Contribuintes cordeirenses recebem IPTU-2019 nas residências

  • PDF



Assim como ocorreu nos dois últimos anos, os carnês referentes ao IPTU-2019 (Imposto Predial e Territorial Urbano) estão sendo entregues, dessa vez pelos próprios servidores da Prefeitura de Cordeiro, nas residências dos contribuintes. A expectativa da Administração Municipal é conseguir uma arrecadação satisfatória com o imposto anual e assim garantir que as cifras arrecadadas retornem à comunidade, como aconteceu recentemente com a aquisição de duas vans para atender à Secretaria de Saúde.

Outra boa notícia é que a data de vencimento – tanto da primeira parcela para quem pretende dividir o pagamento do imposto, quanto para quem optar pela quitação em cota única – foi prorrogada. Agora, a cota única, com 10% de desconto no valor total, e a primeira parcela, cujos vencimentos estão no carnê estão com data de 10 de abril, poderão ser pagas até 22 de abril 2019 sem qualquer tipo de acréscimo. As demais parcelas permanecem com a data de vencimento que consta no documento.

No ano passado os cordeirenses tiveram até seis vezes para pagar o imposto parcelado. Em 2019 o prazo aumentou. O contribuinte pode quitar o IPTU em até oito parcelas, sendo que o pagamento deve ser feito somente na Caixa Econômica Federal, Casa Lotérica ou Correspondente Caixa, na galeria próxima ao Superthal. Quem preferir retirar a guia de pagamento do IPTU-2019 na Internet basta acessar www.cordeiro.rj.gov.br e clicar no banner IPTU-2019, que direciona à área específica.



Em entrevista concedida ao Programa Espaço Aberto, da Rádio 94 FM, os secretários de Fazenda e Planejamento, Thiago Romito e Pablo Caruzo, respectivamente, explicaram detalhes sobre o tema. Pablo agradeceu e parabenizou aos contribuintes que no ano passado se dirigiram à Prefeitura de Cordeiro em busca de correções. “Foram corrigidas mais de mil inscrições em 2018. Sugiro que todos que tenham dúvidas quanto ao seu IPTU façam o mesmo nos procurando munidos da documentação do imóvel. Estamos à disposição para ajudar”, disse Caruzo.

Já Thiago Romito falou um pouco sobre o impacto positivo dos valores arrecadados com o IPTU nos cofres públicos, dizendo se tratar de uma receita indispensável para equilibrar as finanças em tempos de crise econômica. “Algumas ações de governo e investimentos em favor da população são obtidos através de recursos próprios. É exatamente o caso da verba arrecadada com o IPTU. Daí a importância desse imposto para o bem estar das finanças do município”, explicou.





Adicione essa página em sua rede social
Artigos Relacionados:

blog comments powered by Disqus

Área exclusiva - Login

Notícias completas e versão digital exclusivas para assinantes

Informativo JR

Cadastre-se e fique bem informado