Geral

Passagens intermunicipais com novos preços

  • PDF

A partir desta semana as novas tarifas dos ônibus e vans intermunicipais começam a vigorar. Foram definidas pelo Departamento de Transportes Rodoviários (Detro) os valores para o ano de 2019 e foram publicados no Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro. De acordo com a nova tabela, haverá redução de cerca de 3,19% nas tarifas dos ônibus que operam dentro da Região Metropolitana e em torno de 1,08% nas linhas convencionais do interior.

De acordo com a nova metodologia, são considerados no cálculo os preços dos insumos e os indicadores operacionais, como: tipo de veículo (urbano ou rodoviário); região por onde circula (metropolitana ou interior); quilometragem; média de passageiros transportados etc.

Pela empresa de ônibus 1001, a passagem de menor custo para o Rio de Janeiro (via RJ-104 ou pela Via Expressa) teve desconto de 2,34%, passando de R$ 39,86 para R$ 38,95. Na visão geral, as passagens para a capital passam a variar entre R$ 38,95 e R$ 50,60. Antes os valores pagos pelos passageiros iam de R$ 39,86 a R$ 52,96, dependendo do tipo do coletivo.

Para a cidade de Niterói, a economia é de R$ 2,32, passando a ser cobrado o valor de R$ 37,40 nas viagens. E para quem deseja passar alguns dias curtindo as praias de Rio das Ostras, pagará a partir desta segunda-feira menos de R$ 30 pela passagem, já que o novo valor estabelecido pelo Detro é de R$ 29,85, um desconto de 7,37%.

A linha de Nova Friburgo para Campos, da mesma empresa, foi a que teve a maior redução, passando de R$ 71,09 para R$ 67,05, um desconto de R$ 4,04. Já na empresa Brasil, as maiores reduções foram nas linhas que ligam Friburgo aos municípios de Itaperuna: queda de R$ 4,05, passando a vigorar a tarifa de R$ 68,15; e Campos dos Goytacazes, que passará a ter desconto de R$ 3,60, passando a valer o valor de R$ 59,75.

Para Itaocara, a passagem passou de R$ 34,10 para R$ 32,05, e para Euclidelândia passa a ser cobrado R$ 20,95, ante os R$ 22,40 praticados anteriormente. Na Viação Teresópolis, a linha Nova Friburgo-Teresópolis sofrerá redução de 6,6%, passando de R$ 24,80 para R$ 23,25. Pela Viação 1001, o preço do transporte coletivo urbano para Cachoeiras de Macacu sobe para R$ 11,85, um valor R$ 1,85 maior do que o praticado antes.

Trajano de Moraes foi a linha com o maior reajuste: R$ 7,35. A partir de segunda o valor desembolsado pelos friburguenses para ir até o município passa a ser de R$ 30,35. Em seguida vem Macuco, com aumento de R$ 5,80, vigorando o valor de R$ 21,30 a partir desta segunda-feira. De Friburgo para Santa Maria Madalena, o aumento também foi considerável, passando de R$ 26,50 para R$ 32,05. Já a tarifa da linha Friburgo-São Sebastião do Alto passará de R$ 21,50 para R$ 25,55.

Uma das cidades cuja linha terá aumento é a Friburgo- Macaé, o valor da passagem subiu de R$ 40,84 para R$ 54,05, um reajuste de aproximadamente 32%. Já na Viação Brasil, as linhas que terão aumento são: Friburgo-Duas Barras, passando de R$ 11,75 para R$ 11,95; e Friburgo-Jamapará (via Carmo), de R$ 23,80 para R$ 24,50.



Adicionar Comentario

Euclides da Cunha vai ser homenageado na Feira Literária de Parati

  • PDF



A organização da 17ª Festa Literária Internacional de Paraty (Flip) anunciou desde o ano passado que o jornalista e escritor Euclides da Cunha (1866-1909), autor de “Os sertões”, vai ser o homenageado da edição 2019 do evento, que acontece de 10 a 14 de julho.

“Os sertões pode ser considerado um dos primeiros clássicos brasileiros de não ficção. Mistura jornalismo, geografia, filosofia, teorias sociais e científicas – muitas delas ultrapassadas – para falar de um país em transição. O país tornava-se república no auge do determinismo”, afirmou em comunicado a curadora do evento, Fernanda Diamant.

