Pela terceira vez, Gustavo Huguenim participa da Jornada Mundial da Juventude

  • PDF



O casal Fabíola e Gustavo Huguenin são voluntários brasileiros de longo prazo, são catequistas em Florianópolis e desde a Jornada Mundial da Juventude do Rio de Janeiro, de Cracóvia, na Polônia, e agora no Panamá constroem a história de amor do casal e de doação à Igreja.

Na redação multiétnica No Panamá, entre os seis brasileiros estavam a jornalista Fabíola Goulart e o designer gráfico Gustavo Huguenin, ambos com 32 anos. Gustavo é natural de Cantagalo, e Fabíola de Florianopólis.

“Eu e a Fabíola nos conhecemos na Igreja, servindo na Comunicação. A gente se aproximou e teve a nossa história construída nos caminhos da Igreja Católica e começamos a namorar na preparação da Jornada Mundial da Juventude do Rio, depois ficamos noivos e casamos, e fomos a Cracóvia. Passamos um ano lá, depois de casados, e regressamos para o Brasil. Essa é a terceira jornada trabalhando juntos. A Jornada é muito importante pra nossa vida: tem um valor muito especial”, descreve o cantagalense Gustavo Huguenin.

Fabíola também conta sua experiência na Jornada. “Apesar de ser a terceira vez que a gente trabalha numa JMJ, dentro do Comitê Organizador Local, que não é usual que um casal trabalhe tantas vezes e por tanto tempo, é interessante que a gente tem uma experiência nova a cada Jornada”, acrescenta Fabíola.

Um detalhe curioso da história do “casal JMJ”, que mora em Florianópolis, em Santa Catarina e trabalha com catequismo na paróquia local, é que Gustavo fez o pedido de casamento à Fabíola em plena praia de Copacabana, no Rio. Desde 2013 Gustavo é voluntário de longo prazo, isto é, que precisa residir na cidade-sede do evento, chegando a trabalhar na organização por até dois anos antes da JMJ. No Rio ele coordenou a equipe de design gráfico e foi vencedor do concurso do logotipo da JMJ do Rio, enquanto que Fabíola era voluntária nacional.

Em Cracóvia, em 2016 na Polônia, o casal continuou servindo à área da Comunicação como voluntários internacionais de longo prazo. Gustavo foi coordenador-geral das redes sociais e Fabíola trabalhou na parte de conteúdo, além de ter sido diretora do projeto Minuto JMJ, com mais de 30 episódios semanais produzidos em nove idiomas.





Adicione essa página em sua rede social
Artigos Relacionados:

blog comments powered by Disqus

Área exclusiva - Login

Notícias completas e versão digital exclusivas para assinantes

Informativo JR

Cadastre-se e fique bem informado