Política

Câmara de Nova Friburgo derruba veto e construção de hidrelétricas está proibida na cidade

  • PDF

Em votação realizada na sessão do dia 23 de outubro, a Câmara de Vereadores de Nova Friburgo derrubou, por unanimidade, o veto do prefeito Renato Bravo ao projeto que proíbe a instalação de Centrais Hidrelétricas ao longo dos rios que margeiam a RJ-142 (Estrada Serramar), que corta o distrito de Lumiar e liga Nova Friburgo a Casimiro de Abreu.

A possibilidade de construção das hidrelétricas mobilizou a comunidade do distrito de Lumiar, que desde o começo se mostrou contrária à iniciativa. Na sessão da Câmara, diversos manifestantes protestaram contra a decisão de veto pelo Executivo Municipal.

O projeto de lei é de autoria do vereador Joelson do Pote (PDT), foi aprovado anteriormente pela Casa e vetado em seguida pelo prefeito Renato Bravo. Em entrevista ao Portal Multiplix, o parlamentar falou sobre a aprovação da Casa.

“Eu imaginava ter maioria na votação, mas uma decisão unânime me surpreendeu. Visamos atender um desejo da população, pois desde que surgiu a notícia, vários moradores de Lumiar pediram ajuda à Câmara sobre este tema. O veto proíbe ainda que se instalem hidrelétricas em qualquer área da cidade. Imagino que o Executivo não enviará outro projeto neste sentido” revelou.

“Este projeto impactaria diretamente o turismo da região, que possui uma grande vocação. Isso serviu de base para a minha defesa na sessão. Que se fosse construído, ocorresse em um área sem esse potencial turístico. Mas de qualquer forma, o ideal é preservar o meio ambiente e o turismo”, afirmou.

Através das redes sociais, a Associação de Moradores de Lumiar (AMA) celebrou a decisão. “Os vereadores em votação unânime, acabam de derrubar, nesta terça (23), o veto do prefeito a Lei que proíbe a construção de hidrelétricas ao longo do rio Macaé. Agora é Lei, aprovadíssima e que passa a vigorar assim que for promulgada pelo prefeito Renato Bravo. RIO MACAÉ LIVRE DAS HIDRELÉTRICAS!!! Queremos parabenizar a todos envolvidos, em especial ao Movimento O Rio Macaé Livre, aos vereadores que entenderam as aspirações da população e a necessidade de preservação do meio ambiente, e a própria população, que se envolveu e se empenhou nessa questão. É uma grande conquista para todos nós! Viva o Macaé livre! O episódio é um indicativo de que é primordial um caminho mais estreito de comunicação entre o executivo e as comunidades e entidades representativas do município para o desenvolvimento de ações que realmente atendam as necessidades dos habitantes de Nova Friburgo”, diz a publicação.

Em nota, a Prefeitura de Nova Friburgo informou que “Apesar de concordar com o projeto de lei que proíbe a instalação de hidrelétricas, por orientação da Procuradoria Geral do Município, o veto foi elaborado observando questões eminentemente técnicas sobre as competências para tratar da matéria. A Prefeitura de Nova Friburgo insiste que é a favor da proibição, entretanto, entende que a legislação sobre recursos hídricos e de subsolo é de competência federal, conforme a Constituição Federal do Brasil e a Lei de Política Nacional de Meio Ambiente. Sob este aspecto, uma lei municipal não teria efeitos práticos. Por fim, cabe acrescentar que governo Renato Bravo não pretende autorizar nenhum tipo de hidrelétrica em Nova Friburgo e ainda que a preocupação maior é com a preservação dos leitos dos nossos rios e nascentes, com as nossas Áreas de Proteção Ambiental (APAs) e com as famílias que residem às margens dos rios”.

O projeto da Câmara foi produzindo em razão da possibilidade de instalação de três Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs) e que gerariam mais de 60 megawatts de energia por hora (MW/h). As centrais seriam construídas nos seguintes locais: PCH Rio Bonito – Um pouco acima do encontro dos rios Bonito e Macaé; CH Casemiro – Abaixo da Cachoeira da Fumaça; e PCH Macaé – Abaixo do encontro dos rios Macaé e Sana. 

