Geral

Rogéria ganha livro contando sua história

  • PDF
O cantagalense Astolfo Barroso Pinto, mais conhecido como Rogéria, cuja trajetória acaba de virar uma biografia autorizada, daquelas que contam com a anuência do biografado, foi tema de matéria no jornal ‘El País’, na França.

Rogéria assegura que o Brasil dos anos 1960, época em que ela se fez artista, era o melhor lugar do mundo para ser travesti. “Para essas pessoas que querem desgraça, eu respondo: ‘você não conhece o meu dossiê? Não sabe que eu batia nos garotos de pequena e que os shows e os travestis mais chiques eram daqui, deste país?”.

É apenas mais uma das provocações dessa senhora de 73 anos, vaidosa, divertida e religiosa, que nasceu Astolfo Barroso Pinto, em Cantagalo. E que, por mais que tenha vivido mil aventuras em pele feminina, Astolfo, ela garante, nunca deixou de ser. ‘Rogéria - uma mulher e mais um pouco’, foi lançada pela editora Sextante, em outubro de 2016. A biografia foi escrita por Márcio Paschoal, amigo e vizinho de Rogéria no bairro carioca do Leme.

Rogéria nunca foi presa nem teve de fugir do país. Em lugar disso, conquistou, em 1979, como atriz, ao lado de Grande Otelo em ‘O desembestado’, o Troféu Mambembe – importante prêmio, já finado, criado em 1977 pelo Ministério de Cultura com o objetivo de distinguir a produção cultural do eixo Rio-São Paulo. 

Astolfinho – seu apelido de infância – se vestiu pela primeira vez de mulher aos 14 anos no Carnaval de 1957. Em casa, onde cresceu longe do pai, ganhou bronca da mãe não por usar roupas femininas, mas por deixar-se ver. Até que a família, que sempre viu em Astolfinho um artista, acostumou-se ao futuro, que começaria a chegar quando ele se fez maquiador na extinta TV Rio, em 1964. 

Do sucesso na noite carioca, Rogéria, que longe dos holofotes ainda não se vestia de mulher, fez as malas nos anos 1970 para perseguir o estrelato fora do país. Passou por Angola, Moçambique, Estados Unidos e Espanha – onde, para trabalhar, queriam que ela fizesse a operação de mudança de sexo, que ela nunca fez –, até chegar à França em 1971. 

Na França, Rogéria aprendeu muito com a travesti Chou-Chou, que foi uma espécie de madrinha para ela, com quem trabalhava na noite parisiense e dividia apartamento. Da amiga, que tinha mania de comprar roupas, levou boas dicas, mas nada comparado às lições que recebeu da mãe, dona Eloah, inclusive sobre a “arte” de ser mulher. 

Rogéria conta que Eloah a “aceitava completamente”, e por esse elo afetivo tão sólido teve mais do que o espetáculo para se firmar na vida. 

É por essa convicção que a travesti ícone das travestis brasileiras passa ao largo da militância LGBT. Rogéria prefere repousar no abraço das velhinhas que encontra no Leme, das mães e avós que a assistem em novelas e programas de auditório, e também, na medida do possível, agradar as colegas de profissão, as amigas e inclusive as inimigas. 

Enquanto traz de volta as conquistas do passado, Rogéria também faz projetos. 

Além de ter lançado a biografia no fim de 2016, ela atuou no documentário ‘Divinas divas’, dirigido por Leandra Leal e previsto para estrear neste primeiro semestre. Também continua fazendo shows e dando palestras esporadicamente, enquanto sonha com um filme de ficção sobre sua vida, para o qual ainda não consegue pensar em uma atriz para o papel principal. É um personagem difícil, afinal. “Nasci homossexual, nunca fiquei em armário, não acredito em opção sexual e sempre me posicionei contra qualquer tipo de hipocrisia. Tem gente de movimento gay que não gosta de algumas coisas que digo, mas, para esses, eu falo que, antes de eles chegarem, já existia Rogéria, meu amor”.

