Geral

Empresas apoiam projeto ambiental em Friburgo

  • PDF

A EcoModas, que produz moda com responsabilidade ambiental, desenvolve um trabalho com reaproveitamento de cones vazios de linhas de costura industrial para cultivar árvores nativas da Mata Atlântica cujas mesmas são doadas para preservar nascentes e matas ciliares de Nova Friburgo. 

É de autoria da EcoModas também o Viveiro Educandário implantado no Parque Municipal Juarez Froté, em parceria com a prefeitura municipal, e que conta com a participação de algumas instituições que investem apoiando a iniciativa. 

Como os idealizadores desta iniciativa, Alex e Adriana Santos, que desde 2010 vem se empenhando pela causa sustentável em Nova Friburgo, é promover a consciência ambiental e incentivar a participação de todos em suas ações, eles resolveram buscar no “lixo” uma alternativa para se fazer as placas onde serão fixados os respectivos códigos dentro do Viveiro Educandário.

Foi tomando um café em uma das padarias da cidade que Alex enxergou uma possibilidade para fazer o reaproveitamento das colheres de acrílicos que são usadas para mexer o açúcar e cujas mesmas são descartadas logo após o seu uso.

Alex é responsável pela área de projetos e comunicação da EcoModas, recorreu ao proprietário deste empreendimento que se negou a juntar tal “lixo”, mesmo sabendo da sua finalidade ambiental. Segundo o proprietário da respectiva padaria, não haveria tempo para “isso” já que, semanalmente, são descartadas mais 1 mil unidades destas colheres.

Alex sentou com o secretário de Meio Ambiente de Nova Friburgo, Alexandre Sanglard, e sua equipe, e apresentou a ideia e a resposta desta tal padaria. Dalva Brust e Clécio Tuler, ambos do meio ambiente, receberam a aprovação de Alexandre para ativar alguns contatos e logo chegaram na Padaria Superpão que toparam de imediato participar desta iniciativa. Periodicamente, Alex, que inclusive já trabalhou na Superpão há mais de uma década, recolhe as colheres que são separadas pelos próprios funcionários da lanchonete. 

A equipe do meio ambiente também está implantando outros pontos de coleta pelas cafeterias de Nova Friburgo.



Adicionar Comentario

Rede de Agentes de Desenvolvimento Local

  • PDF

Servidores públicos de 12 municípios da Região Serrana reuniram-se em Nova Friburgo, no Hotel Bucsky, durante encontro da Rede de Agentes de Desenvolvimento (ADs) local. O evento serviu para apresentação de balanço, alinhamento das futuras iniciativas da equipe e como comemoração aos dois anos de existência do grupo de trabalho, que desenvolve ações em prol do desenvolvimento econômico regional. Além dos ADs, também estiveram presentes prefeitos, representantes da Jucerja, TCE, Anvisa, INEA, Corpo de Bombeiros e Sebrae/RJ.

De acordo com o coordenador da Rede de Agentes de Desenvolvimento local, Jorge Braz, em 2017 o grupo de trabalho já apresenta índice de 80% de metas atingidas, ou superadas, em relação às iniciativas que viabilizam o desenvolvimento regional pelo estímulo às atividades empreendedoras - através da desburocratização - e de promoção da utilização de recursos das Administrações Municipais em favor dos Pequenos Negócios - por meio das compras públicas. 

“Saímos de um cenário em que os municípios de nossa região trabalhavam de forma individualizada, ou desarticulada (quando tentavam trabalhar juntos), para atingimos os melhores resultados que uma Rede de ADs pode alcançar. E isso acontece depois de apenas dois anos de trabalho ininterrupto e muito empenho. Hoje, os municípios de nossa região atuam de forma estruturada, coordenada e organizada, em um ambiente extremamente colaborativo, de modo que essa parceria fortalece os Pequenos Negócios locais que compõem 99% da economia ativa de nossa região. O objetivo é que, através da Rede de ADs possamos conquistar, a cada ano, mais benefícios, o fortalecimento das parcerias, além de atingir metas cada vez maiores em favor da economia e da população local”, garantiu Jorge Braz, que também é secretário Municipal de Fazenda em Cantagalo.

