Noticias

Duas cachaças da Região Serrana participarão do Festival de Cachaças do Rio

  • PDF



De 1º a 25 de novembro, oito cachaças do Estado do Rio participarão do “Festival Cachaças do Rio – Coquetelaria e Gastronomia”. Quase todas as marcas já receberam as maiores premiações nacionais e internacionais de destilados. Entre elas estão duas marcas da Região Serrana: Fazenda Soledade (Nova Friburgo) e Da Quinta (Carmo).

As outras marcas que participarão do evento são: Vieira e Castro e Werneck (ambas de Rio das Flores), Coqueiro (Paraty), Magnifica (Vassouras), Sete Engenhos (Quissamã) e Tellura (Campos dos Goytacazes).

Durante o “Festival Cachaças do Rio – Coquetelaria e Gastronomia”, cerca de 20 bares e restaurantes da cidade vão oferecer harmonizações especiais de petiscos e drinques feitos com as cachaças participantes. 

O festival coloca em evidência a coquetelaria com cachaças de padrão superior de qualidade, uma tendência que vem se desenvolvendo em bares e restaurantes da cidade que oferecem serviços de drinques e coquetéis com premiadas marcas de cachaças fluminenses.

Um reconhecimento ao fato de o Estado do Rio de Janeiro ter se firmado como território da cachaça de excelência, mas também atendendo ao chamado dos clientes que buscam uma rica experiência sensorial em suas escolhas de bebidas, em dose ou por misturas da mixologia e boa gastronomia.

Os aperitivos serão servidos ao público e aos jurados, acompanhados com um drinque de cachaça. Os jurados percorrerão os bares e restaurantes, durante o período do festival, degustando os petiscos com as cachaças e os pratos harmonizados com drinques e darão as notas, que serão recolhidas pela comissão organizadora para apuração dos resultados. Serão levados em conta o sabor e a apresentação dos drinques, bem como a harmonização com os petiscos.

Segundo Carlos Mariz, presidente da Associação dos Produtores de Cachaça do Estado do Rio (Apacerj), o objetivo do evento é estimular a experimentação das cachaças fluminenses, premiadas mundialmente, e divulgar a qualidade das bebidas produzidas dentro do nosso Estado.

Os vencedores serão conhecidos no evento de fechamento do festival, que irá acontecer no dia 1º de dezembro, com drinques e petiscos, além de música.

O “Festival Cachaças do Rio – Coquetelaria e Gastronomia” é uma ação do Projeto "Embaixada da Cachaça”, com a realização da Apacerj e Sebrae Rio, patrocínio da Firjan e apoio da SeTur/TurisRio e do Sindbebi.



Adicionar Comentario

Contas de Cantagalo e Bom Jardim são aprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado

  • PDF



As cidades de Cantagalo e Bom Jardim receberam pareceres favoráveis à aprovação de suas contas de governo do ano passado. A votação aconteceu no dia 11 de outubro, durante a sessão plenária do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro. O processo referente a Cantagalo foi relatado pelo conselheiro Rodrigo Melo do Nascimento, enquanto o de Bom Jardim ficou sob a responsabilidade da conselheira substituta Andrea Siqueira Martins. Os dois votos destacaram que os gestores cumpriram com os investimentos obrigatórios em Saúde e Educação, além de manterem os gastos com pessoal dentro do que determina a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Os processos serão encaminhados para as respectivas câmaras municipais para o julgamento final.

O prefeito de Cantagalo, Joaquim Augusto Carvalho de Paula, investiu em Educação 29,42% do total da receita resultante de impostos próprios e decorrentes de transferências, ficando acima do mínimo de 25%. No caso da Saúde foram aplicados 29,48%, percentual bem superior aos 15% obrigatórios. O gestor ainda manteve o gasto com pessoal em 52,5% da Receita Corrente Líquida (RCL) - o teto é de 54%. O conselheiro, no entanto, apresentou 11 ressalvas e determinações em seu voto. Entre elas estão a inscrição de R$ 1.060.288,43 em restos a pagar não processados sem a devida disponibilidade de caixa e o déficit financeiro de R$ 960.238,25, além da “existência de sistema de tributação deficiente, que prejudica a efetiva arrecadação dos tributos instituídos pelo Município”.

