Geral

Encontro de pastores evangélicos em Cordeiro comemoram o Dia da Bíblia

  • PDF



Na sede da Sociedade Musical Fraternidade Cordeirense, por iniciativa do COPEC – Conselho de Pastores Evangélicos de Cordeiro – foi realizada uma bela festa em honra, glória e louvor a Deus pela passagem do Dia da Bíblia, que contou com a presença em massa da comunidade cristã de variadas denominações e de autoridades municipais que fizeram questão de buscar as mensagens de esperança.

Além da noite de elevação espiritual e pregação da Palavra de Deus, com a excelente participação do Pastor Elson de Assis, que a convite do Pastor Fernando Oliveira, presidente do COPEC, ofereceu lindas mensagens aos presentes, a noite reservou um momento de grata surpresa e emoção em dobro com a homenagem àqueles que são reconhecidos como verdadeiros patriarcas da comunidade evangélica. Uma dessas figuras respeitáveis que fizeram jus à honraria foi o Pastor Manoel Lima, liderança emblemática da Igreja Assembleia de Deus, que foi muito aplaudido ao receber o certificado das mãos do Pastor Ezequiel. 




O louvor ficou ainda mais completo com a voz afinada, o talento incontestável e a presença singular de um dos nomes de maior sucesso da canção gospel da atualidade. Com uma apresentação marcante, um canto do fundo da alma e num show carregado de carisma, Paula Menezes conseguiu fazer a mensagem divina ainda mais forte com seus cânticos de louvor. Antes o Grupo de Coreografia da Igreja Batista Nacional de Cordeiro, do bairro Jardim de Alah também brilhou intensamente.

Antes do final da noite repleta de mensagens de fé, esperança e luz, os pastores ofertaram ao prefeito Luciano Batatinha, à sua vice Maria Helena, e ao presidente da Câmara Elielson Francinha, bíblias como parte da mensagem de disseminação das Sagradas Escrituras. “Foi o presente de maior simbolismo que já recebi. Alimento para a alma e o coração. Foi uma noite maravilhosa”, disse Batatinha, fazendo coro com sua vice-prefeita. “Aqui vivenciamos algo que devemos carregar diariamente e para toda vida em nosso íntimo, que é a essência de Jesus em nossa vida”, declarou Helena.



Adicionar Comentario

Duas Barras recebe programação especial do Sesc RJ para celebrar a Folia de Reis e a cultura popular

  • PDF



Folia de Reis, Folia de Reis, Reisado, Pastoril, entre outros são exemplos de festejos que celebram a viagem dos Reis Magos, através de cantorias e indumentárias específicas. São grupos que costumam visitar as casas de porta em porta, em diversos estados do Brasil, levando alegria a todos. De olho no fortalecimento dessas manifestações culturais, grupos que perpetuam essa tradição se apresentarão em Teresópolis, Nova Friburgo e, em uma parceria com a Prefeitura de Duas Barras, o Sesc RJ fortalecerá o Encontro de Folclore do município, região com fortes laços com celebrações de Folia de Reis. O Sesc RJ leva ao evento palestras, oficinas, cine-debates, lançamentos literários, cortejos, exposições, pesquisa e apresentações em praça pública.

Em Duas Barras, a programação começa com oficinas no dia 18 de dezembro e termina com encontro de folias no dia 6 de janeiro. De 18 a 20 de dezembro, para dar os primeiros passos rumo às folias, o cenógrafo, figurinista e professor Carlos Alberto Nunes ministra a oficina de indumentárias. O objetivo é oferecer ferramentas para o desenvolvimento do processo criativo da indumentária dos grupos de Folia de Reis.

Também na cidade, o artista mineiro Rubinho do Vale leva diversão, conhecimento e cultura para as crianças em duas datas: no dia 8/12, às 14h30, na Praça Dermeval Barbosa Moreira. e no dia 04/01, às 20h, na Praça Governador Portela.

Nos dias 4 e 5 de janeiro, Patrick Nogueira, artista circense de Duas Barras, será o responsável pela oficina de palhaço, cujo foco é trabalhar corpo e cena do personagem mascarado da Folia de Reis. No dia 4 de janeiro, a “Trupe Família Clou – O magnífico circo de um homem só”, com humor, poesia, acidez e alegria, apresenta-se com cenas clássicas de palhaçaria, marionete, música, magia e um jogo constante entre artistas e o público.

Toda a linha curatorial norteadora da agenda é o resgate da cultura popular, com destaque para a tradição da Folia de Reis, que tem forte representatividade em diversas regiões do estado do Rio, incluindo a Região Serrana. Também chamada de Reisado ou Festa de Santos Reis, esta celebração popular e tradicional é uma das mais emblemáticas do país, festejada em diversas regiões. Os estados onde essa tradição está mais presente são: Rio de Janeiro, São Paulo, Bahia, Ceará,  Minas Gerais, Espírito Santo e Goiás. Em 2017, o Conselho Estadual de Patrimônio de Minas Gerais declarou a Folia de Reis como Patrimônio Imaterial do Estado.