No encontro da Rede de ADs, os municípios receberam do Sebrae/RJ um certificado simbólico em homenagem das iniciativas tomadas pelas prefeituras em prol do desenvolvimento econômico regional. Além disso houve palestras, painéis e debates de caráter técnico sobre modelos de desburocratização e simplificação de abertura, alteração e baixa de empresas que já foram implementadas em 11 municípios da região por meio da emissão de alvará online.

A Rede de Agentes de Desenvolvimento da Região Serrana, considerando Nova Friburgo e municípios do seu entorno, é a única do país que conseguiu que quase a totalidade das cidades que a compõem (11 de 12 no total) já estejam adequadas a cumprir o que determina a Lei Complementar nº 123/06, conhecida como Lei Geral da Micro e Pequena Empresa. A emissão de alvará online e as compras públicas são os dois principais instrumentos que contribuem para este cenário positivo de destaque nacional.

Entre os municípios que já cumprem o que determina a legislação em vigor estão: Cachoeiras de Macacu, Carmo, Cantagalo, Bom Jardim, Nova Friburgo, Macuco, Cordeiro, Duas Barras, Santa Maria Madalena, Sumidouro e Trajano de Moraes. A expectativa é que até o final do ano São Sebastião do Alto já esteja apta a cumprir o que determina a Lei Geral, integrando em definitivo a Rede de Agentes de Desenvolvimento.


Adicionar Comentario

Projeto “Médico na Escola” em Duas Barras

  • PDF
O município de Duas Barras recebeu dia 28 de junho diversas autoridades judiciárias para inaugurar o Projeto “ Médico na Escola”, além do prefeito Luiz Carlos Lutterback e seu vice Fabrício Lima, a juíza da comarca Maria do Carmo Padilha Gerk, nas dependências da Escola Municipal ex-Combatente Amancio Pinto para lançamento do projeto “Médico na Escola”.

O projeto que tem a frente às secretarias de Saúde, educação e  parcerias com a Defensoria Pública local , tem o objetivo de atender às crianças matriculadas na rede municipal de ensino, com um médico clínico que visita as escolas para diagnosticar necessidades e encaminhar demandas para profissionais habilitados.


As autoridades jurídicas elogiaram a sensibilidade de Marcelo Dias que desenvolveu com carinho o Projeto “ Médico na Escola”  que recebe apoio das autoridades de Duas Barras e nas palavras do chefe do executivo, Luiz Carlos deixou bem claro que seu município se orgulha de ter magistrados empenhados e desenvolvendo papéis importantes no desenvolvimento do ser humano.

Segundo a secretária de Educação, Albertina Tavares deixou bem claro que os bons trabalhos dos professores da rede municipal tem feito muita diferença  nas realizações de benefícios para os alunos, que o novo governo em seis meses de governo já vem avançando muito  e que projeto  inaugurado já trazia resultados relevantes, onde mais de 700 alunos já passaram por avaliações médicas.

Para o vice-prefeito o médico Fabrício Lima, as parcerias com o Executivo e Defensoria Pública, estava mostrando da seriedade do governo atual e os resultados começam  aparecer no dia-dia da comunidade bibarrense.” Acho muito importante o médico detectar algum problemas numa criança como dificuldade de enxergar entre outros, pois assim vamos cuidar com muito carinho encaminhando-o para um bom profissional.” Disse Fabrício, que também é médico no município.

O médico Orlando Garcia, que é responsável pelos exames clínicos dos alunos da rede escolar de Duas Barras, estava presente ao evento e foi muito cumprimentado pelos presentes e também pelas autoridades  dos diversos municípios da região.


Adicionar Comentario

Thalia Cavalcante é a nova Garota Cantagalo

  • PDF

Através de um emocionante desfile realizado durante a realização da festa dos Carecas, Thalia Cavalcante , foi eleita a nova representante do município de Cantagalo, a “Garota Cantagalo 2017”.

