Noticias

Mais um governador do estado do Rio de Janeiro é preso

  • PDF


Luiz Fernando Pezão, atual governador do Rio de Janeiro, foi preso pela Polícia Federal em nova etapa da operação Lava Jato. A ordem de prisão preventiva foi expedida pelo do ministro Felix Fischer, do Superior Tribunal de Justiça.

Há ainda mandados contra o ex-secretário de Obras do estado do Rio, Hudson Braga, e dois homens apontados como operadores de um complexo esquema de segurança.

A operação é baseada na delação premiada de Carlos Miranda,  que foi operador financeiro do ex-governador Sérgio Cabral, preso desde novembro de 2016. Segundo Miranda, conhecido por ser o “homem da mala” de Sérgio Cabral, Pezão recebia 150 mil reais de mesada, chegou a receber dois bônus de 1 milhão de reais cada e também um décimo terceiro salário.

Segundo o Ministério Público Federal, Pezão operou esquema de corrupção próprio, com seus próprios operadores financeiros. Há provas documentais do pagamento em espécie a Pezão de quase R$ 40 milhões, em valores de hoje, entre 2007 e 2015.

Na avaliação da força-tarefa da Lava Jato, solto, o governador poderia dificultar ainda mais a recuperação dos valores, além de dissipar o patrimônio adquirido em decorrência da prática criminosa. Segundo o MPF, o esquema de corrupção ainda estava ativo.

Luiz Fernando Pezão é o quarto governador do estado do Rio de Janeiro a ser preso. Sérgio Cabral, Anthony Garotinho e Rosinha Matheus foram presos quando já não eram mais governadores. 

Sérgio Cabral foi preso em novembro de 2016, suspeito de receber propina para a concessão de obras públicas. Cabral segue preso e está na penitenciária de Bangu 8. O ex-governador é condenado na Lava Jato e réu em diversos processos. As condenações de Cabral somam 170 anos e 8 meses de prisão.

Anthony Garotinho e Rosinha Matheus foram presos em novembro de 2017 por crimes eleitorais. Eles negam a prática do crime.

Garotinho foi preso três vezes no período de um ano. A primeira, em 16 de novembro de 2016, na Operação Chequinho, que investiga um esquema de compra de votos envolvendo o programa social Cheque Cidadão na eleição municipal daquele ano.

A segunda prisão de Garotinho foi em setembro de 2017, quando foi condenado por fraude eleitoral. Na ocasião, o ex-governador cumpriu prisão domiciliar com o uso de tornozeleira eletrônica. A terceira prisão foi em novembro de 2017, junto com sua mulher, a também ex-governadora Rosinha Matheus.

Garotinho chegou a lançar sua candidatura ao governo do Rio de Janeiro nas eleições de 2018, mas o TSE barrou a candidatura. Candidato pelo PRP, Garotinho foi barrado com base na Lei da Ficha Limpa.



Adicionar Comentario

Pezão garante pagamento do 13° salário dos servidores estaduais no próximo mês

  • PDF



O governador Luiz Fernando Pezão garantiu, nesta terça-feira (27/11), que vai quitar o 13° salário de 2018 dos servidores ativos, inativos e pensionistas do Estado e deve anunciar a data do pagamento na próxima semana.  A declaração foi feita durante a premiação de policiais civis, policiais militares e servidores da Segurança Pública que atingiram as metas de redução de criminalidade do Sistema de Metas e Acompanhamento de Resultados (SIM), na Cidade da Polícia (CIDPOL), em Benfica.

"Vamos fazer o pagamento com a soma de recursos do refinanciamento de dívidas do ICMS (Refis) e da arrecadação do Estado, que vem aumentando. A arrecadação do Rio foi uma das que mais cresceram no país, com uma das maiores reduções de gastos. Na próxima semana, deveremos ter a data de pagamento do décimo terceiro", explicou o governador.

Pezão também ressaltou que a melhora financeira do Estado só foi possível pela adesão ao Regime de Recuperação Fiscal, que já resultou na geração de receitas extraordinárias superiores a R$ 23 bilhões, valor equivalente a  sete meses de salários dos servidores. Com o reforço no caixa estadual, foi possível regularizar o pagamento dos salários dos servidores ativos, inativos e pensionistas, retomar o pagamento de um custeio mínimo para os órgãos do Estado e retomar investimentos, que estavam estagnados desde o início da crise fiscal, em 2015.