“A obra mudou o entendimento que se tinha sobre o interior do país e do homem sertanejo. Além de ser grande literatura do ponto de vista da forma, ela faz críticas morais, políticas e sociais altamente pertinentes no Brasil de hoje. Mais que tudo, mostra a transformação existencial de um homem que entra contato com uma realidade desconhecida e precisa reorganizar seus valores.”

“Os sertões” foi publicado em 1902 e é resultado da cobertura de Euclides da revolta de Canudos, que aconteceu no interior da Bahia entre 1896 e 1897. O escritor foi enviado ao local como repórter pelo jornal “O Estado de S. Paulo”. Lá, registrou o conflito entre o exército brasileiro e o movimento liderado por Antônio Conselheiro (1830-1897). O livro divide-se em três partes: “A terra”, “O homem” e “A luta”

“A obra do Euclides da Cunha é pioneira na criação a partir da leitura e da interpretação do território, questão que nortearia os modernistas ao longo do século 20”, disse em nota o arquiteto Mauro Munhoz, responsável pela direção-geral e artística do programa principal da Flip.

“A sua ligação com o jornalismo compõe também um elo importante com a Festa Literária, que sempre teve uma conexão forte com o jornalismo e a literatura de não ficção, gênero que tem trazido obras de grande valor cultural e intelectual. É essa conexão entre o território e a literatura que nos permite inovar todos os anos, mantendo-nos conectados às novas demandas culturais, artísticas e intelectuais do país, como o próprio autor ao seu tempo.”

Além de jornalista, Euclides da Cunha foi engenheiro, tendo trabalhado na construção da Estrada de Ferro Central do Brasil. Também atuou no exército. Foi casado com Ana Emília Ribeiro, com quem teve três filhos.

Euclides da Cunha nasceu em Cantagalo, mas ainda criança deixou sua terra natal. Na cidade existe um museu, mantido pelo Governo do Estado, que se encontra fechado há um bom tempo. A Prefeitura Municipal tenta assumir o prédio e administrar o prédio.

No distrito de Euclidelândia, onde nasceu o escritor, tem uma Estação Ferroviária que está sendo reformada, e graças a uma indicação da Câmara de Vereadores, de autoria do vereador Sérgio Campanate, deverá se chamar Centro Cultural Euclides da Cunha.

Os últimos homenageados da Flip: 2003 – Vinicius de Moraes; 2004 – Guimarães Rosa; 2005 – Clarice Lispector; 2006 – Jorge Amado; 2007 – Nelson Rodrigues; 2008 – Machado de Assis; 2009 – Manuel Bandeira; 2010 – Gilberto Freiyre; 2011 – Oswald de Andrade; 2012 – Carlos Drummond de Andrade; 2013 – Graciliano Ramos; 2014 – Millôr Fernandes; 2015 – Mário de Andrade; 2016 – Ana Cristina Cesar; 2017 – Lima Barreto; e 2018 – Hilda Hilst.



Adicionar Comentario

Pré natal realizado no Centro de Saúde é destaque e irá representar Macuco no Congresso Estadual

  • PDF



O Conselho Municipais de Secretarias de Saúde do Estado do Rio de Janeiro (COSEMS RJ) registrou 119 experiências recebidas, e o município de Macuco fica em quarto lugar na modalidade pôster.

O pré-natal realizado no Centro de Saúde de Macuco foi classificado para representar o município no V Congresso Estadual de Secretarias Municipais do Estado do Rio de Janeiro. A coordenadora  de Atenção Básica e Epidemiologia, a enfermeira Marlise Juliano, será a responsável pela apresentação do trabalho.

O trabalho desempenhado é denominado “Implementação do Protocolo do “Ponto G DA Gestação”/Dia da semana escolhido para a realização do Pré Natal através do cuidado em rede/ Ampliação do Acesso.”

A equipe é composta por obstetra, enfermeiras, nutricionista  e dentista. A primeira consulta é com a enfermeira, sendo de demanda espontânea. Neste mesmo dia a paciente realiza os testes rápidos para HIV,   Sífilis,   Hep   B   e   C,  passa   pela   nutricionista,   avalia   o   cartão   de   vacina   e  é   imunizada   caso   haja necessidade. Agendam-se  todos   os  exames   necessários,  participam de   palestras  de  educação   em  saúde  e recebem repelente, orientações e também agendamento para a consulta do próximo mês. Em um mesmo dia e ponto (Unidade de Saúde) passam por todos os profissionais acima citados, caracterizando o “Ponto G da Gestação”, otimizando o tempo e garantindo acesso integral.