Promessa de museu para Rogéria

Ator transformista, cantor, dançarino, enfim, um artista completo, Rogéria, nome artístico adotado pelo cantagalense Astolfo Barroso Pinto, teve uma promessa de um museu dentro do Centro Cultural Professora Amélia Thomaz. Isso foi anunciado pelo então prefeito de Cantagalo, Guga de Paula, quando participava de show beneficente da artista realizado em Cantagalo em 2011.

– O que queremos é reconhecer a sua importância cultural não só para Cantagalo, mas para o Brasil e o mundo. Nesse local, queremos reservar um espaço para o museu de Rogéria, onde teremos vários objetos seus, a história de sua carreira, sua trajetória artística e objetos pessoais, como as belas roupas que usa nas suas apresentações ao longo de todo esse tempo – disse Guga de Paula a Rogéria, na época. 

As obras de construção do Centro Cultural de Cantagalo estão se arrastando há vários anos, pois houve um problema com a empresa que venceu a licitação, e não terminou a obra. Com isso, a homenagem que seria prestada a Rogéria está engavetada.
Existe uma expectativa que com o retorno do prefeito Guga de Paula ao poder, ele possa concluir as obras do Centro Cultural, e criar o Museu para Rogéria, prestando uma homenagem merecida a um cantagalense ainda vivo.






Adicionar Comentario

Prefeitura de Carmo tem conta bloqueada

  • PDF
A situação em algumas cidades do estado do Rio de Janeiro continua complicada para alguns prefeitos que assumiram seus mandatos, tudo isso em razão da crise financeira do país e também pela má administração dos gestores anteriores.
As prefeituras de Belford Roxo, Cabo Frio, Carmo, Sapucaia e Três Rios foram as que tiveram contas bloqueadas. 

Na cidade de Carmo, o prefeito César Ladeira foi reeleito, mas aconteceu uma coisa inusitada, admitida por ele mesmo nas redes sociais. Com problemas do não recolhimento de INSS, FGTS, Pasep e outros compromissos, a Prefeitura de Carmo teve suas contas bloqueadas no dia 13 de dezembro de 2016.

– Sobre a nota que está circulando na internet referente ao bloqueio da conta, só fui informado ontem (10/01). Neste momento, estou na Receita Federal de Nova Friburgo para resolver esta pendência. Desde já agradeço aos meios de comunicação por esta informação, pois mesmo sendo prefeito, infelizmente não estamos em todos os lugares ao mesmo tempo, pois cada setor tem o seu responsável em controlar a sua pasta e nos passar informações. As providências estão sendo tomadas – garantiu César Ladeira através de seu perfil numa rede social.

Duas cidades – Sapucaia e Carmo – tiveram seus repasses, principalmente o Fundo de Participação dos Municípios (FPM) bloqueados. Com isso, o salário do mês de dezembro de 2016 está sendo pago com atrasos pequenos, conforme informaram as prefeituras.
O prefeito de Carmo, César Ladeira, durante entrevista à TV Interativa, ao repórter Adriano Teixeira, explicou o que aconteceu com o bloqueio das contas da Prefeitura. Segundo ele, o dia de pagamento dos servidores será normalizado.

Ele explicou que a ata que a Câmara Municipal teria que fazer para a posse dos novos governantes demorou um pouco, mas também as mudanças nas senhas que os bancos exigem demorou também, coisa até compreensível no início de um mandato, mesmo sendo um prefeito reeleito, justificando também o atraso de pagamento dos servidores municipais.

Quanto ao bloqueio dos recursos da Prefeitura, ele explicou: “foi somente de uma conta, onde cai parte do Fundo de Participação dos Municípios, por conta de um resíduo do Pasep, que já estamos resolvendo”, garantiu o prefeito César Ladeira, que admitiu que não sabia do débito, mas que funcionário da Prefeitura já recebia.



Adicionar Comentario

Modelo cantagalense viaja para a Itália, onde ficará três meses

  • PDF
Kethelin Vila Nova nasceu em Euclidelândia, distrito de Cantagalo e fez seu primeiro desfile na Argentina.