As contas de Bom Jardim mostraram que o prefeito Antônio Claret Gonçalves Figueira aplicou 28,62% das receitas de impostos e transferências na manutenção e desenvolvimento do ensino e 25,88% em Saúde, em ambos os casos superando os percentuais mínimos. Com pessoal, foram gastos 52,86% da RCL, portanto dentro do que determina a LRF. Assim como no caso anterior, o município apresentou problemas em seu sistema de tributação, gerando determinação para adoção “de providências para o equacionamento das irregularidades e impropriedades encontradas”. Esta foi uma das 16 ressalvas presentes no voto.



Adicionar Comentario

Governador anuncia 61 novas escolas em tempo integral profissionalizantes

  • PDF

O governador Luiz Fernando Pezão e o secretário de Estado de Educação, Wagner Victer, anunciaram, nesta segunda-feira (22/10), as novas Escolas em Tempo Integral que oferecerão Ensino Médio Profissionalizante de Técnico de Administração com ênfase em Empreendedorismo. No total, serão 61 novas unidades que já terão matrículas abertas, a partir do dia 31 outubro, no site Matrícula Fácil (www.matriculafacil.rj.gov.br). Os alunos que concluírem os estudos nessas escolas terão registro profissional do Conselho Regional de Administração (CRA).

Com essas novas unidades, o estado Rio de Janeiro alcançará a marca de 241 escolas em tempo integral profissionalizantes funcionando em 88 dos 92 municípios. O total é equivalente a cerca de 26% das unidades de Ensino Médio da rede pública estadual.

"Sempre acreditei neste modelo de escolas em tempo integral, pois o caminho para transformação e formação da cidadania passa pela educação. É importante destacar que, nos últimos quatro anos, teremos implantado mais escolas em tempo integral profissionalizantes, 105% a mais do que o acumulado (117 escolas) deste modelo em toda história do Rio de Janeiro", afirmou o governador Pezão. 

O secretário de Estado de Educação, Wagner Victer, frisou que, em muitos casos, estão sendo aproveitadas estruturas do passado, que estavam subutilizadas, como dezenas de CIEPs (‘Brizolões’).

"Das 61 novas escolas nessa modalidade, 26 serão ‘Brizolões’ (CIEPs). Com isso, além do ganho pedagógico e de desenvolvimento dos alunos, o projeto também se torna uma ação de resgate desses patrimônios que estavam subutilizados", destacou.

Durante a reunião, o presidente do Conselho Federal de Administração (CFA), Wagner Siqueira, e o presidente do Conselho Regional de Administração (CRA), Leocir Dal Pai, entregaram a Resolução que enquadra as novas escolas dentro da legislação dos Conselhos de Classe em Administração, o que possibilitará que os alunos que concluírem os estudos recebam certificação equivalente ao Curso Técnico em Administração e registro profissional no Conselho Regional de Administração (CRA).

Os jovens egressos dessas unidades exercerão atividades administrativas relacionadas ao Empreendedorismo e receberão Carteira de Identidade Profissional na Cor Verde, na qual constará o título profissional de Técnico em Administração.

"Conquistar a aprovação do registro profissional junto aos conselhos de classe foi muito importante para a formação de nossos alunos. A iniciativa aumentará a oferta de oportunidades para os jovens, que já sairão como Técnicos em Administração com ampla aceitação no mercado de trabalho", complementou Wagner Victer.

O secretário estadual de Educação também destacou que os professores que lecionarão nessas unidades serão capacitados pelo SEBRAE e pelo Instituto Ayrton Senna.

Na ocasião, também estiveram presentes diretoras de escolas em tempo integral da capital, da Baixada Fluminense e do interior e o diretor-geral do SEBRAE do Rio de Janeiro, Cezar Vasquez.


Segue a listagem das novas unidades escolares que oferecerão Ensino Médio Técnico de Administração com ênfase em Empreendedorismo:


REGIÃO METROPOLITANA

Rio de Janeiro (4)

Colégio Estadual Jornalista Rodolfo Fernandes

Colégio Estadual Monteiro de Carvalho

Colégio Estadual Herbert de Souza

Colégio Estadual Monsenhor Miguel de Santa Maria Mochón


Niterói (2)

Colégio Estadual Aurelino Leal

Colégio Estadual Guilherme Briggs


Rio Bonito (2)

Colégio Estadual Barão do Rio Branco

Colégio Estadual Antonio Lopes de Campos Filho


São Gonçalo (1)

Colégio Estadual Santos Dias


REGIÃO DOS LAGOS

Arraial do Cabo (1)

Colégio Estadual Almirante Frederico Villar


São Pedro da Aldeia (1)

Ciep 146 - Professor Cordelino Teixeira


REGIÃO SERRANA

Silva Jardim (1)