Doenças anteriormente sub notificadas e descobertas já na fase final de gestação foram tratadas em tempo ideal   e   o   papel   do   enfermeiro   foi   fundamental   na   liderança   da   equipe   de   trabalho   com   consultas   de enfermagem, sem contar com a humanização no atendimento deste grupo e a totalização das ações em um só dia   economizando   tempo   dos   profissionais   e   das   pacientes.   O   percentual   de   gestantes   com   7   ou   mais consultas passou de 61,26% para 84,04% (início em 05/05/18). Foram zerados óbitos maternos, de RN e sífilis congênita, além do aumento da cobertura de imunização em gestantes, assim como em menores de 1ano e maior procura para realização do Teste do Pezinho.

 O aumento da credibilidade na atenção primária e no papel do enfermeiro nas consultas de Pré Natal foi observado através da  migração de pacientes do particular para  o SUS. A qualidade do atendimento e a facilidade  de  acesso  aos  exames  foram  fundamentais   para  atingir os  indicadores.    A gestão prioriza a Prevenção, pois é mais barato, menos traumatizante e mais humano para a manutenção da vida.

“Estamos muito felizes com essa classificação e a oportunidade de mostrar nosso trabalho em um Congresso dessa importância. Vamos mostrar as inovações na gestão da saúde e algumas novidades que ainda pretendemos implantar como pré natal do parceiro, para aumentar ainda mais a adesão das gestantes o mais precoce possível, explicam Marlise Juliano (autora do projeto) e Maura Huguenin (coautora).

O secretário de Saúde, Adivar Exposto, ressalta que mais uma vez a pasta terá a oportunidade de apresentar um trabalho em um evento de grande visibilidade. Agradece ao apoio do prefeito Bruno Boaretto por reconhecer a importância e investir na saúde.



Adicionar Comentario

Prefeitura de Cordeiro paga salários atrasados de 2016

  • PDF



Desde que assumiu a Prefeitura de Cordeiro, em janeiro de 2017, um assunto vem tirando o sono da dupla Luciano Batatinha e Maria Helena, prefeito e vice do município, especialmente por se tratar de um tema envolvendo o Funcionalismo Público, considerado por ambos a mola impulsora da Administração Municipal.

Tentando equacionar problemas e dívidas herdados da administração passada, dentre todas as dores de cabeça, garantem eles, a principal diz respeito aos salários de dezembro e 13º de 2016, que não foram pagos aos servidores, deixando dezenas de famílias em situação delicada e obrigando a equipe atual a buscar estratégias para arcar com o pagamento mesmo diante da queda de arrecadação e da crise financeira. 

Lutando contra a escassez de recursos e com um montante de dívidas ‘astronômico’ para resolver, mas ao mesmo tempo ciente de que era urgente encontrar uma solução para os servidores, Luciano Batatinha determinou que os integrantes de sua Secretaria de Fazenda mobilizassem todos os esforços possíveis e apresentassem uma solução. Assim os pagamentos foram sendo efetuados gradativamente.

Dando sequência ao trabalho visando sanar essa dívida com os servidores, mantendo ainda a economicidade no cotidiano administrativo, como forma de angariar os recursos necessários aos pagamentos, mais uma boa notícia pôde enfim ser anunciada pela Secretaria de Fazenda: na próxima sexta-feira, dia 15 de fevereiro, mais uma etapa dos pagamentos atrasados será concluída, beneficiando centenas de funcionários.

A equipe técnica da Secretaria de Fazenda confirma receberão seus pagamentos de dezembro de 2016 nesta sexta-feira os funcionários da ativa que recebem até R$ 1.687,81 por mês, ou seja, mais 100 pessoas serão beneficiadas nessa fase, contabilizando o total de R$ 157.485, 49. Com mais essa etapa devidamente concluída, restarão 370 funcionários da ativa para receber o pagamento de dezembro de 2016.

Outra excelente notícia confirmada pelo Instituto de Pensão, Aposentadoria e Benefícios do Município de Cordeiro (IPAMC) é que todos os inativos receberão dezembro e 13º na totalidade, restabelecendo a tranquilidade dos servidores que tanto contribuíram com o desenvolvimento do município. Segundo o IPAMC, mais de R$ 800 mil foram investidos pela Administração Municipal nesse pagamento aos inativos. “Isso é fruto da competência da equipe, das economias visando priorizar o funcionalismo. Estamos cumprindo os compromissos assumidos”, confirma Batatinha.