O Concurso Garota Cantagalo contou com 15 lindas participantes, entre elas: Andressa Ribeiro, Brenda Brandão, Dayane Vieira, Isadora Alvim, Isadora Moraes, Larissa Guzzo, Laysa Coutinho, Lais Oliveira, Laura Carvalho, Marcelle Senhorinho, Milena Muniz, Maria Eduarda, Thais Lima, Thalia Cavalcante e Vitória Teixeira.

Os quesitos julgados pelo corpo de jurados foram: beleza facial, beleza corporal, charme, elegância e simpatia. E fazendo parte do seleto corpo de jurados estiveram: Cláudia Nelly (pedagoga, pós graduada em planejamento e gestão educacional), Jaqueline Escrivani Nunes (advogada atuante na cidade/presidente da OAB/MULHER 26º subseção Cantagalo), Kaique Thomaz Barroso (fotógrafo especializado para agência de modelos), Kethelin Vila Nova (modelo cantagalense profissional)  e Margareth Zanon (licenciada em pedagogia pela Unirio. Pós-graduada em psicologia institucional pela Feap, pós Graduada em Psicopedacogia Clínica, cursou Pós-graduação MBA-Gestão Empreendedora com ênfase em graduação).

As cinco primeiras colocadas da noite foram contempladas com prêmiação, sendo a seguinte colocação do concurso: 1°Lugar – Thalia Cavalcante, 2° Lugar – Larissa Guzzo , 3° Lugar – Vitória Inácio, 4° Lugar – Thais Lima e  em 5° Lugar – Marcelle Sinhorinho. 
Destacamos que a disputa foi acirrada e todas as 15 candidatas foram muito elogiadas por todos e aclamadas pela público presente, que lotou a praça da matriz de Cantagalo. 

Esteve também presente para realizar a passagem da faixa oficial, Jennifer Lins, a ultima representante do município como Garota Cantagalo.



Adicionar Comentario

Campeonato Estadual de Kick Boxing tem campeões de Cordeiro

  • PDF
Foi realizado no município de Nova Iguaçu  o 9° Campeonato estadual de Kick Boxing e Muay Thai Fikam /Cbmtk. O atual presidente da entidade é Alexandre Ribeiro. 

 O evento contou com a presença da deputada federal Rosangela Gomes, representante do governo nesta competição oficial. Ainda tiveram a participação do árbitro do UFC Fabio Campos que é membro da Fikam. O evento contou também mesmo sendo estadual com a presença de atletas da Paraíba , São paulo e Minas Gerais, totalizando mais de cem atletas na competição. 

Representando o município de Cordeiro, estavam cinco atletas;  Max Felix, Pedro Stumpo  Ana Carolina, João Lucas e Victor araújo, que foram campeões em suas categorias de peso e idade modalidade.
 

O Pan tem a chancela da Wtka, parceira internacional da fikam cbmtk . O professor e atleta profissional, Leonardo Stumpo disputará o cinturão Panamericano, categoria low kick.
Adicionar Comentario

Ex- Alunos realizam encontro no Colégio Maria Zulmira Torres

  • PDF
Um encontro de ex-alunos do Colégio Maria Zulmira Torres foi realizado no dia 24 de junho, no próprio colégio. 

“A ideia do encontro surgiu no inicio do mês de março de 2017, quando ao passar pela praça de Cantagalo encontrei minha amiga do colégio Hetiene Bom. Após o encontro com Hetiene saí da praça com esse espirito de criarmos esse evento. Dali me dirigi ao Colégio Estadual Maria Zulmira Torres, onde conversei com Rosangela Gardelo e Catia Longo, que na mesma hora se colocaram a ajudar”, garante Pedro Gardelo, organizador do encontro.

