Jussara Figueira de Paula: "Cantagalo é pioneiro em ações voltadas aos idosos"

  • PDF

A primeira-dama de um município desempenha função de caráter social, trabalha em causas que tem por finalidade o bem estar coletivo. Missão essa que vem sendo exemplarmente cumprida pela primeira -  dama do município de Cantagalo. Jussara Figueira de Paula, é formada em Serviço Social, e é natural de Itaocara, e pela terceira vez está a frente da Secretaria de Assistência Social de Cantagalo.

Numa entrevista exclusiva ao JR, Jussara fala de seu trabalho.


Jornal da Região (JR) - Como é ser primeira-dama de um município? 

Certamente, é uma honra, ainda mais estando primeira-dama pela terceira vez. Sem dúvida, o papel da primeira-dama é apoiar e dar tranquilidade para o seu marido governar bem o município e, assim, desempenhar a função que lhe foi confiada pela população que o elegeu.


JR - Nos dois primeiros mandatos do seu marido, o prefeito Guga de Paula, você assumiu imediatamente a Secretaria de Assistência Social, mas, neste terceiro mandato, você só assumiu agora recentemente. Por quê?

Assim que Guga venceu as eleições, fui convidada a assumir a Secretaria Municipal de Assistência Social, momento em que não aceitei devido ao grande desgaste que um cargo público representa. Assim, em vista da necessidade de economia financeira, o prefeito deixou o cargo vago, ficando o FMAS (Fundo Municipal de Assistência Social), sendo comandado, de forma interina, por Jorge Braz Cardoso Ferreira, que é o titular da Secretaria Municipal de Fazenda. 

Por algumas vezes, durante esse período, as pessoas foram me pedindo para retornar, e isto acabou me incentivando. Em abril deste ano, Guga me pediu com mais insistência, haja vista que o Jorge Braz estava muito sobrecarregado, afinal de contas, ele estava há 15 meses no comando de duas secretarias municipais de grande volume de responsabilidade e trabalho. Então, resolvi aceitar novamente este desafio.


JR - Poderia citar alguns principais projetos implantados durante estes três períodos em que esteve à frente da Secretaria de Assistência Social?

Quando entrei na Secretaria de Assistência Social, o primeiro passo foi organiza-la, através da aquisição de equipamentos e veículos, contratação de pessoal por concurso público e estruturação dos espaços físicos que necessitavam de adequação para melhor funcionamento dos serviços ofertados, como o Abrigo Municipal, os CRAS (Centros de Referência de Assistência Social) e o Conselho Tutelar. Dei prioridade também à informatização de todos os cadastros sociais, melhorando o acompanhamento social através de um sistema interligado, possibilitando o registro de todos os atendimentos realizados, além das questões sociais de cada família. Isto permitiu a continuidade do trabalho social e uma melhor vigilância socioassistencial.

Houve a implantação do Programa Bolsa-Família, através de sua regularização, pois, quando assumi a Secretaria de Assistência Social, Cantagalo era o único munícipio da Região Serrana que não tinha o programa. Priorizei estrutura-lo de acordo com as normativas e, hoje, Cantagalo é destaque no estado do Rio de Janeiro no que diz respeito à gestão do programa e acompanhamento das condicionalidades de saúde e educação.

Serviços ofertados para a terceira idade sempre foram minha prioridade. Aliás, Cantagalo é pioneiro em ações voltadas aos idosos, como o ‘Chá da Terceira Idade’, que reúne mais de 600 idosos anualmente, comemorando o ‘Dia do Idoso’ no munícipio; no ‘Projeto Saudade não tem Idade’ e em atividades pensadas e desenvolvidas exclusivamente para esse público em nossos CRAS, sempre buscando propiciar o lazer, a socialização, a autonomia, além de fortalecer os vínculos familiares. 

A questão da habitação também foi muito priorizada, sendo ofertadas mais de 200 casas, a fim de proporcionar o direito à moradia e melhores condições de habitabilidade para a população cantagalense em situação de vulnerabilidade social e situação de risco habitacional.