O prefeito, Luciano Batatinha, e a vice, Maria Helena, confirmam atuação em defesa dos servidores

Adicionar Comentario

Ano letivo em Trajano de Moraes começa com ciclo de palestra motivacional

  • PDF



A prefeitura de Trajano de Moraes, por meio da Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer preparou dois dias de evento especial direcionado aos professores da rede municipal de ensino. Com o objetivo de estimulá-los para o retorno ao ano letivo 2019. O prefeito Rodrigo Viana fez a abertura do ciclo de palestras que contou com a presença de vários professores da rede municipal de ensino.

Uma das palestrantes foi à renomada Ana Rosa Souza dos Santos que é pós graduada em Educação e Relações Racias- UFF, pós graduada em Psicopedagogia Clínica e Institucional –FEUDUC, graduada em Pedagogia – UFF, conselheira Tutelar em São João de Meriti e membro Titular do Conselho Municipal de Educação. Ela citou casos como Parafraseando Freire (1996), onde o mesmo propunha uma educação molhada de afetividade, não deixando que a efetividade interferisse no cumprimento ético e no dever de professor e na sua autoridade.

“É uma relação pedagógica cultural que não se trata apenas de conceber a educação como transmissão de conteúdos curriculares por parte do educador, tendo como necessidade a participação do educando, levando em conta a sua autonomia e sim estabelecendo uma prática dialógica na escola. É preciso ter respeito, comprometimento, apreensão da realidade, pesquisa, bom senso, convicção que a mudança é possível e reflexão crítica da própria prática”, explicou ela durante a palestra.

Considerado as palestras um objeto motivacional, o secretário municipal de Educação, Cultura, Esportes e Lazer – Eliandro Garcia, destacou a forma lúdica e artística, e a sua importância e da dedicação e da inovação no ambiente escolar, com iniciativas que facilitem o trabalho dos educadores e melhorem o aprendizado aos estudantes.

“Quando amamos e nos dedicamos ao nosso trabalho, o ambiente se torna agradável, a carga diária se torna leve e até os sonhos ficam próximos de serem realizados, mas, acima de tudo, conseguimos transmitir esse amor aos alunos, que sentem o reflexo e aprendem mais”, ressaltou Eliandro.

A ação teve continuidade ainda com uma palestra feita pelo psicólogo Clayton Mais que falou sobre o uso das redes sociais com bom senso devido ao mundo globalizado as redes sociais nos influenciam. “A dificuldade que os professores encontraram de estabelecer regras e ensinar o devido valor de limites, aos alunos e cobranças externas. A palestra foi o mecanismo para  intensificar  uma parceria da Secretaria Municipal de Educação e de saúde, para que os professores de maneira mais eficaz, melhorarem a Saúde emocional dos alunos e também deles”, destacou Clayton.

Ainda de acordo com ele a internet abre se hoje,  como uma nova fonte de saber e que ao mesmo tempo necessita de orientação. “Conforme o mundo muda novas doenças na Saúde Mental também surgem, a internet propicia isto, aqueles que não a utilizam com bom senso, interpretando de maneira errônea fotos, mensagens, etc. Temos muita informação, mas  pouco conteúdo e queremos dar opiniões até no que não sabemos com profundidade. Não se procura a fonte e muito menos se é verdadeiro ou não o que leem. Visto a necessidade que algo novo, como a internet, que nos permitir ações além da dimensão de cada um, no qual ainda estamos aprendendo a utilizar esse mecanismo”, foi observado pelo profissional.

O prefeito Rodrigo Viana, comentou sobre a importância dos professores tornarem a escola um local receptivo e prazeroso para receber as crianças, resultando em uma melhor aprendizagem. O professor precisa se sentir o centro da escola junto com os alunos e que ele possa realmente fazer da escola um local onde os alunos gostam de estar, estudar, aprender e ser uma pessoa diferente com os ensinamentos da escola. Outra noticia boa foi com relação ao plano de cargos e salários que aproveitei o  momento para anunciar a todos”, lembrou o prefeito.



Adicionar Comentario

Prefeitura de Nova Friburgo investirá R$ 25,8 milhões em obras

  • PDF



A Prefeitura de Nova Friburgo anunciou um pacote de obras envolvendo as áreas de saúde, mobilidade, cultura e esportes. As intervenções foram apresentadas pelo próprio prefeito Renato Bravo e irão beneficiar toda cidade. Ainda nesta semana, um pedido de autorização legislativa será encaminhado à Câmara para iniciar os processos de contratações das empresas que executarão as ações.

