Colégio Zulmira Torres classifica em primeiro no Tapembol

  • PDF

O Colégio Estadual Maria Zulmira Torres, de Cantagalo, participou do projeto “ O Tapembol na minha escola”. Incentivados pelos professores Danielle Mulin e Vítor Dias, os alunos descobriram esta nova modalidade de esporte, que envolveu a todos, a ponto de o colégio ter sido escolhido como representante nacional da edição do projeto/2017.

“O colégio participou deste projeto - O tapembol em minha escola - , no qual os professores incentivaram os alunos a aprenderem esta nova modalidade de esporte. Depois, o colégio participou do concurso com outras escolas. Quem entrasse na página e curtisse, ajudava a propagar o esporte e dava uma força para o colégio... Fomos a escola com mais curtidas”, informou a professora Rafaela Mello.

 O Tapembol é um esporte de quadra, com seis componentes em cada time, onde o jogador utiliza uma mão aberta, dando um ou dois toques na bola, sem segurar e de forma alternada, com o objetivo de fazer gol no time adversário. Ele é praticado com uma bola própria para crianças e outra para adolescentes, no mesmo espaço utilizado para realização do futsal. A quadra possui ainda algumas particularidades, que são os pontos de vantagem (são quatro, ficando dois em cada linha lateral da defesa e dois no ataque, o qual é utilizado para cobranças de vantagens e trocas em substituições), a expansão da área (são as laterais esquerda e direita do gol, onde o goleiro atua como jogador, podendo dar até dois toques na bola) e a vantagem de área (cobrança feita por dois jogadores, na área, somente contra o goleiro), que dão características dinâmicas ao jogo.

As equipes são compostas por seis participantes de cada lado sendo classificados como um goleiro, dois na defesa, um central, um apoio direito e um apoio esquerdo. O tapembol é um jogo criado no espaço escolar, de forma coletiva, cuja maneira de vivenciar se baseia inicialmente em dar tapas na bola entre os participantes, trocando passes até o objetivo do gol. Outro fator característico do jogo, é que os fundamentos permitem somente até dois toques por vez, limitando em um ou dois o contato com a bola antes que ela seja passada para outro companheiro, fazendo com que cada um precise de todos, tornando ilimitada a participação efetiva de seus componentes. O jogo foi criado pelo professor de educação física Marco Aurélio Cândido Rocha.




Adicione essa página em sua rede social
Artigos Relacionados:

blog comments powered by Disqus

Área exclusiva - Login

Notícias completas e versão digital exclusivas para assinantes

Informativo JR

Cadastre-se e fique bem informado