Atualmente, continuamos consolidando a política de assistência social através dos programas e serviços que já destaquei, acrescidos dos atendimentos psicossociais, acompanhamento social, dos atendimentos com benefícios eventuais (cestas básicas, cobertores, auxílio-funeral, auxílio-natalidade, enxoval de bebê, auxílio para situações de calamidade, aluguel social e passe livre).

Também ofertamos o Centro Especializado de Assistência Social (Creas), o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, com oficinas de teatro, canto, teclado, artesanato, manicure, futebol, jiu-jitsu e dança, atendendo crianças, jovens, adultos e idosos, tanto na sede quanto nos distritos do munícipio e no Asilo da Velhice Visconde de Pinheiro.

Temos, ainda, mais ações e projetos para serem implementados, mas, para finalizar, vou citar só mais um: o Serviço de Convivência e Fortalecimentos de Vínculos, que também desenvolve a ação ‘Cantagalo e suas Raízes’, que oportuniza jovens, adultos e idosos a desbravar o município através de visitas e conhecimento da sua história, já que a maioria dos participantes da ação não conhece.


JR - Num momento em que se fala tanto que a mulher deve entrar na política e disputar cargos, seu nome chegou a ser cogitado para prefeita. O que acha desta ideia?

Fico lisonjeada quando ouço isto. Tenho outras preocupações de ordem pessoal e profissional. Hoje, fixo meus pensamentos e anseios em trabalhar com minha equipe da Assistência Social para desenvolver um bom trabalho e repetir as conquistas de minhas últimas passagens pela secretaria.


JR - O município de Cantagalo é considerado por alguns como rico. A pergunta é a seguinte: ainda existe pobreza no município? 

O município de Cantagalo teve uma arrecadação, nas décadas de 1980 e 1990, acima da média, principalmente pelas receitas geradas pelo polo cimenteiro aqui instalado. Só que esta realidade mudou. A receita oriunda do ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços) vem caindo vertiginosamente nos últimos anos. O valor de nosso IPM (Índice de Participação do Município), que calcula nossa cota  na receita do ICMS e que o Estado distribui aos Municípios, vem se reduzindo nos últimos 18 anos; e  é um fator preponderante para que a gestão da Administração Municipal seja revista, de forma a adequar as despesas de custeio com a nova realidade orçamentária do município, pois, se considerássemos para 2019 o mesmo IPM verificado em 2000, 0,667, a estimativa da arrecadação líquida do ICMS projetada (R$ 28.566.500,00) seria, em um cálculo bastante conservador, de R$ 53.824.450,00, considerando que o IPM de 2019 foi fixado pela Secretaria Estadual de Fazenda em 0,354.

Apesar de o Município de Cantagalo ter um IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) alto, não somos diferentes de outras regiões com alto IDH. Temos situação de pobreza em nosso município e que procuramos mitigar com nossas políticas sociais.


JR - Como a Assistência Social trabalha com as entidades Asilo e Pestalozzi de Cantagalo?

De maneira clara e transparente. Ajudando dentro de nossas possibilidades. Hoje, temos termos de fomento pactuados com estas duas importantes entidades. Para o Asilo da Velhice Visconde de Pinheiro, repassamos R$ 4.000,00/mês. O Governo Federal transfere mais R$ 1.460,00. Para a Associação Pestalozzi, repassamos, mensalmente, R$ 3.000,00, sendo que o Governo Federal entra com outros R$ 5.425,96.


JR - Na sua visão, o que mais precisamos na cidade de Cantagalo?

Como ocorre em quase todos os municípios do interior, a dificuldade em manter os jovens no município é uma luta diária, afinal de contas, atualmente, há uma grande busca por oportunidades em grandes centros urbanos. Entretanto, há uma busca incessante do Governo Municipal em diminuir este êxodo, investindo na manutenção dos estudantes em nossa região, seja com a parceria com o Polo Cederj (Centro de Educação Superior à Distância do Estado do Rio de Janeiro), seja com a disponibilização de transporte universitário e, até mesmo, com o atual incentivo no desenvolvimento do comércio local, preservando, assim, a circulação de renda e a geração de emprego em nosso município.





Adicione essa página em sua rede social
Artigos Relacionados:

blog comments powered by Disqus

Área exclusiva - Login

Notícias completas e versão digital exclusivas para assinantes

Informativo JR

Cadastre-se e fique bem informado