“A proposta curatorial busca abarcar manifestações artísticas que vão além dos tradicionais símbolos natalinos, expandindo o sentido alegórico do evento, mas mantendo sua essência de comunhão, congraçamento e união entre os povos”, afirma o gerente de Cultura do Sesc RJ, Alemberg Quindins. 



Adicionar Comentario

Secretário de Fazenda de Cantagalo participa Encontro de Pregoeiros em Alagoas

  • PDF



O 2º Encontro de Pregoeiros, realizado no dia 26 de novembro, no Hotel Jatiúca, em Maceió, reuniu o maior número possível de atores públicos que atuam na área de compras e licitações municipais. Realizado pelo Sebrae em Alagoas com apoio da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA), o evento foi idealizado para levar conhecimento e troca de experiências aos gestores, porém, este ano, direcionou seu foco para o aumento da participação dos Microempreendedores Individuais (MEI) nesse mercado.

Assim, pregoeiros, servidores da área de compras e licitações, Agentes de Desenvolvimento (AD), controladores, procuradores e até alguns secretários municipais reuniram-se para três palestras que trouxeram informações práticas e cases de sucesso de projetos implementados em diferentes municípios brasileiros que podem ser aproveitados pelos municípios alagoanos.

Para demonstrar que essas medidas são viáveis e trazem resultados concretos, o Sebrae em Alagoas trouxe ao 2º Encontro de Pregoeiros os cases de sucesso ‘Cantagalo compra de Cantagalo’, do município de mesmo nome na Região Serrana do Rio de Janeiro, e ‘Pequenos Reparos’, do Distrito Federal (DF). Em ambos os casos, decisões estratégicas e organização dos procedimentos resultaram em agilidade nas aquisições e mais empregos locais.

Para apresentar o caso fluminense, Jorge Braz, secretário da Fazenda de Cantagalo, usou a palestra ‘Transformando o município através das Compras Públicas’. Ele, que também é pregoeiro e coordena os ADs da Região Serrana, contou como o programa foi implantado há dois anos, a partir da decisão de usar os pequenos negócios para atravessar a crise financeira.

“Você não consegue evoluir em um contexto macro se não valorizar quem é de casa, então começamos a trabalhar um programa que pudesse manter tanto o recurso próprio quanto o federal e o estadual em Cantagalo, injetando todos esses recursos na agricultura familiar e nos pequenos negócios. Temos lá três grandes fábricas de cimento que não geram a quantidade de empregos que esses pequenos negócios geram”, ponderou Jorge Braz.

Já o caso dos ‘Pequenos Reparos’ foi trazido por Andrea Magalhães, analista da Unidade de Gestão Estratégica e Políticas Públicas do Sebrae no Distrito Federal, no tema ‘Incentivando o MEI nas licitações municipais’. Ela relatou que muitas escolas nas áreas administrativas do DF estavam sofrendo com a demora ou inexistência de serviços de manutenção por parte das empresas de maior porte detentoras desses tipos de contrato. Entre os obstáculos, a distância para execução de um serviço considerado pequeno era apontada com frequência, então o Sebrae uniu-se à gestão pública e lançou esse projeto piloto.



Adicionar Comentario

Associação Comercial de Cordeiro realiza eventos para animar comércio na cidade

  • PDF

O empresário e ex-presidente e atual vice-presidente da Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Cordeiro (Aciacor), Elesbão de Paula Mattos decidiu, junto com a diretoria da entidade inovar este ano, realizando quatro dias de eventos, e durante a semana, para animar as ruas de Cordeiro, durante o mês de dezembro.

O evento “Natal é mais divertido em Cordeiro” conta com atrações de culturais, pula pula para a garotada, pipoca e algodão doce, que começou no dia 4 de dezembro com a participação da Fanfara do Colégio José Pinho de Carvalho desfilando pelas ruas da cidade, terá prosseguimento nos dias 14 e 18 de dezembro, sempre as terças e sexta-feiras. “Procuramos fazer  o evento em dias de semana, pois nos finais de semana, já é normal o movimento maior”, garante Elesbão de Paula.

A programação dos próximos dias de evento do “Natal Divertido” da Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Cordeiro (Aciacor) é a seguinte:

No dia 14 de dezembro, sexta-feira, coreografia infantil da Igreja Batista Nacional do Rodolfo - Grupo Nascidos para Adorar - a partir das 15 horas.

Já no dia 18 de dezembro, terça-feira,  terá apresentação da Academia de Dança Cecília Gym a partir das 15 horas, no centro da cidade.

Todos os dias pipoca, algodão doce e pula pula para a criançada!

