Secretário de Saúde visita obras do Hospital do Câncer de Nova Friburgo

  • PDF



No dia 12 de abril, o secretário de saúde do estado do Rio de Janeiro, Edmar Santos, esteve em Nova Friburgo para vistoriar o canteiro de obras do Hospital do Câncer, no bairro Ponte da Saudade. A visita foi uma solicitação conjunta do deputado federal Luiz Lima e do deputado estadual Alexandre Knoploch, ambos do PSL.

A construção foi iniciada em abril de 2015, mas as obras foram paralisadas meses depois. O Governo do estado precisaria cumprir uma série de exigências e apresentar uma robusta documentação para a liberação da verba federal. O Estado chegou a pedir a prorrogação da vigência do contrato por três vezes em três anos. Foi realizado um convênio no valor de R$ 49.000.000,00 pela Caixa, com contrapartida de R$ 9.800.000,00 do Governo do Estadual.

Em 2017, o Estado perdeu o prazo para entregar os documentos da unidade, necessários para dar prosseguimento à construção iniciada. Então, em 14 de dezembro do mesmo ano,  a Caixa Econômica Federal rescindiu o contrato e solicitou a devolução do investimento.  O Hospital atenderia a pacientes oncológicos de toda a região serrana. 

Luiz Lima já havia visitado o canteiro de obras do Hospital do Câncer algumas vezes e, após tomar posse em Brasília como deputado federal, entrou em contato com a Caixa Econômica Federal para apurar o ocorrido.

“Viabilizar a construção do Hospital do Câncer é uma prioridade do meu mandato. Meu gabinete em Brasília tem trabalhado intensamente para levantar todos os dados necessários e tenho dialogado bastante com o governo do estado para garantir a retomada das obras com urgência", - disse o deputado Luiz Lima.




Nesta sexta-feira, os assessores do deputado Luiz Lima, Eduardo Kropf e Adalto Lomba, acompanharam o deputado Alexandre Knoploch, durante a visita do secretário estadual de saúde ao canteiro de obras. Na ocasião, foi apresentado um projeto técnico a ser executado. Houve uma redução de leitos, passando para 112; e não haverá nova construção. Será aproveitada toda a infraestrutura já existente. O projeto inicial previa a construção de 200 leitos, 30 leitos infantis, e capacidade de 288 consultas por dia, além de 4 mil cirurgias por ano. Os atendimentos seriam para cirurgia oncológica, oncologia clínica, radioterapia, reabilitação e cuidados paliativos.

“É muito importante saber qual o orçamento estimado. Assumo a responsabilidade de conversar com o presidente da Alerj, André Ceciliano (PT), para ajudar a retomada das obras com recursos da Assembleia Legislativa”, - concluiu o deputado Alexandre Knoploch.

O secretário de saúde não divulgou valores estimados para a retomada e conclusão da obra, mas reforçou a importância da parceria na esfera federal, através do deputado Luiz Lima, e o empenho para concluir as obras:

"Estamos bem alinhados com a secretaria de obras do estado (SEOBRAS) é há um esforço muito grande do governo do estado para retomar a obra em breve. O apoio na esfera federal é muito importante neste momento”, finalizou o secretário estadual de saúde.





Adicione essa página em sua rede social
Artigos Relacionados:

blog comments powered by Disqus

Área exclusiva - Login

Notícias completas e versão digital exclusivas para assinantes

Informativo JR

Cadastre-se e fique bem informado