JORNAL DA REGIÃO (JR) – Quando sonhou em ser modelo? Onde foi seu primeiro desfile e com que idade?

Kethelin Vila Nova (KVN) – Meu sonho em ser modelo começou quando eu ainda era bem novinha. Sempre gostei de olhar os desfiles e sempre foi um mundo que me encantava muito. Meu primeiro desfile profissional foi em Buenos Aires, na Argentina, em 2015. Ainda tinha 17 anos e foi a minha primeira experiência como modelo.

JR – Como é a carreira de modelo? Quais os tipos de trabalho?

KVN – É bem agitada, difícil, vamos aprendendo aos poucos a ser uma boa profissional, mas, como toda carreira, existem muitos desafios para nos tornarmos uma boa modelo. Nós, modelos, costumamos fazer campanhas para marcas de roupas, desfiles, incluindo o fashion week, showroom, apresentações, tudo depende do tipo do seu perfil (comercial ou fashion).

JR – Quais os países que já conheceu?

KVN – Conheci a Argentina, em 2015, para onde acabei voltando em 2016, além de Espanha (Barcelona) e Alemanha.

JR – Por que você vai viajar para a Itália? Quanto tempo deve ficar por lá?

KVN – A Itália é uma das três capitais da moda, onde podemos conhecer as grandes marcas e conseguir crescer na carreira de modelo. Existem muitos trabalhos por lá, mas também existe muita competição, exatamente por ser um dos lugares mais desejados das modelos. Vou ficar por três meses (uma temporada).

JR – Você tem uma agência que cuida de sua carreira?

KVN – Sim, tenho o que chamamos de “agência mãe”. Ela cuida de todo o meu internacional e dos meus contratos. Hoje, trabalho com Marcos Puga, que era assistente do John Casablancas antes do seu falecimento.

JR – Hoje, você está com quantos anos? E o que almeja da vida pessoal e profissional?

KVN – Estou com 19 anos, almejo crescer na carreira e conseguir ser uma boa profissional na minha área, sempre crescendo, para poder dar uma vida melhor para mim e a minha família.

JR – Você estudou em qual colégio em Cantagalo e até que série?

KVN – Estudei no Colégio Estadual Conde de Nova Friburgo, em Euclidelandia, que é onde moro. Completei os ensinos fundamental e médio no mesmo lugar.

JR – Quais são suas preferências: músicas, esporte e modelo que admira?

KVN – Sou bem eclética quando o assunto é música, mas amo sertanejo, gosto de jogar vôlei, que é, sem dúvida, o meu esporte favorito. Admiro muito a modelo Candice Swanepoel, creio que é uma das minhas preferidas e também a brasileira Alessandra Ambrósio.

JR – É difícil ser modelo no Brasil? A sua carreira já está internacional? Já está ganhando muito dinheiro?

KVN – É um pouco difícil, porque o mercado é muito limitado, tendo mais trabalhos em São Paulo, onde vivem muitas modelos que acabaram de começar na carreira. Sim, já sou internacional, mas ainda sou uma new face (um rosto novo no mercado da moda). No começo, é difícil ganhar bastante dinheiro, mas as coisas melhoram com o tempo e, quanto mais experiência, maior o seu cachê.

JR – Qual o conselho que você daria para uma jovem que queira seguir a carreira de modelo?

KVN – Meu conselho é para nunca desistir do seu sonho, independentemente do quanto pareça difícil ou impossível. Depois de cada não, pode ter chegado a hora de receber um sim. Então, aconselho a continuar lutando e não desanimar, porque seu sonho só se torna impossível se você deixar que isso aconteça.



Adicionar Comentario

Tribunal de Contas faz auditorias especiais em municípios que decretaram calamidade financeira

  • PDF

Na região, os municípios de São Sebastião do Alto e Cordeiro, foram os primeiros a decretarem estado de calamidade financeira. 