As três centrais dariam vazão de água de 57 mil litros por segundo e seriam abastecidas com água oriundas de túneis de 4x4 metros e cinco quilômetros de comprimento escavados na rocha, segundo levantamento realizado pelas empresas Alupar Investimentos S.A., W Energy Participações S.A. e Ipar Participações Ltda em 2016. De acordo com o mesmo relatório, foram indicadas nove áreas em que as hidrelétricas poderiam ser construídas, mas seis foram vetadas pelo Instituto estadual do Ambiente (Inea).



Adicionar Comentario

Pezão recebeu governador eleito no Palácio Laranjeiras

  • PDF

O governador Luiz Fernando Pezão recebeu, no dia 30 de outubro, o governador eleito Wilson Witzel. A visita de cortesia ocorreu no Palácio Laranjeiras, onde combinaram a primeira reunião de transição governamental para o dia 31 de outubro, às 13h, no Palácio Guanabara.

Pezão reafirmou que as equipes do governo estão à disposição do governador eleito para que a transição seja feita de forma transparente e sem burocracia. Um decreto do governador, publicado nesta terça-feira no Diário Oficial, instituiu a comissão de transição governamental, formada pelos secretários da Casa Civil e Desenvolvimento Econômico, Sergio Pimentel, Fazenda e Planejamento, Luiz Claudio Gomes, e Governo, Affonso Monnerat. Por parte do governador eleito, o coordenador da transição será José Luiz Cardoso Zamith.

De acordo com o decreto de Pezão, “a nova gestão administrativa necessita estar a par de informações fundamentais para a adequada implantação de seu programa de governo, já a partir do início do exercício do novo mandato”.

Ainda segundo o texto, os secretários estaduais deverão encaminhar ao presidente da comissão de transição governamental, secretário Sergio Pimentel, até 22 de novembro, informações sobre programas realizados e em execução, assuntos que demandarão ação ou decisão da administração nos 100 primeiros dias do novo governo, projetos que aguardam implantação ou que tenham sido interrompidos e as contas públicas do governo estadual.



Adicionar Comentario

Emenda de Jair Bolsonaro, no valor de R$ 659.000,00 para o Hospital Raul Sertã em Nova Friburgo

  • PDF

Reduto eleitoral de candidatos “da terra”, a região serrana do estado do Rio de Janeiro surpreendeu e garantiu a vitória de dois deputados da capital fluminense: Luiz Lima (Deputado Federal) e Alexandre Knoploch (Deputado Estadual) ambos do Partido Social Liberal (PSL), do presidente eleito, Jair Bolsonaro. 

As campanhas ganharam corpo em todo estado do Rio de Janeiro, principalmente na Região Metropolitana e Serrana, em especial Nova Friburgo, onde ambos saíram como os eleitos mais votados do município. Com uma coordenação de campanha extremamente focada e unida, Welbert Pedro (coordenador geral das duas campanhas e presidente do PSL de Nova Friburgo), cooptou nomes de peso para a movimentação nos 92 municípios do estado, dentre eles os 14 municípios da região serrana. Com grande aceitação nas ruas, os nomes de Luiz Lima e Alexandre Knoploch ganharam os corações daqueles que buscavam candidatos com propostas fora da política tradicional e focavam em renovação, patriotismo e combate à corrupção. Luiz Lima e Alexandre Knoploch receberam votos em absolutamente todos os 92 municípios do estado do Rio. Knoploch foi o 4º nome eleito para a Alerj com 103.639 votos. Luiz Lima foi eleito para o Congresso Nacional com 115.119 votos, obtendo, em Nova Friburgo, mais de 15 mil votos. Ele foi o deputado federal eleito mais votado em Nova Friburgo, Teresópolis e Petrópolis. 