Foram feitas pesquisas dos livros da época, onde tinha a relação de todos os nomes, das turmas 800 e 801, do ano de 1992.
Foi criado um grupo no Whatsapp com o seguinte: nome da turma de 1992 x Encontro, e assim fomos adicionando os alunos.



E no dia 24 de junho marcaram o encontro as 10 horas  da manhã no próprio Colégio Estadual Mara Zulmira Torres, pois foi ali que tudo começou. O colégio foi aberto para que os alunos pudessem visitar e ter as  lembranças do tempo de infância. “Muitas historias e recordações, passeamos por todo o colégio, entramos na sala de aula, tiramos fotos, tocamos a sineta, muitas lembranças, muita emoção, todos se emocionaram naqueles corredores, entrarmos na sala de aula, momento incrível. “, afirmou.

Depois dali todos os ex-alunos se dirigiram a casa de Pedro Gardelo, o anfitrião e lá passaram  um dia adorável e as historias não paravam.
“As lembranças, todos se sentindo adolescentes novamente, fizemos um delicioso churrasco, comemos feijoada e nos divertimos muito, durante o dia muitas fotos foram tiradas, fizemos uma quadrilha de ultima hora, depois um amigo oculto, e para finalizar cantamos parabéns para todos nós, pelo nossos 25 anos de termino da oitava série, enfim ,inesquecível foi a palavra usado por todos que estiveram, e que não estiveram no encontro, mas que acompanharam as fotos pelo nosso grupo”, afirmou entusiasmado o ex-aluno Pedro Gardelo. 

No encontro participaram alunos que hoje moram em diversos lugares como São Paulo, Rio de Janeiro, Niterói, Rio das Ostras, Macaé, Nova Friburgo, Macuco e Cantagalo.

Na ocasião apareceu no encontro a professora Angelica Braga, com o caderno de notas. “Mais um momento de grande emoção que todos tivemos”.
Total das duas turmas 56 alunos, compareceram ao evento 31 alunos.    

Na segunda-feira dia 26 de junho, o banner do evento foi doado ao Colégio Zulmira torres, entregue pelo aluno Pedro Gardelo a diretora do colégio, Rafaela Felix Garcia Mello. 

Nomes de todos os alunos da Turma 800 – 1992: Dalmo Wilson Ribeiro Neto – in memorian, Danielle Bittencourt Correa, Daniele Carvalho da Costa, Elisangela Ribeiro da Costa, Fabiano Anderson Bom Cunha da Silva, Flavia Miranda da Cruz, Gueillen Santos Silva, Gustavo Gonçalves Romero, Hetiene Bom Cunha, Ive Pinto Baptista Gonçalves, Karoline Pereira Guzzo, Laura Monnerat Richa, Leonardo Pontes Moraes, Maichael Rangel Silva Rosa Cabral, Melissa Oliveira Caetano, Manuelle Pereira de Oliveira, Paulo Cesar Rabelo Flores, Ronaldo Pinaud de Oliveira Filho, Samira Garcia de Oliveira, Tatiana de Andrade Paula
Nome de todos os alunos da Turma 801 – 1992: Adriana Ferreira Videira, Aline Oliveira Santana, Alissandra Lutterback Medeiros, Ariane Curty de Almeida, Bianca do Carmo Cardoso, Cleiver Marcio Mori de Freitas,  Daniele Costa Soares, Denelaine das Graças Cabral Agostinho, Eduardo Rosendo Gomes, Elisangela Esperança Nunes, Fabricio Palma Pinto, Flavio Carvalho Leite, Felipe Augusto Alencar Maia, Fernanda Miranda da Cruz, Gabriel de Paula Richa, Geovani Almeida de Menezes, Gisele Leite Gonçalves, Gladstone Santana Cruz, Gustavo Farah Noronha, Jaqueline da Silva Campanati, Jose Wanderson Nogueira, Joselina de Almeida, Karine Deberg Reis, Leonardo Basilio Silva, Marcio Ventura de Souza Carvalho, Martha Marina Costa Monteiro, Marcos Paulo Salles Gomes, Pedro Gardelo da Silva Neto, Raphael Pereira Hermsdorff, Regiane de Souza Silva, Roberta Cunha Muniz, Rodrigo Gonçalves Beauclair, Talita Munier da Silva, Thais Figueira Gomes, Tatiana Lutterback Farah, e Ubiratan Rodrigues França.