Colégio Estadual São Sebastião


Teresópolis (1)

Colégio Estadual Presidente Bernardes


Bom Jardim (1)

Ciep 322 - Mozart Cunha Guimarães


Cantagalo (1)

Colégio Estadual Maria Zulmira Torres


Casimiro de Abreu (1)

Colégio Estadual Casimiro de Abreu


Cordeiro (1)

Ciep 145 - Doutor Oswaldo Cruz


Duas Barras (1)

Colégio Estadual Almirante Protógenes


Nova Friburgo (1)

Colégio Estadual Doutor Galdino do Valle Filho


Santa Maria Madalena (1)

Colégio Estadual Barão de Santa Maria Madalena


Sumidouro (1)

Ciep 283 - Maria Amélia Pacheco


Trajano de Moraes (1)

Ciep 279 - Professora Guiomar Gonçalves Neves


Sapucaia (1)

Ciep 285 - Luiz José Daflon Gomes


Cachoeiras de Macacu (1)

Colégio Estadual Sol Nascente


REGIÃO NORTE

Campos dos Goytacazes (3)

Colégio Estadual Doutor Félix Miranda

Colégio Estadual José do Patrocínio

Colégio Estadual José Francisco Sales


São João da Barra (1)

Colégio Estadual Alberto Torres


Carapebus (1)

Colégio Estadual Thomaz Gomes


REGIÃO NOROESTE

Aperibé (1)

Ciep 419 - Benigno Bairral (CIEP)


Bom Jesus do Itabapoana (1)

Colégio Estadual Euclides Feliciano Tardin


Cambuci (1)

Ciep 276 - Ernesto Paiva


Italva (1)

Ciep 141 - Vereador Said Tanus José


Itaocara (1)

Ciep 275 - Lenine Cortes Falante


Laje do Muriaé (1)

Ciep 343 - Professora Emília Diniz Ligiero


Natividade (1)

Ciep 468 - Olga Thurler Mendonça da Fonseca


São José de Ubá (1)

Colégio Estadual Maria Leny Vieira Ferreira Silva


Varre-Sai (1)

Ciep Doutor Miguel Couto Filho


REGIÃO CENTRO-SUL

Rio das Flores (1)

Ciep 298 - Manuel Duarte


Vassouras (1)

Ciep 297 - Padre Salésio Schmid


Paraíba do Sul (1)

Colégio Estadual Maria Zulmira Torres


Comendador Levy Gasparian (1)

Colégio Estadual Coronel Antonio Peçanha


Areal (1)

Colégio Estadual Mariano Procópio


BAIXADA FLUMINENSE

Mesquita (2)

Colégio Estadual Poeta Mario Quintana

Colégio Estadual Presidente Castelo Branco


Nilópolis (1)

Colégio Estadual Joaquim de Almeida Flores


Nova Iguaçu (2)

Ciep 358 - Alberto Pasqualini

Ciep 352 - Senador Severo Gomes


Belford Roxo (1)

Colégio Estadual Presidente Kennedy


Duque de Caxias (3)

Ciep 340 - Professora Laís Martins

Ciep 098 - Professora Hilda do Carmo Siqueira

Ciep 218 – Ministro Hermes Lima - Brasil-Turquia


São João de Meriti (3)

Ciep 397 - Paulo Pontes

Ciep 398 - Mário Lima

Ciep 135 - Afonso Henriques Lima Barreto


Guapimirim (1)

Colégio Estadual Cortume Carioca


Magé (1)

Ciep 127 - Frei Acúrcio Aloísio Gonzaga Bolwer


REGIÃO DA COSTA VERDE

Angra dos Reis (1)

Ciep 055 - João Gregório Galindo


Mangaratiba (1)

Colégio Estadual João Paulo II 


REGIÕES DO MÉDIO PARAÍBA E SUL FLUMINENSE

Porto Real (1)

Colégio Estadual República Italiana


Volta Redonda (1)

Ciep 295 - Glória Roussim Guedes Pinto




Adicionar Comentario

Itaocara completa 128 anos

  • PDF

Devido à luta entre os índios Coroados e Puris, os religiosos Capuchinhos que colonizavam São Fidélis sentiram a necessidade de criar, no local das divergências, uma nova aldeia, que, acolhendo uma das tribos, separasse os litigiantes. Em 1809, o frei Tomás, da cidade de Castelo, chegou às terras escolhidas para a fundação da aldeia, a qual denominou São José de Dom Marcos, em homenagem ao antigo vice-rei Marcos de Noronha e Brito. O nome escolhido, entretanto, não criou raízes no pensamento dos habitantes, que preferiram designar o local de “Itaocara”, termo tupi que significa “ocara de pedras”, através da junção dos termos itá (“pedra”) e okara (“ocara”), em referência ao penhasco que lhe fica fronteiro, na margem oposta do Rio Paraíba do Sul.