Equipes do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ) iniciaram inspeções especiais em municípios que decretaram estado de calamidade financeira. O objetivo é fazer um levantamento da real situação de cada um e verificar se as medidas tomadas foram necessárias e se estão levando em conta os preceitos legais e administrativos. As primeiras auditorias estão sendo realizadas nos municípios de Belford Roxo, Mesquita, Nova Iguaçu, Petrópolis e São Gonçalo. 

O estado de calamidade financeira, que vem sendo decretado por prefeitos de diversos municípios fluminenses, como tentativa de reduzir problemas de falta de recursos, será um dos temas abordados em encontro que o TCE-RJ promoverá em sua sede, com prefeitos e presidentes de Câmaras Municipais. Fora a capital, representantes dos 91 municípios fluminenses foram convidados. O encontro técnico “Orientação aos novos gestores municipais em tempos de crise” visa a colaborar com os gestores que assumiram este ano, com orientações gerais sobre os procedimentos que devem ser observados durante a gestão para atendimento das normais legais que são verificadas nas prestações de contas. Também será momento para esclarecimento de dúvidas sobre a legalidade e a eficácia de medidas extraordinárias, considerando o atual momento de grave crise financeira por que passa o Estado, mas que necessariamente precisam estar de acordo com as normas legais.

O contato com os novos prefeitos e presidentes de Câmaras será a primeira atividade do TCE-RJ para orientação aos gestores e terá continuidade ao longo do ano, com a realização de um curso na Escola de Contas e Gestão, em março, e de diversos outros eventos de apoio às administrações municipais, incluindo uma programação itinerante, que percorrerá todas as regiões do Estado. Com estes encontros, o tribunal garante aos gestores condições de prestarem contas de seus atos corretamente, dentro dos princípios da legalidade e da transparência.




Adicionar Comentario

Fórum de Gestores de Cultura da Região Serrana

  • PDF

Nova Friburgo sediou dia 17, o primeiro encontro de 2017 do Fórum de Gestores de Cultura da Região Serrana. A reunião aconteceu no Teatro Municipal Laercio Ventura, no Suspiro, e contou com a presença de representantes das secretarias de Cultura de Nova Friburgo, Teresópolis, Petrópolis, Cantagalo, Cordeiro e Bom Jardim.

O Fórum de Gestores de Cultura da Região Serrana existe desde 2010 e surgiu a partir de um encontro com representantes da Secretaria de Estado de Cultura, que sugeriram que os gestores culturais da Região Serrana se unissem a fim de centralizar as demandas e aumentar a representatividade do grupo no estado. As reuniões são itinerantes e realizadas mensalmente.

“O Fórum vem para fortalecer toda uma política cultural. Nosso trabalho é o de tentar integrar culturalmente a Região Serrana, através de uma ajuda mútua dos municípios. Ao longo desses anos fortalecemos todos os sistemas municipais de cultura promovendo palestras e seminários. Temos um projeto que já encaminhamos duas vezes ao Ministério da Cultura que trata da circulação da produção cultural dentro da própria região.” – declarou Nara Zeitune, conselheira representante da Região Serrana no Conselho Estadual de Cultura e Coordenadora de Projetos da Secretaria de Cultura de Teresópolis.

Além de fomentar a cultura em Nova Friburgo e na Região Serrana, o grande objetivo dos gestores culturais é o de ampliar esse horizonte e tratar da questão a nível nacional.

“Nossa intenção é criar um diálogo e abrir caminhos para que possamos, através da Secretaria de Cultura de Nova Friburgo e desse grupo de 15 cidades, criar o 4º Consórcio de Cultura do Brasil na nossa região, que é muita rica, com muitos artistas, grupos musicais, de artes plásticas, de todas as áreas.” – projetou Marcos Marins, secretário de Cultura de Nova Friburgo e anfitrião do encontro desta terça-feira, 17.

O Fórum de Gestores de Cultura da Região Serrana engloba 15 município da região. São eles: Nova Friburgo, Teresópolis, Petrópolis, Cantagalo, Macuco, Santa Maria Madalena, São Sebastião do Alto, São José do Vale do Rio Preto, Sumidouro, Guapimirim, Trajano de Morais, Duas Barras, Bom Jardim, Cordeiro e Areal.





