Colégio Doutor Paulo Cezar Queiroz Faria tem 500 alunos matriculados

  • PDF



O Colégio Doutor Paulo Cezar Queiroz Faria completa 30 anos de existência. O Jornal da Região publica nesta edição uma entrevista exclusiva com a professora e empresária, proprietária do Colégio, Vera Lúcia Faria Vieitas, que conta um pouco da trajetória da entidade, na cidade de Cordeiro.

Vera Lúcia Faria Vieitas é pedagoga e psicopedagoga, exerce a função de gestora administrativa da Associação Educacional Doutor Paulo Cezar Queiroz Faria. Com vasta experiência em docência e atividades pedagógicas na rede pública Estadual, como professora contribui com a formação de vários profissionais que hoje atuam na Educação Escolar.


Jornal da Região (JR) – Como surgiu a ideia de criar o Colégio Doutor Paulo Cezar Queiroz Faria?
Vera Lúcia Faria Vieitas (VLFV) - Essa história começou muito cedo, em minha infância. Quando minha mãe ia lecionar, e não tinha com quem me deixar, me levava, e com isso fui aprendendo a gostar da educação. E ela me observava em outros momentos, e percebia a minha verdadeira vocação. Então, além de minha primeira professora, foi a minha grande incentivadora, a quem devo o que sou profissionalmente.


JR - Como é a sua satisfação pelo fato do colégio hoje estar comemorando 30 anos de existência?
VLFV - A satisfação que nos contamina nesses 30 anos é ter o reconhecimento da sociedade, dos alunos, alunos filhos de ex-alunos e profissionais das diversas áreas no mercado de trabalho exercendo suas funções com sucesso no Brasil e até no exterior. Também, confirmando a responsabilidade que temos de ter construído de forma criteriosa a história destas três décadas, como disse Winston Churchill: “O preço da grandeza é a responsabilidade”. 

E assim vamos com muitas mãos, dando continuidade a vida de uma Instituição que nasceu de um sonho e se perpetua porque muitos sonham juntos.


JR - Quantos alunos tem o colégio e quais os cursos oferecidos?
VLFV - Hoje, a Associação Educacional Doutor Paulo Cezar Queiroz Faria tem 500 alunos matriculados, nos diversos segmentos que oferecemos: Educação Infantil, precedido de berçário, Ensino Fundamental, Ensino Médio, Ensino Profissionalizante nos cursos de Técnico em Química Industrial, Técnico em Segurança do Trabalho, Técnico em Eletrotécnica, Técnico em Automação Industrial, Técnico em Mecânica Industrial, e convênio com a Universidade Unigranrio em sistema EAD, com os cursos de Gestão de Recursos Humanos, Logística, Marketing, Administração, Pedagogia, Teologia, Gestão Financeira, Gestão Ambiental, Processos Gerenciais, Engenharia de Produção, Ciências Contábeis, Redes de Computadores e Análise de Desenvolvimento de Sistemas.


JR - Quantos professores atuam no Colégio? E no total, quantos profissionais estão envolvidos no funcionamento do estabelecimento de ensino?
VLFV - O corpo docente da Associação Educacional Doutor Paulo Cezar Queiroz Faria é formado por 87 professores. Sendo 105 profissionais, envolvidos diretamente na tarefa de fazer da instituição um ambiente totalmente voltado para a educação de cidadãos plenos e conscientes de seu papel no mundo.


JR - O Colégio tem tido muita aprovação em vestibulares e concursos? Qual é o segredo deste sucesso?
VLFV - A nossa Política Educacional visa resultados, e por isso, preocupamo-nos com o que há de mais atual: material didático adequado, professores preparados, capacitados e comprometidos e parceria com as famílias, o que é essencial para o sucesso.

Felizmente temos obtido ótimos resultados. Aprovamos para diversas universidades públicas estaduais, federais e particulares, em diversos cursos, inclusive Medicina. Alunos da 2ª Série do Ensino Médio, obtém conceito A na UERJ e pontuação elevada no ENEM.

Participamos do PISMI – que é o programa de Ingresso Seletivo Mixto, que possibilita o ingresso do aluno a Universidade Federal de Juiz de Fora, a UFJF. Além de participarmos de Concursos e projetos extraescolares, sempre com destaque: a OBA (Olimpíada Brasileira de Astronomia e OBEMEP – Olímpiada Brasileira de Matemática).