A realização é da Aciacor, com o patrocínio do Supermercado Superthal e da Riedy, com apoio da Prefeitura Municipal de Cordeiro.



Adicionar Comentario

Entrega do troféu "Melhores do Ano 2018" foi realizada em Nova Friburgo

  • PDF



O Jornal da Região conquista o troféu “Melhores do Ano” pela terceira vez consecutiva. 

Idealizado pelo produtor cultural Sérgio Arouca, o evento “Melhores do Ano 2018”, já em sua vigésima edição, engloba Nova Friburgo e a região Centro Norte Fluminense, e foi realizado no salão nobre do Caledônia Montanha Clube, com presença de autoridades políticas municipais, estaduais,  judiciais, religiosas e empresariais.

A primeira premiação do Jornal da Região foi em 2016. Em 2017, a entrega foi na cidade de Bom Jardim. Este ano, o evento foi realizado no dia 8 de dezembro, nas dependências do Caledônia Montanha Clube, em Nova Friburgo.

Durante a entrega da premiação ao jornalista Célio Figueiredo, editor e proprietário do semanário, foi destacada pelo jornalista Henrique Amorim, o apresentador do evento, a credibilidade e a importância do jornal na região. 

“Mais uma vez queremos agradecer aos organizadores do evento, principalmente ao seu idealizador, Sérgio Arouca, por mais esta conquista do troféu ofertado ao Jornal da Região, e esperamos que no próximo ano, possamos estar mais presentes na comunidade friburguense”, afirmou Célio Figueiredo, que está a frente do jornal há 32 anos.




Os presidentes das Câmaras Municipais de Duas Barras, Bebeto e de Nova Friburgo, Alexandre Cruz, o secretário de Saúde de Bom Jardim, Marcos Welber Pinheiro Vieira, e o prefeito de Macuco, Bruno Boaretto, foram algumas personalidades politicas homenageadas.

O juiz federal Elmo Gomes, de Nova Friburgo, mais uma vez recebeu o troféu "Melhores do Ano".

O juiz Mauro Nicolau, que já atuou durante quatro anos na Comarca de São Sebastião do Alto.  Atualmente, trabalha no Rio de Janeiro, mas reside em Nova Friburgo. Os dois juízes fizeram questão de enaltecer o trabalho de Maria das Dores Melo Pacheco a frente da Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Nova Friburgo. Diversos empresários de Nova Friburgo, Bom Jardim e Duas Barras foram também homenageados. Representantes da Polícia Militar e Civil receberam homenagens no evento, promovido por Sérgio Arouca.



Adicionar Comentario

Itaocara realizou mobilização para limpeza do Rio Paraíba do Sul

  • PDF



A Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Itaocara organizou no dia 24 de novembro (sábado) o ITA + LIMPA, uma grande mobilização para limpeza do rio Paraíba do Sul em Itaocara/RJ, com a participação de vários voluntários.  

A ação foi programada de forma integrada e envolveu outros movimentos da cidade: Associação de Catadores de Matérias Recicláveis de Itaocara, Associação de Canoagem de Itaocara – ACAI, Pedal de Batom, Polo de Itaocara CEDERJ/UAB, Maçonaria, Dojo Ishimura, Ita Jipe Clube, Falcões de Cristo Motoclub, Projeto Piabanha e Banzé Fishing Team. 

 Também foi realizada a Ação Global 2018. Um grande mutirão de profissionais das secretarias de Assistência Social e Saúde, onde estiveram disponíveis para atender a população de Itaocara. 

O Rio Paraíba é responsável pelo abastecimento de 184 municípios, incluindo aí Grande Rio e a capital, e é necessário para a sobrevivência econômica e financeira do estado. A bacia do rio Paraíba do Sul corta três dos principais estado do país – SP, RJ e MG. Onde estão instaladas 6.100 indústrias, responsáveis por 11% do PIB, Produto Interno Bruto, nacional. A água da bacia é um elemento estratégico para o abastecimento de seis mil pequenas, médias e grandes propriedades rurais e de 15 milhões de pessoas.



Adicionar Comentario

Prefeitura de São Sebastião do Alto recebe parecer prévio favorável à aprovação de contas

  • PDF



A cidade de São Sebastião do Alto recebeu parecer prévio favorável à aprovação de suas contas referentes ao exercício de 2017. O plenário do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ) aprovou no dia 27 de novembro o voto apresentado pela conselheira substituta Andrea Siqueira Martins. 

Responsável pelas contas, o prefeito Carlos Otávio da Silva Rodrigues realizou os investimentos obrigatórios em Saúde e Educação e não gastou com pessoal acima do limite de 54% da Receita Corrente Líquida (RCL), imposto pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) - gasto de 51,15%. O parecer será enviado para a Câmara Municipal local, que decidirá pela aprovação ou reprovação das contas.