No Hospital Municipal Raul Sertã, duas importantes obras, paralisadas por falta de recursos, devem ser concluídas no segundo e terceiro pavimentos. São procedimentos que já estão licitados e vão expandir as dependências da unidade, criando mais 19 leitos para adultos, 10 infantis e cinco salas cirúrgicas. As melhorias vão triplicar o número de leitos de UTIs (Unidade de Terapia Intensiva) e a quantidade de pacientes atendidos atualmente.

Uma reivindicação popular também foi contemplada pelo Município. A Estação Livre, antiga rodoviária urbana, receberá coberturas laterais respeitando a arquitetura original do imóvel para garantir conforto, proteção e segurança aos usuários do transporte público. No entorno, serão construídas passagens de pedestres e muretas de proteção.

Para favorecer a mobilidade urbana, será implantada uma ciclovia às margens do Rio Bengalas, ligando os bairros Duas Pedras ao Paissandu. Um trecho entre Duas Pedras e Conselheiro Paulino, onde já há previsão de espaço para circulação de bicicletas, receberá sinalização. Um terceiro trecho de ciclovia, entre o Paissandu e a Praça 1° de Maio, em Olaria, não será executado neste momento mas está no projeto original de circulação para ciclos.

Ainda neste segmento de mobilidade, a Prefeitura vai tirar do papel o projeto da Avenida Brasil, via paralela à Avenida Governador Roberto Silveira, em Conselheiro Paulino. Serão construídas duas pontes sobre o Rio Bengalas: uma em frente à Upa e a outra em frente à Subprefeitura de Conselheiro, no Prado. O asfaltamento de todo esse trecho inicial da Avenida Brasil depende do Governo Estadual concluir a obra da ponte de pedestres na altura do Colégio Rui Barbosa.

Em Olaria, uma das áreas mais populosas da cidade, será construída uma praça com vários equipamentos de esporte, cultura e lazer. O espaço terá um parquinho infantil, um anfiteatro, um pequeno auditório e ambiente de esportes. Esta praça ocupará o antigo pátio de estacionamento da Secretaria de Ordem e Mobilidade Urbana.

No quesito espaços públicos, a Praça do Suspiro também foi contemplada neste pacote com uma expansão englobando o terreno entre a esquina da Rua General Osório e a sede do Tiro de Guerra. O objetivo desta iniciativa é valorizar um dos principais pontos de acolhimento de turistas no Centro da cidade.

Por fim, o prefeito anunciou a reforma de quadras de esportes em várias localidades de Nova Friburgo. Estão incluídos os ginásios de Conselheiro Paulino, Duas Pedras, Olaria, Cordoeira, e as quadras de Lumiar, Olaria (casas populares), Mc Niven, Vila Amélia, São Geraldo, Tiradentes (Amparo) e Campo do Coelho. Com isso, a população poderá ter um ganho real na prática esportiva.

Os recursos para a execução de todas essas ações vêm da venda das ações da Energisa, que seriam destinados à aquisição da antiga Fábrica Ypu, mas a compra foi indeferida pela Justiça. O montante é de R$ 25,8 milhões. De acordo com o prefeito Renato Bravo, “neste momento, poucos municípios no país têm a possibilidade de investir um valor como esse em áreas tão importantes para a população como estas que apresentamos hoje”.



Adicionar Comentario

Colégio Doutor Paulo Cezar Queiroz Faria tem 500 alunos matriculados

  • PDF



O Colégio Doutor Paulo Cezar Queiroz Faria completa 30 anos de existência. O Jornal da Região publica nesta edição uma entrevista exclusiva com a professora e empresária, proprietária do Colégio, Vera Lúcia Faria Vieitas, que conta um pouco da trajetória da entidade, na cidade de Cordeiro.

Vera Lúcia Faria Vieitas é pedagoga e psicopedagoga, exerce a função de gestora administrativa da Associação Educacional Doutor Paulo Cezar Queiroz Faria. Com vasta experiência em docência e atividades pedagógicas na rede pública Estadual, como professora contribui com a formação de vários profissionais que hoje atuam na Educação Escolar.