Cerca de 59 mil policiais civis, policiais militares e servidores da Secretaria estadual de Segurança (Seseg),  que atingiram as metas de redução dos indicadores estratégicos de criminalidade no estado, receberam, na manhã desta terça-feira, placas e certificados pelos resultados. O Governo do Estado do Rio de Janeiro já quitou as gratificações dos policiais até o primeiro semestre de 2017, que totalizaram aproximadamente R$ 304 milhões.

"É um prazer imenso encerrar meu mandato premiando policiais e pagando as gratificações pelas metas. Mesmo com todas as dificuldades que enfrentamos, tivemos uma série de conquistas importantes para a segurança pública no meu governo, sendo o maior legado o Fundo de Segurança Pública, o Fised. Também não posso deixar de agradecer às Forças Armadas por toda a contribuição na que nos deram com a intervenção", disse o governador.

Além do governador, participaram do evento o interventor federal, general de Exército Walter Souza Braga Netto, o secretário de Estado de Segurança, general de divisão Richard Nunes, o comandante da Polícia Militar, Luís Claudio Laviano, e o chefe de Polícia Civil, Rivaldo Barbosa.

"A intervenção termina, mas o mais importante é o legado, esse processo de gestão dos recursos. Viemos para somar esforços, com as diretrizes de valorização e reestruturação dessas duas instituições bicentenárias, as polícias Civil e Militar", ressaltou o interventor federal, general Braga Netto.

As premiações entregues correspondem ao período entre o primeiro semestre de 2015 e o primeiro semestre de 2018.  Os indicadores estratégicos  de criminalidade avaliados foram letalidade violenta (homicídio doloso, norte por intervenção legal, latrocínio e lesão corporal seguida de morte), roubo de veículo e roubo de rua (que inclui roubo a transeunte, roubo de aparelho celular e roubo em coletivo).



Adicionar Comentario

Deputado entrega premiação na escola Maria Mendonça

  • PDF



O deputado estadual Comte Bittencourt esteve em Trajano de Moraes no dia 26 de novembro para entregar certificados na escola Maria Mendonça.

O deputado, que foi recebido pela diretora da escola, Ana Cláudia Thomaz Malavazi, conheceu os projetos que foram desenvolvidos nos últimos dois anos na escola e entregou certificados de aptidão técnica em xadrez e badminton para 16 alunos.

"A convite da comunidade escolar, estive hoje na Escola Municipalizada Maria Mendonça, em Trajano de Moraes, onde pude parabenizar seus alunos, professores e a instituição pelo resultado na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), assim como outras conquistas recentes. Agradeço o carinho do professor e amigo Nilton Riguetti e de todos que me receberam para uma excelente conversa sobre a gestão e qualidade na educação!", afirmou o deputado Comte Bittencout.




A aluna Larissa Queiroz Mafort recebeu o certificado de participação na Conferência Estadual do Ambiente, que aconteceu em Resende - RJ e na Conferência Nacional, que foi em Sumaré - SP

Também entregou o certificado à aluna Paola de Andrade Mafort, classifica na OBMEP 2017 e 2018

O deputado afirma ser a quinta vez que vem á escola e sempre para entregar prêmios: "A escola Maria Mendonça nos mostra que a educação tem um rumo e que é pela educação que se constrói um mundo melhor. Tenho vindo constantemente a esta escola para entregar prêmios, o que nos mostra constância e qualidade dos projetos desenvolvidos", afirmou.



A diretora Ana Cláudia recebeu o documento com a nota IDEB 2017,
uma das maiores da região, e também sobre a premiação da escola na OBMEP 2018

Adicionar Comentario

Fernanda Castro assume direção do Hospital Raul Sertã

  • PDF



A principal unidade de saúde da região, o Hospital Municipal Raul Sertã, está com novos diretores. A nova diretora-geral é Fernanda Castro Pereira, que assumiu o cargo em 22 de outubro, enquanto o novo diretor médico, Arthur Gremion Soares, foi designado em 6 de novembro.