Também, coroando os 30 anos, investimos em nosso Pré-Vestibular, oferecendo, assim, maiores oportunidades aos que querem dar continuidade aos estudos, considerando que a proximidade é um aspecto muito favorável.


JR - O Colégio Paulo Cezar foi um dos primeiros da região a ministrar cursos profissionalizantes. Por que decidiu investir nesta área?
VLFV - Com a graça do bom Deus estamos sempre investindo em inovações e buscando nos enquadrar nas tendências de mercado, objetivando atender aos nossos munícipes e ao público das regiões circunvizinhas com a oferta de cursos que proporcionem aos jovens e adultos o ingresso no seletivo mercado de trabalho. Recebemos alunos de diversos municípios: Cantagalo, Nova Friburgo, Macuco, entre outros. Já formamos em torno de 800 alunos no Curso Técnico em Química e estamos, atualmente, com a nossa vigésima segunda turma. No Curso de Segurança do Trabalho, também nos destacamos com a formação de mais de 400 alunos, sendo que no meio deste ano teremos mais uma turma consolidando esta importante etapa. Os cursos de Química Industrial, Segurança do Trabalho e Eletrotécnica são os mais concorridos. Para nós é uma honra saber que informamos, formamos, capacitamos e instrumentalizamos tantos alunos que já estão empregados,  atuando em empresas de grande porte, enfim, conseguimos fazer a diferença na vida de muitos cidadãos. Ressaltamos que para este ano estaremos trazendo novos cursos. 


JR - Todo ano o Colégio Paulo Cezar realiza colônia de férias com os alunos menores. Como é realizado essa atividade? Existe muita adesão dos pais e filhos?
VLFV - A colônia de férias da Instituição Doutor Paulo Cezar Queiroz proporciona à criança participante, sendo aluno da escola ou não, um momento de lazer adequado, sob a supervisão de profissionais especializados, com planejamento diferenciado para cada faixa etária. Esse planejamento visa conhecer e reconhecer nas atividades de lazer um importante momento de socialização e cultura, estimulando o convívio social, privilegiando o respeito mútuo, a cooperação e a participação respeitosa no grupo em que a criança esteja inserida.

As atividades acontecem durante as férias de julho e janeiro. A procura é grande, o que nos motiva a trabalhar cada vez mais para apresentar a maior diversidade de brincadeiras e atrações. Ludicidade sempre, e o mais importante, com total segurança, características tais que agradam aos pais e às crianças envolvidas.


JR - A senhora, como professora e empresária de ensino, qual a avaliação que faz do ensino no país? 
VLFV - Avaliar a educação brasileira é nos basear em estatísticas. Reconhecemos que é necessário rever e praticar muitas ações. Porém, como país em desenvolvimento, precisa-se investir muito para atender a complexidade da defasagem, que é gritante. O Brasil investe apenas 0,9% em pesquisa. É muito comum ouvirmos de que “nossos cientistas e técnicos triunfam no exterior, recebendo até prêmio nobel”. Neste sentido pode-se afirmar que a Educação nunca foi prioridade para os governantes, haja vista o IDEB Nacional e do nosso Estado o IDERJ. 

Como empresária sei o quanto é difícil investir neste ramo de empreendimento. É preciso vocação, resiliência e ousadia. Cito ainda ser necessário ter fé de que investir em pessoas é um grande negócio. Por isso, insisto e não meço esforços para oferecer na Associação Educacional Doutor Paulo Cezar Queiroz Faria uma Educação de qualidade, que busca alcançar os bancos das universidades. Isso é conquista! Isso é Vitória nosso foco é fazer o melhor!


JR - Por que a homenagem a Paulo Cezar Queiroz Faria?
VLFV - Quando comecei a planejar a realização do meu sonho cultivado desde a infância, imaginava tudo, porém, o nome, ficou para o final. Chegando o momento da decisão, listamos vários, e nos reunimos para a escolha. Justificando um por um, eis que a gaivota idealizada por Lia Sonia Moreira Gonçalves nos inspirou, traduzindo assim o que retratava a breve trajetória de meu irmão Paulo Cezar pela vida,  com elevadas contribuições pelo grande ser humano e profissional que foi. 

Belas gaivotas elevam seu voo e enfeitam o infinito. Almas nobres são alçadas ao céu e, de lá, iluminam os que seguem sua missão na terra.





Adicione essa página em sua rede social
Artigos Relacionados:

blog comments powered by Disqus

Área exclusiva - Login

Notícias completas e versão digital exclusivas para assinantes

Informativo JR

Cadastre-se e fique bem informado