Adicionar Comentario

Sorteio de prêmios da CDL movimenta comércio de Cordeiro

  • PDF

 “Trata-se de um trabalho executado por profissionais competentes, cujos resultados finais são o aquecimento da economia, a valorização do comércio cordeirense e a alegria das pessoas pela excelente premiação”. Assim, o prefeito de Cordeiro, Luciano Batatinha, definiu a verdadeira festa da qual participou, na última sexta-feira, 6, ao lado de sua vice-prefeita, Maria Helena, na praça Coronel Antônio Pinto.


Realizado anualmente, o Sorteio de Prêmios é uma ação que já faz parte do Calendário Oficial de Eventos de Cordeiro, cuja festa acontece sempre no centro da cidade, sob coordenação da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL/Cantagalo-Cordeiro), oportunizando aos consumidores concorrer a variados prêmios, que vão desde produtos ofertados pelos próprios comerciantes locais, passando por vale-compras e culminando com uma moto zero quilômetro, premiação máxima da versão 2017, cujo sortudo vencedor foi Oziel Braga.


Com a Avenida Raul Veiga interditada ao tráfego de veículos próximo ao coreto da praça, centenas de pessoas se aglomeraram para acompanhar os sorteios, do qual participaram consumidores que fizeram suas compras de fim de ano nos estabelecimentos comerciais previamente cadastrados. Eles receberam o cupom onde colocaram nome, endereço e telefone de contato. “É um momento de grande expectativa, pois todos querem a sorte de levar um prêmio expressivo para casa. Somos gratos aos parceiros que nos auxiliaram nessa empreitada, agradeço a presença do prefeito e da vice e especialmente aos consumidores, que diante da crise financeira prestigiaram o comércio cordeirense”, disse o presidente da CDL, Adalberto Dias.


Designada pelo prefeito para falar em nome da Administração Municipal, em seu discurso a vice-prefeita Maria Helena enfatizou a importância das ações capitaneadas pela CDL/Cordeiro, destacando ainda que apesar do momento econômico complicado, foi de impressionar o montante da premiação e a resposta dos cordeirenses. “Isso se chama organização séria e bem planejada. Enquanto tivermos pessoas coerentes e centradas naquilo que fazem, nosso comércio continuará sendo uma referência em termos regionais e quem ganha com isso é Cordeiro, que continua crescendo mesmo em tempos de extrema dificuldade”, colocou Helena.




Adicionar Comentario

Jovem médico cantagalense assume prefeitura no interior da Bahia

  • PDF

No dia 1º de janeiro, tomou posse o médico cantagalense Frederico Vasconcelos, conhecido como Dr. Fred, prefeito eleito na cidade de Licínio de Almeida, interior da Bahia, pelo PCdoB. Dr. Fred substitui Alan Lacerda, também do PCdoB, e tem o desafio de ampliar as conquistas do último gestor.

– Dr. Fred é um político jovem e vem com toda a energia para levar Licínio de Almeida a resultados tão bons quanto seu antecessor. Alan Lacerda fez um excelente trabalho, o que vai ajudar o novo prefeito a ampliar as conquistas alcançadas – defende o deputado Fabrício Falcão (PCdoB).

O município vem de quatro anos de excelente avaliação no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Um exemplo é a Escola Municipal Pingo de Gente, instituição de ensino baiana com melhor nota no Ideb 2015. Licínio de Almeida já obteve o melhor Ideb da Bahia e, atualmente, está entre os melhores índices. “São resultados expressivos. É a vitória de um projeto de longo prazo, que buscou parcerias como a do Instituto Ayrton Senna e montou uma equipe de peso. Fico feliz em fazer parte deste projeto que terá continuidade com Dr. Fred. A educação é só um exemplo, Licínio de Almeida alcançou muito mais”, destacou Fabrício.

