Geral

Sílvio Marini diz que JR é o veículo de comunicação dos produtores

  • PDF

Vários segmentos da sociedade estiveram reunidos na festa dos 25 anos do JORNAL DA REGIÃO, segunda-feira passada, 3 de outubro, no Aldeia Hotel Fazenda, em Cantagalo.

Para ler a notícia completa, faça seu login

Ibama inaugura seu espaço cultural em Friburgo

  • PDF

O Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) de Nova Friburgo vai inaugurar, dia 18 de outubro, às 17 h, o seu Espaço Cultural, com uma palestra sobre o tema ‘A Antártica, o Brasil e as Mudanças Ambientais Globais’, que será proferida pela geógrafa Rosemary Vieira, professora da Universidade Federal Fluminense (UFF) e integrante da primeira expedição brasileira ao manto de gelo da Antártica Ocidental. A palestra é franqueada ao público em geral interessado no tema. O evento contará com a presença do superintendente do Ibama do Rio de Janeiro, Adílson Gil.

O espaço cultural contou com parceria da empresa Stam Metalúrgica, que doou 30 cadeiras universitárias, um notebook e um datashow. Além da sala de palestras, o espaço contará com uma biblioteca com publicações do Ibama NF e trabalhos direcionados para questões ambientais, que poderá ser consultado pelo público em horários futuramente estabelecidos.

O Espaço Cultural fica na sede do Ibama Nova Friburgo, na Rua Dr. Santos Werneck, 8, no Centro.

Adicionar Comentario

Polo de Cantagalo é responsável por 8% da produção nacional de cimento

  • PDF

O Polo Cimenteiro de Cantagalo, que conta com três grandes indústrias – Votorantim, Lafarge e Holcim –, é responsável por 8% da produção nacional de cimento e por 100% de todo o cimento consumido no estado do Rio de Janeiro, que ainda importa o produto de outros estados para suprir a demanda. Isto é estratégico para a região, pois indica que, apenas no estado do Rio, ainda há demanda suficiente para aumento da produção.

Para ler a notícia completa, faça seu login

Pela quarta vez seguida, Álvaro Figueiredo vence Concurso Leiteiro de Boa Sorte

  • PDF

Mais uma vez, o produtor rural Álvaro Luís Pinto de Figueiredo conquista prêmio no Concurso Leiteiro de Boa Sorte. Desta vez, a sua vaca “Deise” conquistou o primeiro lugar no concurso leiteiro deste ano, na categoria 30 kg. O proprietário recebeu um prêmio no valor de R$ 1,7 mil mais troféu. Para ler a notícia completa, faça seu login

Unidade dos Bombeiros será construída no trevo de Manoel de Moraes

  • PDF

 

Grupamento servirá a três cidades: Madalena, Trajano de Moraes e São Sebastião do Alto

Os secretários estaduais de Desenvolvimento Regional, Felipe Peixoto, e de Defesa Civil, Sérgio Simões, estiveram, no último dia 16 de setembro, em Macuco, para apresentar às autoridades de Bom Jardim, Cordeiro, Macuco, Santa Maria Madalena, São Sebastião do Alto e Trajano de Moraes o projeto de construção de uma nova unidade do Corpo de Bombeiros. Para ler a notícia completa, faça seu login

MP-RJ quer ações preventivas em rodovias

  • PDF

O Departamento de Estradas de Rodagem do Estado do Rio de Janeiro (DER-RJ) está analisando as medidas que serão tomadas em atendimento à recomendação do Ministério Público Estadual quanto à adoção de ações preventivas nas rodovias da região serrana fluminense.

O promotor André Dickstein disse à Agência Brasil que a recomendação foi fundamentada em estudos feitos pelo Serviço Geológico do estado (DRM-RJ) e determina que o órgão responsável pelas rodovias estaduais adote medidas que minimizem os riscos de deslizamentos de terra decorrentes da enxurrada registrada em janeiro deste ano, que devastou nove municípios serranos.

“Por causa dessa catástrofe climática, abriram-se várias feridas nas encostas. E hoje, uma chuva forte já servirá para ocasionar novos deslizamentos. Diante dessa situação, é preciso adotar medidas de minimização de riscos, para proteção da população”, disse o promotor. As medidas preventivas referem-se, em especial, às rodovias RJ-130 (Teresópolis-Nova Friburgo) e RJ-150 (Nova Friburgo-Bom Jardim).

Dickstein declarou que o ideal seria a contenção das encostas. Reconheceu, entretanto, que como as medidas apresentam elevado custo e são de longo prazo, não há mais tempo hábil de serem feitas antes do período das chuvas, que começa em outubro próximo. “Então, não sendo possível a contenção das encostas, é preciso adotar medidas de minimização dos riscos, recomendadas pelo Serviço Geológico do Rio de Janeiro”.

O documento, encaminhado ao DER-RJ pelos promotores das 1ª e 2ª promotorias de Justiça de Tutela Coletiva de Nova Friburgo, define o prazo de dez dias para que o órgão informe as medidas que serão executadas e o cronograma de implantação. O prazo expira no dia 19 deste mês.

Adicionar Comentario

Confecções empregam mais de 25 mil na região

  • PDF


Um dos setores que mais empregam na região, sem dúvida é o têxtil, com destaque para as confecções de moda íntima. Atualmente, são mais de 25 mil pessoas empregadas nos municípios que fazem parte do Polo de Moda Íntima de Nova Friburgo e Região, que engloba, além de Nova Friburgo, os municípios de Cantagalo (incluindo o distrito de Santa Rita da Floresta), Cordeiro, Bom Jardim, Macuco e Duas Barras.