Jornal da Região (JR) – Como surgiu a ideia de criar o Colégio Doutor Paulo Cezar Queiroz Faria?
Vera Lúcia Faria Vieitas (VLFV) - Essa história começou muito cedo, em minha infância. Quando minha mãe ia lecionar, e não tinha com quem me deixar, me levava, e com isso fui aprendendo a gostar da educação. E ela me observava em outros momentos, e percebia a minha verdadeira vocação. Então, além de minha primeira professora, foi a minha grande incentivadora, a quem devo o que sou profissionalmente.


JR - Como é a sua satisfação pelo fato do colégio hoje estar comemorando 30 anos de existência?
VLFV - A satisfação que nos contamina nesses 30 anos é ter o reconhecimento da sociedade, dos alunos, alunos filhos de ex-alunos e profissionais das diversas áreas no mercado de trabalho exercendo suas funções com sucesso no Brasil e até no exterior. Também, confirmando a responsabilidade que temos de ter construído de forma criteriosa a história destas três décadas, como disse Winston Churchill: “O preço da grandeza é a responsabilidade”. 

E assim vamos com muitas mãos, dando continuidade a vida de uma Instituição que nasceu de um sonho e se perpetua porque muitos sonham juntos.


JR - Quantos alunos tem o colégio e quais os cursos oferecidos?
VLFV - Hoje, a Associação Educacional Doutor Paulo Cezar Queiroz Faria tem 500 alunos matriculados, nos diversos segmentos que oferecemos: Educação Infantil, precedido de berçário, Ensino Fundamental, Ensino Médio, Ensino Profissionalizante nos cursos de Técnico em Química Industrial, Técnico em Segurança do Trabalho, Técnico em Eletrotécnica, Técnico em Automação Industrial, Técnico em Mecânica Industrial, e convênio com a Universidade Unigranrio em sistema EAD, com os cursos de Gestão de Recursos Humanos, Logística, Marketing, Administração, Pedagogia, Teologia, Gestão Financeira, Gestão Ambiental, Processos Gerenciais, Engenharia de Produção, Ciências Contábeis, Redes de Computadores e Análise de Desenvolvimento de Sistemas.


JR - Quantos professores atuam no Colégio? E no total, quantos profissionais estão envolvidos no funcionamento do estabelecimento de ensino?
VLFV - O corpo docente da Associação Educacional Doutor Paulo Cezar Queiroz Faria é formado por 87 professores. Sendo 105 profissionais, envolvidos diretamente na tarefa de fazer da instituição um ambiente totalmente voltado para a educação de cidadãos plenos e conscientes de seu papel no mundo.


JR - O Colégio tem tido muita aprovação em vestibulares e concursos? Qual é o segredo deste sucesso?
VLFV - A nossa Política Educacional visa resultados, e por isso, preocupamo-nos com o que há de mais atual: material didático adequado, professores preparados, capacitados e comprometidos e parceria com as famílias, o que é essencial para o sucesso.

Felizmente temos obtido ótimos resultados. Aprovamos para diversas universidades públicas estaduais, federais e particulares, em diversos cursos, inclusive Medicina. Alunos da 2ª Série do Ensino Médio, obtém conceito A na UERJ e pontuação elevada no ENEM.

Participamos do PISMI – que é o programa de Ingresso Seletivo Mixto, que possibilita o ingresso do aluno a Universidade Federal de Juiz de Fora, a UFJF. Além de participarmos de Concursos e projetos extraescolares, sempre com destaque: a OBA (Olimpíada Brasileira de Astronomia e OBEMEP – Olímpiada Brasileira de Matemática).

Também, coroando os 30 anos, investimos em nosso Pré-Vestibular, oferecendo, assim, maiores oportunidades aos que querem dar continuidade aos estudos, considerando que a proximidade é um aspecto muito favorável.


JR - O Colégio Paulo Cezar foi um dos primeiros da região a ministrar cursos profissionalizantes. Por que decidiu investir nesta área?
VLFV - Com a graça do bom Deus estamos sempre investindo em inovações e buscando nos enquadrar nas tendências de mercado, objetivando atender aos nossos munícipes e ao público das regiões circunvizinhas com a oferta de cursos que proporcionem aos jovens e adultos o ingresso no seletivo mercado de trabalho. Recebemos alunos de diversos municípios: Cantagalo, Nova Friburgo, Macuco, entre outros. Já formamos em torno de 800 alunos no Curso Técnico em Química e estamos, atualmente, com a nossa vigésima segunda turma. No Curso de Segurança do Trabalho, também nos destacamos com a formação de mais de 400 alunos, sendo que no meio deste ano teremos mais uma turma consolidando esta importante etapa. Os cursos de Química Industrial, Segurança do Trabalho e Eletrotécnica são os mais concorridos. Para nós é uma honra saber que informamos, formamos, capacitamos e instrumentalizamos tantos alunos que já estão empregados,  atuando em empresas de grande porte, enfim, conseguimos fazer a diferença na vida de muitos cidadãos. Ressaltamos que para este ano estaremos trazendo novos cursos. 


