Noticias

Prefeitura de Cordeiro e comerciantes se reúnem para discutir a economia local

  • PDF

Se desdobrando para obter, junto às esferas Estadual e Federal, recursos que se convertam em benefícios para a comunidade nas diversas áreas de atuação da Administração Municipal em tempos de crise, o prefeito de Cordeiro, Luciano Batatinha, demonstrou na segunda-feira, 14, que não pretende decidir as coisas de forma isolada na ‘Cidade Exposição’.

Juntamente com sua vice-prefeita Maria Helena, Batatinha recebeu dirigentes e lojistas do comércio cordeirense para um bate-papo informal, cuja intenção está intimamente ligada ao interesse conjunto da Prefeitura de Cordeiro e comerciantes em estabelecer parcerias que apontem soluções para aumentar as vendas, atrair o interesse de consumidores da cidade e da região e assim aquecer consideravelmente a economia.

Segundo o prefeito, o encontro foi bastante proveitoso. Nele, foi possível debater com membros da ACIACOR (Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Cordeiro) propostas e ideias a serem desenvolvidas em parceria para a realização de eventos nas áreas de gastronomia, música, arte, moda, cultura e turismo. Nesse contexto, dentre os inúmeros conceitos defendidos, a criação de um evento para evidenciar as tendências gastronômicas de Cordeiro foi bastante elogiada.

O objetivo é estudar a elaboração de uma festa especializada, que seria parte do calendário oficial do município e aconteceria entre os meses de setembro e outubro. “Tudo que pensamos e tentamos colocar em prática é feito com a participação popular, ouvindo pessoas que conhecem cada assunto, até porque não somos donos da verdade. Nesse caso, comércio e Prefeitura estão empenhados para oferecer lazer e entretenimento aos nossos munícipes e atrair turistas para Cordeiro”, explica Batatinha.

Satisfeitos com o que ouviram na reunião, onde puderam também opinar de forma efetiva, representantes do comércio cordeirense deixaram a sede da Prefeitura otimistas por entender que a proximidade com a municipalidade será de grande valia, como atestou a vice-prefeita. “Desde que iniciamos nosso governo temos ouvido a população. Nossos comerciantes são parte da engrenagem que impulsiona a economia e nada melhor que ouvi-los para em breve colhermos frutos dessa parceria”, disse Helena.



Adicionar Comentario

Jovens de Nova Friburgo vencem desafio de inovação do SENAI

  • PDF

Chegou ao fim nesta semana a fase Pré-Acelera do segundo ciclo do Desafio SENAI + Indústria. Quatorze projetos de todo o estado, desenvolvidos para solucionar problemas reais do setor produtivo, foram apresentados no evento Demoday, na sede da FIRJAN, no Rio de Janeiro. 

Na ocasião, duas equipes de Nova Friburgo foram declaradas as vencedoras. Elas foram selecionadas para passarem dois meses na Incubadora OITO, da Oi, e convidadas a apresentarem suas ideias no desafio de startups do evento Startup Insight & Connection (SIC), que será realizado em 4 de junho, no Museu do Amanhã.

Um dos projetos escolhidos foi o BowArc, uma máquina capaz de semi-automatizar o processo de introdução do arco no viés do sutiã com bojo, utilizando um pistão pneumático. “Ganhar o reconhecimento da nossa ideia nos motiva a continuar. Vamos trabalhar intensamente para que nosso produto seja aprimorado e chegue ao mercado”, disse Gabriel Moreira, estudante do SENAI Nova Friburgo. De acordo com ele, algumas empresas interessadas já entraram em contato com o grupo. 

A segunda equipe premiada foi a que desenvolveu a máquina semiautomática DERI, que realiza a dobragem, embalagem e contagem na produção da roupa íntima, substituindo um processo manual e lento. O ganho pode chegar em 240% de produtividade. “Estamos no caminho certo de conseguir abrir nossa própria empresa e vender ou alugar nosso equipamento”, destacou Luiz Fernando, também aluno do SENAI Nova Friburgo.

Carlos Junior, fundador da Sai do Papel, idealizadora do SIC e aceleradora parceira da FIRJAN, ressalta que a presença desses dois projetos com potencial de ganharem o mercado será importante no evento. “Teremos investidores e empreendedores presentes no dia, que poderão apoiar esses jovens”, ponderou.

