Usina hidrelétrica será construída no Rio Quilombo, em Carmo

  • PDF


Cesar Ladeira, prefeito da cidade de Carmo


Na semana passada, o prefeito de Carmo, Cesar Ladeira recebeu, em seu gabinete, o representante de uma empresa, Tiago Pereira, que anunciou a construção de uma Pequena Central Hidrelétrica (PCH) no Rio Quilombo, próximo à Prata, no município de Carmo.

A empresa trabalha com investimento energético em várias regiões do país, e segundo o técnico, a região do Rio Quilombo, tem um potencial aproveitável, com uma alta queda de água. 

"Nós estamos trabalhando com mais de 200  metros de queda de água. Será uma usina ambientalmente muito correta, pois não terá presença de reservatório. Socialmente não tem ninguém a ser atingido pela construção da usina, que é um ponto muito importante. É uma usina fio d'água, e, por essas características regionais, como topografia, relevo e a contribuição, lógico, da água, estamos contando com o Riberão dos Quilombos, para construir a usina", garantiu o técnico da empresa.

A previsão das obras é para o mês de outubro. Com a construção da usina a previsão de geração de 50 empregos diretos, na primeira fase da obra. E no futuro, no pico da construção, de 50 e 60 empregos diretos. Segundo Tiago Pereira, indiretamente poderão ser gerados 200 empregos, envolvendo, prestadores de serviços, fornecimento de alimentação, empresas de terraplenagem, e outras atividades.

A capacidade de energia da Pequena Central de Energia (PCH) é gerar 3 megawats/hora, que poderá abastecer uma cidade de 15 mil habitantes. 

A portaria nº 184, DE 13 de agosto de 2018, do Ministério de Minas e Energia/Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético, assinado por Eduardo Azevedo Rodrigues autorizou a construção da Pequena Central Hidrelétrica (PCH) no Ribeirão do Quilombo, com  3 megawats/hora. 

Já está atuando na cidade de Carmo, um engenheiro responsável pelas obras e uma empresa de consultoria para analizar e contratar as pessoas que irão trabalhar nas obras.

A Prefeitura Municipal de Carmo está recebendo curriculum para a primeira seleção dos funcionários que irão trabalha na obra.

A licença ambiental para realizar o investimento, segundo os proprietários demorou de dois a três anos para serem liberadas pelos órgãos responsáveis.

O prefeito Cesar Ladeira, durante entrevista ao repórter Adriano Teixeira, da TV Interativa agradeceu o investimento que a empresa está fazendo no município. 

"O Imposto sobre Serviço (ISS), será importante para os cofres públicos do município. Mas também, agradecemos os empreendedores de estar investindo no município. Agradecemos a todos que colaboraram para a liberação das certidões e licenças. É muito bom saber que nosso município tem estas características", afirmou o prefeito Cesar Ladeira.

O prefeito de Carmo fez questão também de agradecer aos representantes da empresa que irá investir no município.

"Quero agradecer a você, Tiago, e as pessoas envolvidas na liberação das certidões. Enaltecemos o potencial deste município, para implantação deste projeto, que gerará mais ISS para o município. Estamos também trabalhando na implantação de uma usina (PCH) do Paraíso para o futuro, pois vislumbramos a possibilidade deste novo investimento também, graças ao passivo que nossa região tem. O município tem um grande potencial para implantação deste tipo de usina", informou o prefeito Cesar Ladeira.



Representante da empresa garante ao repórter Adriano Teixeira que as obras começam em outubro



Adicione essa página em sua rede social
Artigos Relacionados:

blog comments powered by Disqus

Área exclusiva - Login

Notícias completas e versão digital exclusivas para assinantes

Informativo JR

Cadastre-se e fique bem informado