Noticias

OAB/Cordeiro realiza palestra sobre o Meio Ambiente

  • PDF
Na noite do dia 09 de junho, foi realizada a palestra sobre o “Meio Ambiente na Constituição Federal” ministrada pelo advogado e professor Fabricio Gaspar na sede da 45° Subseção, em Cordeiro.

Com um público bastante diversificado, entre advogados, procuradores municipais, ex-secretário de meio ambiente, o presidente da Comissão de Meio Ambiente da Subseção, Gabriel Granado e da imprensa, o palestrante desenvolveu o tema com muito conhecimento sobre a matéria e, acima de tudo, conscientizando a plateia sobre a importância da preservação do Meio Ambiente. 

O presidente da 45° Subseção Cordeiro, Wilson Vieitas Braga agradeceu a presença de todos e principalmente de Fabricio Gaspar,entregando-lhe um certificado pela brilhante palestra. Wilson Vieitas anunciou os próximos eventos da subseção Cordeiro, que ocorrerão nos dias 23 de junho, I Curso de Prerrogativas e no dia 06 de julho, com a apresentação de um filme no auditório, iniciando o projeto da Caarj chamado Cineclube nas Subseções.


Adicionar Comentario

Debate em Itaocara discute a questão atual do país

  • PDF
Um debate foi realizada no plenário da Câmara de Itaocara. O evento foi um projeto realizado no curso de pré-vestibular Múltiplos em Itaocara. O nome do projeto é Integra Multiplos e o tema foi “Pátria Amada Brasil  e algumas considerações sobre o Brasil contemporâneo”.
Segundo o professor Douglas Souza, eles usaram a tribuna da Camara Municipal de Itaocara e convidando alguns professores do curso e amigos para participar do evento.


Douglas Souza é professor de geografia no curso de pré-vestibular Múltiplos em Itaocara há três anos e sempre desenvolve alguns projetos em parceria com os colegas que lá trabalham. O evento é denominado Integra Múltiplos e foi idealizado por Douglas Souza em parceria com a coordenação pedagógica do curso. Foi um bate papo sobre alguns temais do Brasil atuale durou duas horas meia.
Estiveram presentes os professores  de história Jorge Henrique Moraes, Emanuel Gerk e Daniele Souza, a professora de Geografia Jéssica Assunção; e os amigos Ronald Thompsom (jornalista e radialista na rádio 87 FM e propriretário do Jornal Nova Voz) e Hélio Sales (presidente da CDL de Itaocara). 

Douglas Souza, professor de geografia e especialista em cartografia, geotecnologias e meio ambiente no ensino pela UFF- Niterói foi o dinamizador da Tribuna. Os alunos do curso estiveram presentes em massa e lotaram a tribuna com alguns outros professores do curso.
“Agradeço o diretor do curso Múltiplos, Aroldo Filho, aos professores e alunos desta augusta instituição, pela honra do convite para participar da mesa de debates, sobre temas de grande relevância da atualidade brasileira. Foi realmente um encontro de altíssimo nível, deixando claro a excelente formação dos jovens estudantes presentes”, colocou nas redes sociais, o jornalista e radialista Ronald Thompson. 

Adicionar Comentario

Nova Friburgo tem Ouvidoria Municipal

  • PDF
A Ouvidoria Municipal de Nova Friburgo, que funciona desde o último dia 2 de janeiro, teve seu espaço aberto oficialmente nesta quarta-feira, 31 de maio. Compareceram ao evento autoridades civis, militares e população em geral.

A sede do equipamento está funcionando na antiga rodoviária Leopoldina – prédio anexo ao Palácio Barão de Nova Friburgo.O local tem como objetivo se transformar em um grande elo de comunicação entre o cidadão e o governo.

“Esta será mais uma ferramenta para auxiliar na solução de demandas da cidade. Nossa meta é estabelecer uma comunicação eficiente e colocar este espaço a serviço de todos, para que possamos nos tornar a ponte entre o cidadão e o poder público”, mencionou Girlan Guil-land, chefe da Ouvidoria.


Além disso, há também uma plataforma online, disponível através do portal da Transparência da Prefeitura de Nova Friburgo, no ícone Sistema de Informação ao Cidadão, o e-SIC. O contribuinte poderá acessar o portal e abrir um protocolo digital. E ainda existem outros canais de comunicação como o contato via e-mail, pelo endereço  Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.  ou viatelefone, através do número 2525-9244.
“Ouvidoria é sinônimo de parceria. E o trabalho deste setor é exatamente nos demandar tudo aquilo que podemos fazer em conjunto para melhorar a qualidade de vida da população. Esta será, portanto, mais uma porta de acesso da comunidade, e fazemos questão de que este equipamento se torne referência em todo o Estado do Rio”, frisou o prefeito Renato Bravo.