Para Bernardo Estefan, gerente de Desenvolvimento de Alianças do OITO, passar 60 dias na incubadora ajudará os estudantes a ampliarem seu networking e conhecimentos: “O SENAI é uma rede muito qualificada e, juntos, temos que fomentar a inovação para dinamizar nosso estado”.

O objetivo do Desafio SENAI + Indústria – Fase Pré-Acelera é capacitar estudantes para estarem aptos a validar ideia no mercado e desenvolverem um produto mínimo viável. De 166 projetos inscritos, 14 foram selecionados para participarem desta fase.

Workshops e palestras foram realizados para complementar o aprendizado dos alunos e ajudá-los a estruturar suas ideias, além de treinamento para exposição final dos produtos prototipados. Os estudantes se dedicaram por quatro meses nos espaços de coworking das unidades SENAI e dos FabLabs.

“Atuamos como protagonistas da transformação, qualificando profissionais capazes de atuar na indústria de hoje e na do futuro. Além de criar oportunidades para nossos jovens, ainda ajudamos a melhorar o ambiente de negócios do estado do Rio”, observou Alexandre dos Reis, superintendente do SESI e diretor regional do SENAI.



Adicionar Comentario

Espaço dedicado à Terceira Idade homenageia Manoel Brasil

  • PDF

Reafirmando em cada oportunidade que sua missão é reorganizar Cordeiro, o prefeito Luciano Batatinha disse novamente que aos poucos vai conseguindo atingir suas metas com garra e determinação. Dessa feita, a notícia boa foi oferecida aos integrantes da ‘melhor idade’, que na quinta-feira, 17, foram presenteados com um espaço específico idealizado pela Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos.

Numa cerimônia emocionante, testemunhada por um contingente expressivo de moradores, ao lado da vice-prefeita Maria Helena, de secretários de governo e vereadores, Batatinha entregou o Centro de Convivência da Terceira Idade Manoel Brasil, no bairro Rodolfo Gonçalves, que será uma espécie de ponto de apoio e encontro para os ‘jovens de outrora’, que encontrarão ações, orientações e atendimentos.

O nome da instituição homenageia o saudoso Manoel Brasil, ex-funcionário do CIEP Oswaldo Cruz, que nas horas vagas se dedicava aos serviços humanitários. Homem simples e correto, Brasil foi um dos fundadores da Escola de Samba Unidos do Rodolfo, uma de suas paixões – além do futebol e do Flamengo – pela qual dedicou 30 anos de sua vida. Falecido em 2011, aos 65 anos, seu legado recebeu o devido reconhecimento e a família aprovou a homenagem da municipalidade.

Representando a Câmara Municipal, os vereadores Robson Careca, Fabíola Bianchini e Beth do Postinho destacaram a importância da criação de um espaço voltado à terceira idade, parabenizaram o prefeito pela iniciativa e por enfatizar o trabalho de um cordeirense que tanto contribuiu com a cidade. Suas palavras foram avalizadas pela secretária de Assistência Social, Letícia Reis, que dividiu com sua equipe o sucesso de poder viabilizar um espaço especial para os idosos.

Ao lado da avó Alderiva, mãe do homenageado, e da esposa, o porta-voz da família de Manoel Brasil, seu filho Marckson Vinício, agradeceu o reconhecimento às ações do pai em vida. Logo depois, a vice-prefeita disse ser mais um passo dado pela Administração Municipal, dessa vez em favor dos idosos. “Temos profissionais desenvolvendo serviços de excelência no âmbito social. Isso se converterá em favor da terceira idade. Parabéns à família do Manoel Brasil”, disse Helena.

Amigo particular de Manoel Brasil e visivelmente comovido, tanto que paralisou seu discurso por conta da voz embargada, Luciano Batatinha lembrou ao lado da esposa Kilza passagens interessantes do velho companheiro e destacou a importância do momento. “Não tenho palavras. Brasil foi um ser humano excepcional, merecedor dessa honraria. Alem disso, cumprimos aqui mais um compromisso assumido”, destacou.



Adicionar Comentario

Deputado garante emenda de R$ 1 milhão para obras no bairro São Pedro, em Cantagalo

  • PDF

O deputado federal Zé Augusto Nalin (DEM) visitou o Município de Cantagalo na segunda feira, dia 14 de maio. O parlamentar visitou inicialmente o Sindicato Rural de Cantagalo, onde conversou acerca das dificuldades atuais enfrentadas pelos produtores rurais locais com o presidente da entidade, Elson Ferreira, comprometendo-se a envidar esforços no sentido de amparar ainda mais a atividade rural no estado do Rio de Janeiro.

