Noticias

Prefeitura de Trajano de Moraes garante R$ 170 mil para hospital

  • PDF

Valor total será de R$ 2 milhões em 2012

A Prefeitura de Trajano de Moraes deverá repassar R$ 170 mil em forma de subvenção mensal para a Associação Hospitalar São Francisco de Paula, que administra o Hospital Francisco Limongi. O repasse foi autorizado pela Câmara Municipal, que votou a Lei Municipal nº 855/12. Ao todo, serão repassados R$ 2,04 milhões ao Hospital em 2012.

O repasse será realizado através do Fundo Municipal de Saúde (FMS) em caráter suplementar à política de saúde pública. Em contrapartida, “a Associação Hospitalar São Francisco de Paula assume o compromisso de atender aos munícipes, gratuitamente e com qualidade, nas áreas ambulatoriais, pronto-socorro, emergencial e hospitalar”, conforme descrito na lei aprovada na Câmara. Para ler a notícia completa, faça seu login

Escola Sesi voltará a funcionar na Vila Amélia

  • PDF

A partir de 2012, a Escola Sesi voltará a funcionar no Sesi Vila Amélia. As matrículas já estão abertas para a educação infantil e o ensino fundamental, ou seja, o aluno pode estudar desde os 3 anos de idade até o 8º ano do ensino fundamental. “Retornamos com a Escola Sesi para a Vila Amélia. A salas foram preparadas e equipadas com lousa digital, datashow, computadores, jogos, games de matemática, laboratório de ciências e informática. Fizemos também uma nova área de recreação para os pequeninos”, destaca a gerente executiva do Sesi/Senai de Nova Friburgo, Kátia Polo.

- Os alunos da Escola Sesi também se beneficiam do programa ‘Saúde Nota 10’, uma inovação do Sistema Firjan - explica Kátia Polo. O ‘Saúde Nota 10’ é um programa gratuito de prevenção da saúde do aluno. Oferece consultas médicas, sessões de fonoaudiologia clínica, tratamento odontológico, exames laboratoriais, exame audiométrico, exame de acuidade visual, além de palestras educativas sobre educação alimentar, hábitos de vida saudáveis e outras.

- As matrículas estão abertas, venham conhecer a Escola Sesi - destaca Kátia Polo. A escola funciona de segunda a sexta-feira, das  9h às 18h, no Sesi Vila Amélia (Rua Teresópolis, 248). Informações pelo telefone 0800-0231231.

Estrutura completa - A Escola Sesi utiliza uma metodologia inovadora: a SESIeduca, desenvolvida pelo Sesi Rio e reconhecida pelo Conselho Estadual de Educação. A metodologia evita a decoreba e ensina o aluno a pensar, enfrentando os desafios do dia a dia e se preparando para o futuro através de uma aprendizagem criativa e senso crítico. O conteúdo educacional é o oficial do MEC.

A Escola Sesi fica dentro da unidade do Sesi, uma instituição que oferece diversos serviços à população, como medicina, odontologia e lazer. As oficinas pedagógicas são um diferencial da Escola Sesi para tornar o processo educativo mais interativo e dinâmico. Através do Lego Educacional, inglês, informática, cultura e arte, educação alimentar e xadrez, o aluno raciocina e leva esse conhecimento para o resto da vida.

Adicionar Comentario

Lauren faz ensaio fotográfico

  • PDF

De Cordeiro para o Caldeirão do Huck: uma reviravolta na vida em 2011



A cordeirense Lauren Hermsdorff, de apenas 21 anos, acaba de fazer um belo ensaio fotográfico para o próprio Caldeirão do Huck, programa da Rede Globo de Televisão e do qual participa, a convite do apresentador Luciano Huck, há cerca de três meses, após ter ido assistir à gravação de um dos quadros do programa em Cantagalo.

Para ler a notícia completa, faça seu login

Vinícius Stael se classifica em programa da Rede Record

  • PDF

Instrutor de teatro da Prefeitura de Cantagalo também foi o melhor na opinião da plateia

O instrutor de teatro da Prefeitura de Cantagalo Vinícius Stael, servidor lotado na Secretaria Municipal de Assistência Social, se classificou, nesse domingo, 15 de janeiro, para a próxima fase do quadro ‘Stand-Up Comedy 2’, do programa ‘Tudo é Possível’, apresentado todo domingo por Ana Hickmann, na Rede Record. Para ler a notícia completa, faça seu login

Quase um ano depois, Governo entrega meia ponte em Bom Jardim

  • PDF

Investimento na obra, que será concluída em março é de cerca de R$ 12 milhões

A ponte sobre o Rio Grande, na RJ-116, em Bom Jardim, destruída pelas chuvas que afetaram a Região Serrana em 2011, foi entregue no último dia 6 de janeiro, quase um ano depois da tragédia, no sistema pare e siga. A ponte, que tinha 30 metros de comprimento, agora tem 70 metros e garante a ligação entre a Região Metropolitana do Rio (Itaboraí) e o Noroeste fluminense (Itaperuna). Para ler a notícia completa, faça seu login




Área exclusiva - Login

Notícias completas e versão digital exclusivas para assinantes

Informativo JR

Cadastre-se e fique bem informado