Fernanda Pereira é administradora, formada pela Universidade Candido Mendes em Nova Friburgo. Embora esta seja a sua primeira experiência no setor público, Fernanda já trabalhou em várias indústrias e em um hospital particular da cidade. A sua função à frente do cargo será de planejar, organizar e gerenciar o hospital de forma integrada com a direção médica.

O médico Arthur Gremion Soares é friburguense, especializado em clínica geral e já atuou na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Conselheiro Paulino e em outras unidades de saúde particulares na cidade. O diretor médico é o responsável técnico pelo Hospital Raul Sertã perante os conselhos de Medicina, autoridades sanitárias e demais autoridades públicas, bem como pelas formalidades do funcionamento da instituição de saúde.

Os novos diretores receberam a orientação da secretária de Saúde, Tânia Trilha, para que verifiquem as pendências de materiais na unidade, como equipamentos e medicamentos, visando a melhoria dos atendimentos. Outra recomendação foi acelerar o andamento das obras no hospital, cujo resultado já pode ser medido, uma vez que as salas de estar/repouso dos médicos e enfermeiros já estão prontas e aguardam apenas o mobiliário, já licitado, para a entrega aos profissionais.

O cargo de diretor administrativo, no entanto, continua vago. De acordo com a Secretaria de Saúde, diante das necessidades do Raul Sertã, a princípio, a função será exercida pelos dois diretores recentemente nomeados, em conjunto com a secretária Tânia Trilha.



Adicionar Comentario

Mulheres assumem diretoria da OAB de Cordeiro

  • PDF



Com 61,21% foi eleita a nova diretoria da 45° Subseção Cordeiro.

Com apoio do atual presidente Wilson Vieitas, a próxima diretoria da Subseção terá cinco mulheres como diretoras, sendo presidente a advogada Valéria Melo.

Nesses 25 anos de criação da Subseção Cordeiro, comemorados em 17 de junho deste ano, apenas uma única vez a Subseção teve como presidente uma mulher, Elmira Coré Pontes, tendo sido inclusive a primeira presidente da Subseção e quis o destino que após todos esses anos, uma mulher atuante como a Valéria Melo comande OAB Cordeiro novamente.

A nova diretoria ainda contará com as advogadas Camila Monnerat, como Vice-Presidente, Lucinalva Stael, como secretária-Geral, Danielle Freire, como secretária-Geral Adjunta e Edna Oliveira, como Tesoureira.

Foram eleitos ainda na Seccional do Rio de Janeiro, Luciano Bandeira para presidente da OAB/RJ, Ricardo Menezes para Presidente da CAARJ e Felipe Santa Cruz para Conselheiro Federal, onde será o futuro presidente da OAB. 

O atual presidente Wilson Vieitas declarou que ficou muito satisfeito com o resultado das eleições e deseja a próxima diretoria e conselho um trabalho profícuo!

O presidente, Wilson Vieitas Braga emitiu uma nota esclarecendo a sua desistência de disputar.

“Atualmente ocupo um cargo comissionado na Prefeitura Municipal de Trajano de Moraes e o não afastamento do mesmo devido a compromissos assumidos e responsabilidades que me foram confiadas anteriormente para com o Município em que presto serviço, me impediram de continuar na disputa eleitoral”, afirmou Wilson Vieitas.

Ele informou também, que foram feitas as substituições necessárias no prazo estabelecido pela comissão eleitoral. 

“Tenho trabalhado muito nestes três anos de mandato como presidente da 45ª Subseção e tenho certeza que avançamos muito neste período, nossa representatividade nos Municípios em que atuamos cresceu consideravelmente, muitos projetos saíram do papel e foram colocados em prática, a advocacia de nossa região foi valorizada e nossas prerrogativas respeitadas”, garantiu o advogado Wilson Vieitas Braga, que presidiu a OAB de Cordeiro.



Adicionar Comentario

Pgina 6 de 394





Área exclusiva - Login

Notícias completas e versão digital exclusivas para assinantes

Informativo JR

Cadastre-se e fique bem informado