Em seguida, cumprindo a agenda, o deputado reuniu-se por quase duas horas com o prefeito de Cantagalo, Guga de Paula, em reunião que contou ainda com a presença do vice prefeito Valdevino Zanon, do vereador Zé da Uta, do secretário de Governo, Eduardo Medeiros, e do advogado Fabricio Gaspar, responsável pela vinda do parlamentar à cidade.

Há algumas semanas, o Jornal da Região noticiou em primeira mão a visita de Fabricio Gaspar a Zé Augusto Nalin em Brasília, ocasião em que o deputado realizou a indicação do repasse de R$ 1.000.000,00 (hum milhão de reais) para aplicação em obras de infra estrutura urbana no município, via Ministério das Cidades. 

O prefeito Guga de Paula informou ao deputado Nalin que a verba já havia sido repassada ao Município devidamente licitada, destinando-se ao calçamento a pavimentação da via de acesso ao Bairro São Pedro, o que agradou imensamente ao parlamentar, não apenas pela seriedade e celeridade na aplicação da verba recebida, mas pela destinação a um dos mais necessitados bairros do centro da cidade. 

Após o encontro com o prefeito, Fabricio Gaspar levou o deputado ao local onde serão realizadas as obras de infraestrutura acima citadas. O deputado manifestou reiteradamente sua satisfação com a cidade e prometeu estar novamente em Cantagalo.



Adicionar Comentario

Jovens de Trajano são capacitados para atuarem como protetores dos parques

  • PDF

A Prefeitura de Trajano de Moraes em consonância com a Secretaria de Estado do Ambiente e o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) lançou o projeto de educação ambiental “Protetores dos Parques”. 

O objetivo é estimular o desenvolvimento e o fortalecimento de uma consciência crítica sobre a necessidade de conservação dessas três unidades de conservação contempladas pelo projeto.

De acordo com o secretário municipal de Meio Ambiente, Murilo Felix Portugal, o encontro realizado na cidade de Guapimirim, foi extremamente voltado para a capacitação de jovens entre 15 e 29 anos, moradores de comunidades situadas nas zonas de amortecimento dos Parques Estaduais da Lagoa do Açu, no Noroeste Fluminense; dos Três Picos, na Região Serrana do Rio; e do Desengano, no Norte Fluminense. “Trajano de Moraes claro, não ficou de fora dessa”, disse.

A capacitação abrangeu atividades de educação ambiental e arte-educação em moda e música, com oficinas do Ecomoda (confecção de roupas, bolsas e acessórios a partir da reutilização de restos de tecidos, jeans usados e etc.) e Funk Verde (percepção musical com instrumentos produzidos a partir do reaproveitamento de resíduos sólidos).

O pontapé inicial foi dado com a qualificação dos profissionais contratados nas áreas de gestão ambiental, moda, música e mobilização social. “Eles firam capacitados pela SEA e pelo Inea com aulas teóricas e oficinas de Ecomoda e Funk Verde, no Centro de Primatologia do Inea, em Guapimirim. Após a capacitação, eles irão ministrar as aulas para os jovens aprovados no processo seletivo para participação no curso do projeto Protetores dos Parques”, destacou Murilo.

Esses profissionais foram selecionados nas cidades de São João da Barra, Santa Maria Madalena, Trajano de Morais e Teresópolis onde haverá núcleos do projeto para capacitação dos jovens. 

“Essa qualificação, que é o nivelamento de linguagem desses profissionais. Após a capacitação, esses profissionais retornarão para suas cidades onde irão montar os núcleos físicos do projeto. Serão oito núcleos, sendo quatro em São João da Barra, dois em Teresópolis, um em Santa Maria Madalena e um em Trajano de Moraes”, ressaltou a gerente de Educação Ambiental do Inea, Ângela Canal.

Ao final do curso, os jovens apresentaram um plano de ação de intervenção local voltadas para o monitoramento e o controle do ambiente e para políticas públicas socioambientais. 

A expectativa é capacitar cerca de 160 jovens até fevereiro de 2019.



Adicionar Comentario

Pgina 7 de 375





Área exclusiva - Login

Notícias completas e versão digital exclusivas para assinantes

Informativo JR

Cadastre-se e fique bem informado