O gestor aplicou 26,11% das receitas de impostos e transferências em Educação, enquanto o mínimo é de 25%. Em Saúde os investimentos chegaram a 22,47%, sendo 15% o percentual imposto por lei. 

A conselheira substituta, no entanto, apontou 20 ressalvas e determinações, entre elas o déficit de R$ 1.033.552,53; a inscrição de R$ 294.855,55 em restos a pagar não processados, sem a devida disponibilidade de caixa; e a existência de sistema de tributação deficiente, que prejudica a efetiva arrecadação dos tributos instituídos pelo município.



Adicionar Comentario

Mercado de flores e plantas ornamentais deve movimentar R$ 500 milhões no Estado do Rio

  • PDF

Setor de flores e plantas ornamentais já é responsável por cerca de 17 mil empregos diretos e indiretos


Nem tudo são flores na economia fluminense. A exceção são as rosas, crisântemos, lírios, helicônias, alpínias e bastões do imperador que, apesar do mau tempo nas finanças estaduais, estão fazendo crescer o delicado mercado floricultor no Estado do Rio, que já é responsável por 17 mil empregos diretos e indiretos.

Pelos cálculos da Secretaria de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento (Seappa), a floricultura deve movimentar cerca de R$ 500 milhões, em toda a cadeia, incluindo produção e comércio, em 2018. Um aumento de 8% em relação ao ano passado, na estimativa da gerente setorial do Programa Florescer da Seappa, Nazaré Dias.

O crescimento acompanha a média nacional, que deve crescer entre 7% e 8%. Com isso, as vendas ao consumidor final podem chegar a cerca de R$ 8 bilhões no Brasil, segundo levantamento do Instituto Brasileiro de Floricultura (Ibraflor). O Estado do Rio, que há 20 anos era o quarto posicionado no ranking dos produtores, hoje ocupa a segunda colocação. Fica atrás de São Paulo, onde apenas a cidade de Holambra, no interior paulista, responde por 45% do mercado de flores nacional.

No Estado do Rio, 88% dos produtores de flores e plantas ornamentais estão nas regiões Serrana e Metropolitana. Nova Friburgo responde por quase 60% da produção de flores de corte de clima temperado, de acordo com a Ibraflor. A cidade vizinha, Bom Jardim, é a capital fluminense das rosas, com produção de cerca de três milhões de maços, no ano passado.

Já quando o assunto é flor de corte de clima tropical, o município do Rio lidera a produção. Porém, as regiões Serrana e Metropolitana também produzem plantas para jardinagem e paisagismo. "A maioria dos nossos produtores da Serra são familiares. Os pais na produção, os filhos no mercado", conta Nazaré, garantindo que a atividade já está consolidada no estado. "Não tende a sumir, como algumas atividades. Porque tem setores na agricultura, como hortigranjeiros, que os filhos não querem prosseguir. Na flor, não", garante a gerente do Programa Florescer.

Segundo ela, as flores de clima temperado, como rosas, gérberas, astromélias e lírios exigem do produtor um pouco mais de tecnificação. "Existem culturas, como crisântemos, que precisam de estufa, controle de luminosidade, pois crescem muito e não dão flor", explica Nazaré, contando que muitas vezes os produtores precisam até de luz artificial. "É comum na Região Serrana. Chega à noite na área de produção e as estufas estão todas iluminadas", diz.


Flores tropicais enfeitam a Zona Oeste

Os maiores produtores de flores de corte de clima tropical do Brasil estão localizados na Zona Oeste do Rio. Antúrios, helicônias, alpínias e bastões do imperador florescem em abundância na região escolhida pelos produtores justamente por causa do clima.

Cezar Vital, 43 anos, faz parte da terceira geração à frente da Guandu Tropical Flores, que produz, em média, 800 dúzias de antúrios todos os meses. "Quem começou foi meu avô, Luiz Jesus de Vital Abreu, que iniciou com plantação de legumes, depois passou para rosa e, já na década de 1970, para flor de corte tropical e folhagem, onde estamos até hoje", conta ele, que toca o negócio com o pai, os tios e os primos, além de três empregados.

Vital revela que ninguém da família fez faculdade ou buscou uma especialização. Eles aprenderam plantando. "Planta aqui, deu errado, muda o jeito de plantar. A gente vai aprendendo no dia a dia", destaca. Eles são donos de uma propriedade de 150 hectares, mas cultivam em apenas 30 hectares. "Os outros 120 a gente preserva. É só mato", explica Vital, que outro dia vendeu 4,8 mil maços de helicônia para a Hípica de Campinas, em São Paulo.



Adicionar Comentario

Pgina 10 de 436

Área exclusiva - Login

Notícias completas e versão digital exclusivas para assinantes

Informativo JR

Cadastre-se e fique bem informado