Há 65 anos Garrincha jogava em Cantagalo

  • PDF

Ronald Vieira, atual morador de Nova Friburgo, mas que viveu em Cantagalo nos anos 1950 e 1960, hoje com 80 anos de idade, contou com detalhes a participação do jovem atleta Manuel Francisco dos Santos, conhecido como Mané Garrincha, na sua primeira partida pela equipe principal do Botafogo contra o time de Cantagalo, no dia 28 de junho de 1953, ou seja há 65 anos.

“Eu tinha 15 anos de idade, mas me lembro muito bem, quando o jovem, ainda desconhecido Garrincha entrou no segundo tempo da partida. Eu não imaginava que aquele jogador de pernas tortas iria fazer o que fez em campo. Ele entortou vários jogadores do Cantagalo com seus dribles”, garante Ronaldo Vieira, durante entrevista ao Jornal da Região, em sua residência em Nova Friburgo.

Outra curiosidade interessante envolvendo o atleta é com referência a seu nome. “Inicialmente ele chegou a ter dois apelidos; “Gualicho,” que era nome de um cavalo de corrida, que, aliás, Garrincha gostava de apostar. Já o nome de Garrincha, era em razão dele gostar de criar passarinhos. Mas o interessante, que este pássaro não é tão criado apesar de ser muito comum”, informa Ronald Vieira.

Naquela ocasião, o Cantagalo tinha um time muito bom, segundo Ronaldo Vieira, e ter sido este o motivo que levou a equipe do Botafogo jogar em Cantagalo, no Estádio Acúrcio Torres. A partida terminou com a vitória do Botafogo por 5 a 1. Os gols foram marcados por Ariosto, Orlando Vinhas, Geraldo e Jarbas; Osmar. A equipe do Botafogo jogou com Amaury, Orlando Maia e Floriano; Britto, Bulau e Calico; Garrincha (Jarbas), Geraldo, Ariosto, Orlando Vinhas (Rubinho Gomes) e Braguinha (Jorginho Santos). O técnico era Paulo Amaral.

A equipe do Cantagalo, segundo Ronald Vieira teria jogado com Zé Vieira, Flávio, Cleir, Ari Caldeira, Osmar, Aroldo (I), Aroldo (II), Alcides e Arley. “Era um timaço”, garante.

De origem humilde, com quinze irmãos na família, Manuel dos Santos era natural de Pau Grande, um distrito de Magé.Sua irmã o teria apelidado de Garrincha, fazendo uma associação com o pássaro de mesmo nome, muito comum na região.

Com quatorze anos de idade, começou a jogar no Esporte Clube Pau Grande e seu talento, já manifestado, despertou a atenção de Arati: um ex-jogador do Botafogo. Começou sua trajetória em um time de fábrica: Garrincha, que trabalhou na Companhia America Fabril Fábrica Pau Grande. Teve uma breve passagem pelo Serrano Foot Ball Club, time de Petrópolis. Após esta passagem pelo Serrano, foi treinar no time do Botafogo de Futebol e Regatas.





Adicione essa página em sua rede social
Artigos Relacionados:

blog comments powered by Disqus

Área exclusiva - Login

Notícias completas e versão digital exclusivas para assinantes

Informativo JR

Cadastre-se e fique bem informado