No século XIX e início do século XX, como o ocorrido em todo o interior do estado, recebeu significativa mão de obra de imigrantes, sobretudo de origem síria e libanesa.

No dia 28 de outubro de 1890, pelo decreto n° 140, foi criado o Município de Itaocara. O município possui seis distritos. Batatal, que era um bairro, passou a ser o Sexto Distrito devido à construção da Hidrelétrica de Itaocara.

Itaocara (Sede), Laranjais, Portela, Jaguarembé, Estrada Nova e Batatal

Cinco modelos administrativos governaram o município de Itaocara ao longo dos anos: intendentes, presidentes da câmara (que acumulavam a função de prefeito antes da tripartição dos poderes), prefeitos, prefeitos-interventores e, finalmente, os prefeitos eleitos. 

Em 7 de outubro de 2012, a população de Itaocara elegeu o primeiro prefeito do PSOL (Partido Socialismo e Liberdade) no Brasil, o ex-cortador de cana e sindicalista Gelsimar Gonzaga 

O atual prefeito itaocarense é Manoel Queiroz Faria (MDB), eleito com 55,05% dos votos válidos nas eleições de 2016. Ele já havia ocupado o cargo anteriormente por dois mandatos consecutivos, entre 2001 e 2008. O vice-prefeito é Robério Arêas Sampaio, o Roberinho.

A Câmara Municipal de Itaocara é, desde 2013, composta por onze cadeiras. Até 2004 contou com treze vereadores. Após aquele ano, a representação passou a ser equivalente à população do município. Foi quando o Legislativo Itaocarense passou a ter nove representantes e permaneceu assim até 2012. Nas eleições daquele ano, Aveline Machado de Freitas foi a primeira mulher, desde 1982, a ser eleita vereadora no município. 



Adicionar Comentario

Darcy Ribeiro e Zulmira Torres são campeões dos Jogos Estudantis em Cantagalo

  • PDF



Os tradicionais Jogos Estudantis das Escolas de Cantagalo, o JEEC, como é popularmente denominado, teve sua abertura oficial na sexta-feira 28 de Setembro e o encerramento no último dia 11 de outubro. Contando com a participação de 13 escolas, o vencedor na categoria infantil foi a Escola Municipal Darcy José Ribeiro e na categoria juvenil foi o Colégio Estadual Maria Zulmira Torres.

Nesta edição 2018, o JEEC contou com 156 jogos, um total de 90h de competição e 1200 inscritos, 500 a mais que na última edição. Os jogos foram realizados nas unidades esportivas municipais: Ginásio Poliesportivo José Dos Santos Vieira,  no Centro, Ginásio de Esporte Julio Cesar Couto Guimarães, no Cantelmo e Estádio Municipal Nelson Heleno Jucá (Leninho) no bairro São José.

“O JEEC é um momento de integração, dos mais esperado por nossa Juventude Cantagalense, onde temos na prática esportiva muitas emoções, e destacamos principalmente o amor pelo  esporte e a escola!” - Declarou o Assessor de Esportes, Moacyr Junior.

Foram premiadas também as melhores torcidas, sendo na categoria infantil o prêmio ficou para a Escola Municipal Lameira de Andrade e a melhor torcida na categoria juvenil foi a Escola Municipal Elestar Caetano Mendes.

A premiação geral na categoria infantil teve a seguinte configuração, em terceiro lugar com 51 pontos, ficou o Colégio Estadual Maria Zulmira Torres, em segundo lugar com 60 pontos ficou a Escola Municipal Elestar Caetano Mendes e em primeiro lugar com 63 pontos a Escola Municipal Darcy José Ribeiro.

Já na categoria juvenil o terceiro lugar totalizando 35 pontos, Escola Municipal Darcy José Ribeiro, em segundo lugar com 37 pontos, o Colégio Euclides da Cunha e no primeiro lugar com 71 pontos o Colégio Estadual Maria Zulmira Torres.



Adicionar Comentario

Pgina 3 de 387





Área exclusiva - Login

Notícias completas e versão digital exclusivas para assinantes

Informativo JR

Cadastre-se e fique bem informado