Projetos a serem implantados futuramente:
Ouvido-Rua: uma espécie de ouvidoria itinerante, que deverá percorrer eventos da cidade, bairros e distritos, a fim de aproximar a população do equipamento.

Ouvidores Voluntários: medida que propõe aproveitar o engajamento da própria população para auxiliar no trabalho desempenhado pela ouvidoria.
Ponto de Cultura: a ideia é abrir o espaço para exposições, arrecadação de livros, e outros, para humanizar o atendimento do setor.
Adicionar Comentario

Euclidelândia quer plantar nove mil mudas de árvores

  • PDF
Um projeto está sendo implantado na Escola de Euclidelândia, em parceria com outras entidades e comunidade local. A proposta é reflorestar uma área de oito hectares com nove mil mudas de árvores de espécies nativas da mata Atlântica.

Na manhã do dia 5 de junho, o Dia Mundial do Meio Ambiente, em Euclidelândia, foi comemorado com uma ação efetiva da comunidade local. Reunidos no mesmo projeto de preservação ambiental, o Colégio Estadual Conde de Nova Friburgo, a Paróquia de Santa Rita do Rio Negro e a Fábrica de Cimento Votorantim, deram o “pontapé inicial” em uma importante iniciativa que visa reflorestar o morro onde foi erguido recentemente o Mirante de Santa Rita de Cássia.


Compareceram ao evento, além de representantes das instituições envolvidas no projeto, membros da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, como o novo secretário Edualdo Barrosse membros de sua equipe;  a professora Mônica, representando a Secretaria Municipal de Educação; e o professor e vereador João Bosco de Paula Bon Cardoso.

Como parte das festividades ,tivemos apresentações de trabalho, palestra sobre o histórico da degradação ambiental no município, visita à exposições, apresentação de dança e dramatizações.
Adicionar Comentario

Encontro na LafargeHolcim reúne representantes de Cantagalo, Cordeiro e Macuco

  • PDF
Durante um encontro na própria empresa, em seu refeitório, a LafargeHolcim lançou em Cantagalo o Comitê com a Comunidade, espaço de diálogo transparente que reúne lideranças locais para discutir sobre temas da empresa e da comunidade. Participaram do evento de lançamento, representantes do poder público, do setor privado e da sociedade civil, entre ONGs e veículos de imprensa de Cantagalo, Cordeiro e Macuco. Por meio do Comitê com a Comunidade, a empresa promove o relacionamento com lideranças locais.

Na empresa já existiu um comitê denominado “Despertar”, mas que estava desativado desde a fusão dos dois grupos cimenteiros Lafarge e Holcim. 

“O lançamento do Comitê com a Comunidade nos permite estreitar nosso relacionamento com as lideranças locais, realizando um diálogo aberto e transparente”, disse Tatiana Nogueira, coordenadora de Responsabilidade Social da LafargeHolcim. 

Além de familiarizar os participantes com a atuação da cimenteira na cidade, no Brasil e no mundo, os encontros do Comitê com a Comunidade também abordam temas como meio ambiente, sustentabilidade, evolução de produção e expedição.

“Sendo parte da comunidade, e estando presente na vida de tantos membros da população, entendemos que possuímos um papel ativo nas atividades, participação e manutenção dos municípios. O Comitê é mais uma ferramenta que nos ajudará a desempenhar esse trabalho de forma mais próxima com os moradores da cidade”, disse David Possamai, gerente de fábrica da LafargeHolcim.


Durante a visita, o atual gerente da unidade, David Possamai, citou alguns números da produção da empresa. A capacidade de produção da fábrica em Cantagalo é de 1 milhão de toneladas por ano, mas nos últimos anos, a produção tem sido de 500 a 600 mil toneladas anos de cimento, ou seja a capacidade de produção está oscilando em 40 a 60%. Atualmente a unidade está com sua produção paralizada, para fazer manutenção de equipamentos. Segundo o gerente, David Possamai, já estaria esta semana retornando  suas atividades fabris.
Um destaque para um grande número de vereadores dos municípios de Cantagalo, Cordeiro e Macuco que participaram do encontro manifestando interesse em interagir mais com a empresa.
Adicionar Comentario

Pgina 1 de 362

                  





Área exclusiva - Login

Notícias completas e versão digital exclusivas para assinantes

Informativo JR

Cadastre-se e fique bem informado