Adicionar Comentario

Delegacia Itinerante visita Monnerat

  • PDF
No dia 20 de junho, das 10 às  16h, a Delegada Titular Mariana Thomé, juntamente com a Equipe da 152 DP de Duas Barras, realizaram no Coreto da Praça de Monnerat, o primeiro atendimento do projeto “Delegacia Itinerante”.

Pela manhã, antes da realização da ação, a equipe esteve no estúdio da Rádio 94 fm, onde divulgaram o projeto e a atuação no distrito.
De acordo com a Unidade Policial, durante a realização do projeto foram passadas orientações à população, ressaltando a importância do Registro de Ocorrência. Na ocasião também foram feitas algumas ocorrências que serão inseridas no sistema Delegacia Legal.

Para o detetive Fábricio Barbosa Câmara, a iniciativa é de grande importância para a comunidade, pois, visa criar um novo canal de comunicação, principalmente com a população mais carente, que tem a oportunidade para se aproximar ainda mais da Instituição Policial e esclarecer suas dúvidas.



Adicionar Comentario

“As pessoas só conseguem dar valor a sua terra natal quando se afastam”

  • PDF
O jovem compositor, Josias Teixeira é natural de Boa Sorte, filho do maestro Joel Teixeira. Atualmente tem muitas músicas suas na voz de vários cantores gospel em todo o país. Recentemente, Josias Teixeira esteve em Boa Sorte visitando a família, e concedeu uma entrevista ao Jornal da Região, falando de sua carreira.

Jornal da Região (JR) - Você acha que recebeu o dom de Deus para evangelizar através da música?
Josias Teixeira (JT) - Eu acredito que toda dádiva, dom e tudo o que o homem tem, que gera vida, vem das mãos de Deus. Seja cantar, tocar, compor, até mesmo dom pra matemática e física, tudo isso vem de Deus, para a humanidade. Acredito que o despertar pra essa área - compor,  trabalhar na indústria evangélica, na área gospel, foi uma oportunidade que Deus deu a mim.  Ele Me inspira a fazer músicas, que tocam  o coração das pessoas, fico imensamente feliz e grato a Ele por isso. Música tem poder de penetrar e quebrantar o coração humano, e uma poderosa ferramenta  para evangelizar e com certeza veio do coração de Deus para mim.

JR - Você faz uma dupla com Junior Maciel
JT - Sim. Ter um parceiro de composições ajuda muito no processo de criação das canções, no sentido de que ganhamos uma maior riqueza musical (evita que o repertório fique “repetitivo”, deixando-o com maior singularidade). Também nos permite produzir em maior quantidade com qualidade, porque corrigimos um ao outro das tendências particulares na hora de criar, e isso dábeleza à obra.

JR - Como nasceu a primeira composição?
JT - Comecei quando eu recebia trabalhos com direcionamento para criação de Jingles - músicas com fim comercial, pra divulgar nas rádios e televisão. A partir da criação de jingles, comecei a ter o “feeling” e a idéia de começar a compor músicas também para cantores que me procuravam para produzir um CD, mas ainda não tinham um repertório completo, ou que ainda precisava de ajustes e correções. Há 10 - 15 anos atrás era dificil encontrar e adquirir composições nesta área. Hoje em dia, isso se tornou mais acessível.

