação, mas pretendemos fazer entrega no final de julho e início de agosto – destacou Allison Nascimento.

Usina Hidrelétrica Itaocara prevê plantio de um milhão de árvores

  • PDF

A Usina Hidrelétrica Itaocara (UHE Itaocara) prevê o plantio de um milhão de árvores da Mata Atlântica no entorno do reservatório e áreas próximas ao empreendimento. A recomposição da vegetação da região, tanto em áreas de proteção permanente quanto na formação de áreas de conservação ambiental, levará cerca de 10 anos. A informação foi transmitida pelo gerente ambiental da UHE Itaocara, Mário Trento, durante a entrevista coletiva de imprensa realizada no último dia 1º de junho, na sede da empresa, em Itaocara.

Durante a entrevista coletiva, Trento ressaltou os benefícios do Programa de Reflorestamento: recuperação de nascentes, proteção das margens do rio e, a médio e a longo prazos, aumento do volume de água nos rios Paraíba do Sul e Pirapetinga. Como ganho indireto, as novas áreas verdes contribuirão para uma maior arrecadação dos municípios com a criação de áreas de conservação ambiental por meio do ICMS Verde.

Um outro programa que acompanha as atividades de reflorestamento é o de resgate e salvamento de germoplasma, que fará a identificação e coleta das sementes para a formação de mudas nativas para o plantio. A expectativa é identificar viveiros na região com capacidade para o volume de produção e que possam fornecer as mudas. O Programa de Reflorestamento é uma das 43 ações previstas no Projeto Básico Ambiental (PBA) da UHE Itaocara e faz parte do processo de licenciamento ambiental da usina, acompanhado pelo Ibama.

Cordeiro evita despejo de 2,4 mil litros de óleo saturado na natureza

  • PDF

A Secretaria de Meio Ambiente de Cordeiro recebeu equipes da cooperativa Cootcarj e do Programa de Reaproveitamento de óleo vegetal para repassar 2,4 mil litros de óleo vegetal saturado que foram coletados desde janeiro e armazenados na usina de tratamento de lixo. O secretário Paulo Araújo relata que várias pessoas contribuem com o programa, que está em execução por dois anos, inclusive comerciantes.

O secretário agradece a colaboração de quem aderiu ao programa e vem contribuindo com o meio ambiente, principalmente com a revitalização dos cursos hídricos, em especial o Rio Macuco. A execução do programa também traz benefícios financeiros ao município, através do ICMS Ecológico. Paulo Araújo diz que a adesão pode ser muito maior, já que a divulgação do programa é ampla. Para quem quer aderir, existem vários pontos de coleta na cidade, localizados nas escolas municipais dos bairros e na própria Secretaria Municipal de Meio Ambiente, que funciona no Centro Administrativo, em frente ao parque de exposições. 

Também é possível solicitar uma visita da equipe da secretaria, que fornece o galão.

Projeto Comprador poderá garantir visitas à Fevest Festival

  • PDF

O Sindicato das Indústrias do Vestuário de Nova Friburgo e Região (Sindvest), que realiza em julho a 26ª edição da Fevest (Feira Brasileira de Moda Íntima, Praia, Fitness e Matéria-Prima) está oferecendo uma ótima oportunidade àqueles que desejam visitar o evento.

O Projeto Comprador tem como objetivo viabilizar a visita de interessados à feira, oferecendo alguns benefícios. A inscrição gratuita deve ser feita no site www.fevest.com, na aba ‘Projeto Comprador’, até o dia 20 de junho.  Os inscritos serão avaliados por uma comissão julgadora e os cadastros aprovados ganharão benefícios como passagens, hospedagens, voucher de alimentação e/ou credenciais vips.

Além dos benefícios do Projeto Comprador, o evento contará com o tradicional Transfer Rio de Janeiro x Nova Friburgo x Rio de Janeiro, e Nova Friburgo x hotéis. 

O agendamento de vagas será feito pela empresa organizadora do evento, a Teia de Eventos. Os horários e locais de embarque e desembarque, bem como os telefones para contato e bloqueio das vagas, podem ser encontrados também no site.

A feira apresentará um formato diferenciado este ano, com talks shows, desfiles, tendências e novidades do setor e do polo, além de ações sociais e de envolvimento com a população da cidade. 

Nos dias 6, 7 e 8 (quarta, quinta e sexta-feiras), a Fevest Festival será voltada para os negócios e recebendo compradores nacionais e internacionais.

Já nos dias 9 e 10 (sábado e domingo), uma feira aberta ao público em geral, para compra direta da população junto aos expositores.

Prefeitura intervém e realiza reunião entre futuros moradores do Terra Nova e CEF para agilizar entrega de 260 apartamentos

  • PDF

Apesar da Prefeitura de Nova Friburgo não ser o responsável pela construção ou entrega dos apartamentos, com o objetivo de acelerar o processo de assinatura do contrato e, consequentemente, a entrega das chaves, a Secretaria de Assistência Social, Direitos Humanos e Trabalho realizou uma reunião com representantes do Condomínio Terra Nova, que aguardam a entrega das unidades, e representantes da Caixa Econômica Federal.

O secretário de Assistência Social, Gilberto Souza Filho, que esteve à frente da organização e do agendamento do encontro, se reuniu com membros da sua secretaria, quatro representantes do Conjunto Habitacional Terra Nova e dois responsáveis pela Caixa Econômica Federal – Geisilane Bomaro, assistente de Projetos Sociais da instituição, e Paulo Pampona, gerente de filial e gerente executivo de Habitação da agência de Campos dos Goytacazes. 

Na ocasião, Pamplona anunciou que, apesar da assinatura dos contratos e entrega das chaves estar prevista inicialmente para o dia 24 de junho, a data poderá ser antecipada para os dias 9 e 14 de junho. Dia 9 será a assinatura dos contratos e 14 a entrega das chaves das 260 unidades do condomínio 8. As unidades foram sorteadas e vistoriadas em março e, desde então, os moradores aguardam ansiosos pela entrega dos apartamentos.

O conjunto habitacional contempla ao todo nove condomínios: sete já foram entregues, o oitavo aguarda a aprovação do Ministério das Cidades para a entrega que, será antecipada para os dias 9 e 14 deste mês, e o condomínio 9, que contempla 220 apartamentos, deve ser entregue também em breve.

Pgina 7 de 18

Área exclusiva - Login

Notícias completas e versão digital exclusivas para assinantes

Informativo JR

Cadastre-se e fique bem informado