JR - Todo ano o Colégio Paulo Cezar realiza colônia de férias com os alunos menores. Como é realizado essa atividade? Existe muita adesão dos pais e filhos?
VLFV - A colônia de férias da Instituição Doutor Paulo Cezar Queiroz proporciona à criança participante, sendo aluno da escola ou não, um momento de lazer adequado, sob a supervisão de profissionais especializados, com planejamento diferenciado para cada faixa etária. Esse planejamento visa conhecer e reconhecer nas atividades de lazer um importante momento de socialização e cultura, estimulando o convívio social, privilegiando o respeito mútuo, a cooperação e a participação respeitosa no grupo em que a criança esteja inserida.

As atividades acontecem durante as férias de julho e janeiro. A procura é grande, o que nos motiva a trabalhar cada vez mais para apresentar a maior diversidade de brincadeiras e atrações. Ludicidade sempre, e o mais importante, com total segurança, características tais que agradam aos pais e às crianças envolvidas.


JR - A senhora, como professora e empresária de ensino, qual a avaliação que faz do ensino no país? 
VLFV - Avaliar a educação brasileira é nos basear em estatísticas. Reconhecemos que é necessário rever e praticar muitas ações. Porém, como país em desenvolvimento, precisa-se investir muito para atender a complexidade da defasagem, que é gritante. O Brasil investe apenas 0,9% em pesquisa. É muito comum ouvirmos de que “nossos cientistas e técnicos triunfam no exterior, recebendo até prêmio nobel”. Neste sentido pode-se afirmar que a Educação nunca foi prioridade para os governantes, haja vista o IDEB Nacional e do nosso Estado o IDERJ. 

Como empresária sei o quanto é difícil investir neste ramo de empreendimento. É preciso vocação, resiliência e ousadia. Cito ainda ser necessário ter fé de que investir em pessoas é um grande negócio. Por isso, insisto e não meço esforços para oferecer na Associação Educacional Doutor Paulo Cezar Queiroz Faria uma Educação de qualidade, que busca alcançar os bancos das universidades. Isso é conquista! Isso é Vitória nosso foco é fazer o melhor!


JR - Por que a homenagem a Paulo Cezar Queiroz Faria?
VLFV - Quando comecei a planejar a realização do meu sonho cultivado desde a infância, imaginava tudo, porém, o nome, ficou para o final. Chegando o momento da decisão, listamos vários, e nos reunimos para a escolha. Justificando um por um, eis que a gaivota idealizada por Lia Sonia Moreira Gonçalves nos inspirou, traduzindo assim o que retratava a breve trajetória de meu irmão Paulo Cezar pela vida,  com elevadas contribuições pelo grande ser humano e profissional que foi. 

Belas gaivotas elevam seu voo e enfeitam o infinito. Almas nobres são alçadas ao céu e, de lá, iluminam os que seguem sua missão na terra.



Adicionar Comentario

Jovelino Ferreira D’Azevedo recebe homenagens na Câmara de Cantagalo

  • PDF

O vereador e professor João Bôsco de Paula Cardoso apresentou moção de parabenização a família do saudoso Jovelino Ferreira D’Azevedo “pela esmerada atuação no sentido de preservar a memória deste que foi um dos mais destacados empreendedores cantagalenses do século XX, bem como por dar continuidade as suas ações empresariais”.

Jovelino Ferreira D’Azevedo nascido no Rio de Janeiro, chegou a Cantagalo no ano de 1938 na condição de vendedor da Indústria Gessy Lever, casou-se com Julieta Nacif, em 1942 e teve dois filhos: José Alberto e Luiz Alberto. 

Em 1948, estabelece-se definitivamente no município e, no ano de 1951, iniciou aqui a sua atuação empresarial, inaugurando o 1° Bar São Jorge, estabelecimento estruturado nos moldes do famoso e tradicional Bar Luiz, do Rio de Janeiro. 