A informação foi passada a cerca de 50 estudantes do 9º ano do ensino fundamental das quatro escolas de Cantagalo que participam do projeto ‘Despertar’, promovido pela Lafarge, controladora da fábrica de cimento Mauá, em parceria com as secretarias municipais de Educação de Cantagalo, Cordeiro e Macuco, das quais duas da rede municipal – Elestar Caetano Mendes, de Euclidelândia, terceiro distrito, e Cel. Manoel Marcelino de Paula, de São Sebastião do Paraíba, quarto distrito –, uma da rede estadual – Dr. Francisco Leite Teixeira, de Santa Rita da Floresta, segundo distrito – e uma da rede particular – Colégio Euclides da Cunha, do Centro da cidade.

Quarta-feira, 21 de setembro, no auditório do Ciep 277 - João Nicolau Filho, foi realizada a palestra de setembro, que abordou o setor têxtil. O palestrante convidado foi o consultor de empresas Rosemberg Mafort Leite, especialista na área técnica de confecção de moda íntima. Ele também destacou que o mercado ainda é muito carente de mão de obra, especialmente de costureiras. “Apesar dos cursos que vêm sendo ministrados nas cidades envolvidas, a oferta de vagas é bem superior à oferta de profissionais”, disse, esclarecendo aos alunos que a região está cheia de oportunidades na área, tanto para quem quer trabalhar com confecção quanto para aqueles que pensam em se tornar empresário do ramo.

O projeto ‘Despertar’, que teve início em março, terá duração de dez meses, com um encontro por mês em cada um dos três municípios – Cantagalo, Cordeiro e Macuco. O principal objetivo é despertar o interesse justamente nas classes onde se encontram os jovens que precisam começar a pensar no que vão ser daqui a poucos anos. “A proposta, como diz o próprio projeto, é despertar os jovens para suas vocações pessoal e profissional, levando em consideração as oportunidades atuais do mercado de trabalho na própria região”, explicou a professora Luíza Fontão, da Secretaria de Educação de Cantagalo, e que integra a comissão da Lafarge para gerenciamento do projeto.

De acordo com o palestrante, o setor de confecção tem muito a oferecer aos jovens em áreas como desenvolvimento de produtos, produção, recursos humanos, financeira e técnicas como estilismo ou modelismo, costura, entre outras. “O importante é mostrar que este, como outros setores, oferecem oportunidades de trabalho e crescimento profissional, bastando que se qualifique, que se prepare para o mercado”, destacou o palestrante.

Durante a explanação, Rosemberg Mafort Leite também falou um pouco da história do setor têxtil da região, que teve início em Nova Friburgo com a implantação da Fábrica Filó, que começou a operar em 1925.

Na década de 1970, a Filó teve suas ações vendidas para a alemã Triumph International, uma empresa transnacional com filiais em todos os continentes, extinguindo, em 2000, com a linha praia, dispensando 400 postos de trabalho. “Cheguei a trabalhar um bom tempo na Triumph, onde aprendi muito”, disse o palestrante, como que motivando os alunos com o seu exemplo. Inclusive, a Triumph International de Nova Friburgo é, segundo Rosemberg Leite, a única do grupo alemão nas Américas, apesar de a empresa ser uma das maiores do mundo e contar com fábricas e centros distribuidores (filiais e ou  representantes) em 125 países.


Adicionar Comentario

Noite de autógrafos marca lançamento do segundo livro de Cássia Ravena

  • PDF

 

Contando com apoio da Secretaria de Educação, a professora e escritora Cássia Ravena Mulin de Assis Medel lançou, na última sexta-feira, 23 de setembro, na sede da Sociedade Musical 15 de Novembro, em Cantagalo, o segundo livro de sua carreira como escritora – Educação Infantil: da Construção do Ambiente às Práticas Pedagógicas’ –, lançado pela Editora Vozes (com custo no mercado de R$ 29), uma das maiores do país. Em setembro, Cássia Ravena esteve participando da Bienal do Livro do Rio.

Cássia Ravena, que nasceu em Bom Jardim, mas foi registrada e sempre viveu em Cantagalo, conta que deu início à sua carreira de escritora em 2006. “Escrevia artigos sobre educação, que foram e ainda são publicados em sites na internet no Brasil, México, Espanha e Portugal”, diz. No último levantamento realizado, a autora contava com artigos publicados em mais de 65 sites e blogs.

O livro, de acordo com a escritora, “tem como objetivo levar às instituições de ensino que possuem a Educação Infantil e aos profissionais que atuam na área a convicção de que é possível realizar trabalho de qualidade com crianças de 0 a 6 anos, obtendo-se resultados produtivos e positivos, sendo desenvolvido de maneira organizada e prazerosa”. Ela explica que, no trabalho, aborda “desde o espaço físico, isto é, o ambiente adequado para o desenvolvimento do trabalho realizado com as crianças, até as práticas pedagógicas, incluindo trabalho com cantinhos de aprendizagem, motricidade para o desenvolvimento corporal”, entre outras coisas.

Para profissionais do setor, e por isso o livro já entrou em várias listas de sugestões bibliográficas, principalmente de concursos públicos pelo país, o que faz a diferença no trabalho de Cássia Ravena é o fato de ela não se prender apenas a questões teóricas, mas incluir sugestões práticas que podem, facilmente, ser utilizadas em salas de aula de Educação Infantil, muitas vezes utilizando a criatividade. Isso também é fruto da experiência da professora, que também já foi sócia-proprietária, junto ao marido, José Antônio Medel Sepúlveda, e à mãe, a também professora Maria Marlena Mulin de Assis, de um jardim-escola, que funcionou por dez anos, no Centro de Cantagalo.

 

Adicionar Comentario

Pgina 395 de 397

Área exclusiva - Login

Notícias completas e versão digital exclusivas para assinantes

Informativo JR

Cadastre-se e fique bem informado