JR - Qual foi a maior dificuldade que você já enfrentou no ramo da música?
JT - Eu acredito que a coisa mais dificil é a falta de reconhecimento do compositor. A mídia costuma focar bastante no artista (o intéprete), o qual acaba ficando com todos os méritos, e o público  nem sequer sabe quem foi o criador da obra. Isso é muito comum de ocorrer. A mídia não tem interesse em divulgar o compositor. Por exemplo, as vezes você encontra as letras na internet, mas não encontra e não se sabe quem foi o autor da música.
Uma outra dificuldade que vejo, por consequência do anonimato e a falta de reconhecimento, é o pagamento dos direitos autorais. Percebo que esse sistema é muito precário aqui no Brasil. Existe muita dificuldade de conseguir o retorno e a capitalização de sua obras, principalmente por parte das rádios e plataformas digitais. Pagam os artistas e as gravadoras, mas muitas vezes não repassam para os compositores das músicas.

JR - vocês também escrevem canções com a cantora Léa Mendonça, o que essa parceria representa pra você?
JT - A pastora Léa é uma parceira nossa, que teve início quando ela nos procurou em busca de músicas para o seu repertório que estava montando na época. Durante  a troca de idéias, ela mencionou que tinha muitas letras que precisam de musicar. O fato de eu e o Júnior acrescentarmos a melodia as suas letras, ajudou a enriquecer o repertório dela. E foi a partir disso que surgiu a nossa parceria. Gostamos muito de trabalhar com ela.

JR - Existe alguém que ainda não gravou e você gostariam que gravasse?
JT - Hoje, praticamente muitos artistas de ponta (de Damares, Cassiane, Aline) já gravaram alguma música nossa. Mas por exemplo, Fernandinho, ainda não tivemos a oportunidade de trocar idéia e apresentar músicas nossas, no estilo dele, para gravar. Também tem alguns padres, que cantam muito bem e que admiramos, como o Fábio de Melo, Marcelo Rossi, os quais são muito populares, artistas que atingem uma grande massa do publico brasileiro, mas que ainda não conseguimos atingir e apresentar boas obra para eles. A última cantora católica que gravou uma música nossa foi a Adriana, que inclusive produziu um Live Session recentemente, cantando a música “O Menor Da Casa” de nossa autoria. Isso abre uma oportunidade do padre Fábio de Melo fazer uma parceria com ela.

JR - Atualmente vocês vivem apenas de música ou exercem outra atividade?
JT - Hoje em dia praticamente vivo de música, mas atualmente estamos caminhando e nos voltando para as mídias e plataformas digitais e sociais (YouTube, Facebook..), porque o CD físico - a mídia física no geral - já está com os seus dias contados, tendo em vista que a nova geração e a maioria das pessoas estão consumindo e acompanhando a música através dessas plataformas. Percebemos que uma das dificuldades que os artistas enfrentam, quando concluímos a produção de áudio; é o que fazer logo em seguida com o disco em mãos - como fazer para o público conhecer o seu trabalho? Em razão disso, enxergamos uma nova porta: a produção e edição de vídeos - como live sessions e vídeo clips - para divulgação das músicas e CD do artista. Eu e Junior estamos estendendo o trabalho para essa nova área, incluindo meus filhos Kevin e May-ttê, que estão se preparando conosco para área de fotografia, filmagem e edição de vídeo para que consigamos montar um trabalho completo para o artista. Hoje em dia não basta apenas ter o disco em mãos, é necessário saber expor isso nas mídias sociais - através da imagem e vídeo e todo meio de marketing digital.

JR - Fale alguma coisa da sua terra natal.
JT - As pessoas só dão valor à a sua terra natal quando se afastam. Cidade grande te dá um leque de oportunidades e até maior possibilidade financeira, mas tem muito ruído e muito estresse que está adoecendo às pessoas; e é ai que notamos. A vida pede paz, calma, a  natureza, precisa de tempo para respirar, longe da correria desses tempos. Quando eu vou a Boa Sorte, consigo notar essa grande diferença;você consegue se reconectar com seu interior repensar na vida e no que realmente importa. Boa Sorte é um pedacinho do paraíso, me faz bem está aqui com minha gente.




Adicionar Comentario

Pgina 1 de 391

Área exclusiva - Login

Notícias completas e versão digital exclusivas para assinantes

Informativo JR

Cadastre-se e fique bem informado