A cerimônia ocorreu no Plenário Salvador Fernandes Neves, na Câmara de Vereadores. Frederico foi eleito em outubro de 2016 e obteve 51,81%, correspondendo a 3.856 dos votos válidos. Além do prefeito Frederico Vasconcelos (Dr Fred), tomaram posse a vice-prefeita Gabriela Rodrigues e mais nove vereadores.

Quando discursou, o prefeito enalteceu a história de Licínio e agradeceu à família e amigos. Frederico Vasconcellos Ferreira tem 30 anos, nasceu no dia 22 de julho de 1986, em Cantagalo, e é casado com Aline Carvalho. É pai de uma filha natural de Licínio de Almeida.

Ele estudou no Colégio Euclides da Cunha, em Cantagalo, e se formou antes de vir a prestar serviços como médico na cidade de Licínio de Almeida. Também estudou na Fundação Técnica Educacional Souza Marques, no Rio de Janeiro, e no Externato Santa Ignez, em Nova Friburgo.

Uma das primeiras ações do prefeito Frederico Vasconcellos Ferreira foi reduzir em 30% as despesas da municipalidade, reduzindo seu salário em R$ 1 mil, de sua vice-prefeita em R$ 500, e de R$ 200 de todos os secretários, durante 90 dias.



Adicionar Comentario

Músico cantagalense, Victor Dietrich faz sucesso em Portugal

  • PDF

Há 20 anos morando em Portugal, na cidade do Porto, o cantagalense Victor Dietrich é casado com uma portuguesa, tem quatro filhos e dois netinhos. Ele é músico profissional e, além da carreira solo, é diretor musical de uma banda. 

Numa entrevista exclusiva ao JORNAL DA REGIÃO, Victor Dietrich conta um pouco de sua vida em Portugal.

JORNAL DA REGIÃO (JR) – Há quanto tempo está morando em Portugal e em que cidade?
VICTOR DIETRICH (VD) – Vivo em Portugal, no distrito do Porto, há 20 anos.
JR – Você é casado?
VD – Minha esposa é portuguesa. Tenho quatro filhos e dois netinhos.

JR – Você é músico profissional, exerce a função em Portugal? Como é o mercado aí?
VD – Sim. Exerço minha profissão aqui. A nível de público, é um mercado multicultural, especialmente centrado nos países europeus e de língua portuguesa. Além da carreira solo, sou diretor musical de uma banda chamada Ciklone.

JR – Como você foi “parar” em Portugal? Você foi bem recebido pelos portugueses?
VD – Na verdade, havia de minha parte um grande interesse em conhecer outras realidades, não só profissionais, mas, também, sociais e culturais. Tinha contatos com amigos que viviam aqui e me receberam numa primeira etapa. Fui muito bem recebido. 
JR – Cite alguns nomes de seus familiares que ainda vivem no Brasil para que o leitor possa reconhece-lo melhor?
VD – Sou filho adotivo da professora Maria de Lourdes Dietrich Gonçalves. Minha mãe, Vera de Barros Mattos, vive comigo aqui, em Portugal.
JR – Como é viver em Portugal? Sente saudades do Brasil? 
VD – É um país que respeito e admiro, que sou grato. No início, foi muito complicado. A saudade era imensa e as diferenças culturais causavam uma inevitável comparação. Hoje, estou completamente integrado, o que não diminui o amor e orgulho que tenho em ser brasileiro. 
JR – A comida portuguesa é parecida com a brasileira?
VD – Em alguns casos, sim. A dieta mediterrânea é muito variada, baseada no azeite e frutos do mar. Como exemplo, o bacalhau, que, aqui, é preparado de inúmeras formas, de acordo com a ocasião.
JR – Você costuma vir ao Brasil? Tem tomado conhecimento da crise atual do país (política e financeira)?
VD – Tenho tomado conhecimento da atual crise no nosso país. Não vou regularmente ao Brasil, esporadicamente e a trabalho, mas acompanho atentamente todos os principais acontecimentos.


Adicionar Comentario

Pgina 10 de 387

Área exclusiva - Login

Notícias completas e versão digital exclusivas para assinantes

Informativo JR

Cadastre-se e fique bem informado