 Em 1955, participa e vence a concorrência para arrendamento do Cantagalo Turismo Hotel. Para aumentar o tempo de permanência dos hóspedes nesse empreendimento hoteleiro, tentou construir uma piscina nos fundos da área edificada do hotel, o que não foi permitido pela Sociedade Anônima proprietária do estabelecimento. Por conta disso, idealizou e edificou o primeiro  Parque Aquático da região: o “Aqualândia Balneário”, atraindo a atenção do ilustre filho de Cantagalo, o governador Paulo Torres que, em uma de suas visitas à região, estando hospedado no Cantagalo Turismo Hotel, aceitou o convite para visitar as obras do parque aquático. O referido balneário foi concluído e inaugurado em 1964, com a presença de aproximadamente 2.500 pessoas.

A chegada do primeiro ônibus ligando Cantagalo à capital do Estado, em 1960, foi um fato histórico viabilizado também pelo nosso grande empreendedor. Nesta data, foi colocada à disposição da comunidade a linha da Autoviação 1001 “Cantagalo-Niterói-Rio de Janeiro”, por conta da amizade que Jovelino tinha com o advogado da empresa, que também era seu advogado.

Entre 1958 e 1959, Jovelino juntamente com o técnico em eletrônica Edgar Ferro Fortuna, foram os responsáveis por captarem, pela primeira vez no município, o sinal do meio de comunicação revolucionário à época: a televisão. E, em 1960, construiu a primeira torre receptora de TV no alto da Fazenda Batalha.

Em 1965, Jovelino patrocinou a produção e a edição de uma fotonovela, colocando à disposição da direção da revista Sétimo Céu, o “Cantagalo Turismo Hotel” e o “Balneário Aqualândia”, para que compusessem o cenário de uma historia de amor, promovendo o nome do município, com várias cenas no Jardim, na Igreja Matriz e no parque aquático. A cena do casamento contou com a participação de dois casais de Cantagalo: Luiz Alberto F. D’Azevedo e aquela que viria a ser sua esposa, lone Salles, e Luiz Carlos Falcão, “O Calufa” e Eny Baptista, encenando os padrinhos dos noivos.

Em 1971, Jovelino investiu na continuação e ampliação do antigo Bazar Jacob, inaugurando o “Bazar Cantagalo Ferragens Material de Construção”. Um ano depois, juntamente com o amigo Martinho Barros e a expressiva participação de Walter Olímpio, decidiu construir um clube para a população operária, o “União dos Operários de Cantagalo – UOC”, através de doações de várias empresas, contando também com a mão-de-obra dos próprios operários, que labutaram na construção em troca de ingressos para os eventos que ocorreriam depois da inauguração. A obra durou apenas 101 dias, tamanho o entusiasmo dos trabalhadores.

No ano de 1975, com a ajuda de seu irmão João D’Azevedo, morador do Rio de Janeiro, trouxe para Cantagalo mais uma modernidade em termos comerciais: o primeiro supermercado da região, denominado “Pag-Lev”, onde hoje funcionam as dependências do Superthal.

Em 1977, aceitou o convite do então prefeito Wilder Sebastião de Paula para estar à frente do Conselho Municipal de Turismo de Cantagalo, sob a seguinte condição: não recebimento de remuneração alguma. Realizou a “Festa dos Suíços”, homenageando todas as famílias helvéticas que emigraram para Cantagalo, e outros eventos importantes no município.

Concluiu com chave de ouro a sua participação no governo Wilder de Paula, ao promover a festa e a procissão que ergueu o novo Cruzeiro em metalon, no local onde havia o Cruzeiro antigo.

O carioca-cantagalense, Jovelino Ferreira D’Azevedo faleceu em 1987, com 69 anos de idade.  Chegou a Cantagalo com apenas 20 anos para vender produtos de beleza e deixou para todos os munícipes um extraordinário exemplo de competência, arrojo empresarial, desprendimento e dedicação a nossa terra. Um empreendedor, sem sombra de dúvidas, à frente o seu tempo! 

“Apresentamos a presente moção de parabenização à família do ilustre e saudoso sr. Jovelino Ferreira D’azevedo, pela preservação dessa história de sucesso empresarial e pelas realizações em prol do município de Cantagalo”, justificou o vereador João Bôsco de Paula Bon Cardoso.


Adicionar Comentario

Pgina 2 de 436

Área exclusiva - Login

Notícias completas e versão digital exclusivas para assinantes

Informativo JR

Cadastre-se e fique bem informado