Loteamento na entrada da cidade de Itaocara gera polêmica nas redes sociais

  • PDF

Uma grande polêmica gerou nas redes sociais com as obras de construção de um loteamento na chegada de Itaocara, no sentido Laranjais. É que o proprietário das terras começou a realizar terraplenagem do terreno próximo a rodovia e do "Castelinho", onde já funcionou uma usina de cana na região.

Alguns defendem que o proprietário tem o direito, desde que esteja com as autorizações  legais para fazer o loteamento, principalmente licença ambiental do Instituto Estadual do Ambiente (INEA), de realizar o investimento, pois será também um progresso para a região.

Mário Luiz Monteiro afirmou nas redes sociais que o "castelinho" vai ser preservado, no resto não tem o que comentar ou reclamar, pois o terreno é particular e os proprietários estão loteando, direito deles!!

Já outros, criticam tal ação, pois coloca em risco a possibilidade de que o prédio histórico seja até derrubado. "Infelizmente o homem nunca vai aprender a viver em harmonia com a Natureza. Destroem tudo como cupim na madeira", argumentou um internauta.

Já Thaís Alves, defende a preservação do local. "Nem sabia que era propriedade privada aí no Castelinho. Isso não pode ser tombado, de alguma forma? Como patrimônio histórico da cidade? Talvez vocês consigam entrar com ação popular. Não interessa que seja uma propriedade privada. É uma perda muito grande!", afirmou 

A fotógrafa Elisabete Carvalho questiona: "Que seja área particular, lógico que eles tem esse direito, porém meu coração fica arrasado pois jamais teremos essa imagem: o sol refletindo na água do lago a serra e a natureza. Veremos cimentos, construções, onde irá abafar toda beleza. Essa foto foi feita em um pós Natal que teve um significado grande para mim" argumenta.




Adicione essa página em sua rede social
Artigos Relacionados:

blog comments powered by Disqus

Área exclusiva - Login

Notícias completas e versão digital exclusivas para assinantes

Informativo JR

Cadastre-se e fique bem informado