Vale lembrar que o candidato do PSOL a uma vaga na Alerj, Wanderson Nogueira, amargou a derrota e não foi reeleito para seu segundo mandato no Palácio Tiradentes. Glauber Braga, do mesmo partido, foi reeleito para a Câmara Federal, mas com a votação reduzida pela metade: em 2014, ele obteve 82.236 votos. Já em 2018, o candidato psolista conquistou 40.199 votos.

“Nosso grupo político mostrou que a união faz a diferença. Fizemos uma campanha sem fundo partidário, com muitas lideranças que voluntariamente nos ajudaram a conquistar a vitória. A população está cansada dos mesmos nomes e das mesmas promessas  que nunca são cumpridas. A região serrana estava carente de candidatos sérios, coerentes e realmente preocupados em legislar para as pessoas e não fazer figuração para partido” - disse Welbert Pedro. 

O grupo também realizou uma reunião com o prefeito de Nova Friburgo, Renato Bravo (PP), para tratar a licitação de diversos equipamentos para o Hospital Raul Sertã com recursos da emenda parlamentar enviada pelo então deputado federal e agora presidente eleito pelo PSL, Jair Bolsonaro, no valor de R$ 659.000,00.



Adicionar Comentario

Vereadores de Trajano de Moraes visitam Brasília para pedir recursos para o município

  • PDF



Uma comitiva de três vereadores estiveram em Brasília pedindo ajuda e emendas parlamentares para o município de Trajano de Moraes.

A atual vereadora Isis Bechara, o vereador e futuro presidente do Legislativo, Ralph Moreira; e o atual presidente da Câmara Municipal, Carlos Renato Lessa visitaram Brasília no dia 24 de outubro.

“Hoje estivemos presente no gabinete do Deputado Altineu Cortez, com o assessor Ivon, em busca de recursos para nosso município. Graças à Deus, em breve ótimas notícias e a certeza que teremos melhorias através de emendas pra Trajano!”, garantiu o empresário, vereador e futuro presidente da Câmara Municipal, Ralph Moreira.

Eles estiveram no Ministério das Cidades e no Ministério da Saúde, e em gabinetes de deputados federais e senadores mantendo contatos com as autoridades para viabilizar benefícios para a comunidade trajanense.

“Tenho maior orgulho e admiração de estarmos juntos compartilhando um mandato ao lado do povo e lutando 100% por Trajano e de ter a certeza que vamos contribuir muito para a mudança da velha política!!o povo carece e já não aguenta!! “, afirmou o vereador Ralph Moreira.

Já a vereadora Isis Bechara, descreveu alguns dos vários pedidos que foram protocolados e pedidos as autoridades de Brasília. “Fomos ao Tribunal de Justiça requerendo o retorno do cartório eleitoral para Trajano, pois hoje estamos subordinado a Conceição de Macabu; no Ministério de Saúde pedindo o pagamento de insalubridade aos servidores e ambulância para os distritos; ao Ministro da Cidade, pedindo o asfaltamento da estrada de Tapera; pedimos tratores agrícolas; ao Ministro da Cultura, a reconstrução da Estação Ferroviária de Visconde de Imbé.; ao Ministério da Previdência, para que o INSS faça a agilização do atendimento ao povo; e pedimos também informação sobre a dívida da nossa Prev”, informou a vereadora trajanense Isis Bechara.



Adicionar Comentario

Bolsonaro vence em todos os municípios da região

  • PDF



Jair Messias Bolsonaro, do PSL, foi eleito presidente da República ao derrotar em segundo turno o petista Fernando Haddad, interrompendo um ciclo de vitórias do PT que vinha desde 2002. 

Aos 63 anos, capitão reformado do Exército, deputado federal desde 1991, Jair Bolsonaro materializou em votos o apoio que cultivou e ampliou a partir das redes sociais e em viagens pelo Brasil para obter o mandato de presidente de 2019 a 2022. 

O candidato do PSL, Jair Messias Bolsonaro, venceu em 89 das 92 cidades do estado do Rio de Janeiro no 2º turno das eleições de 2018. Fernando Haddad (PT) ganhou em três  municípios: Rio das Flores, Comendador Levy Gasparian e Laje do Muriaé.

Na capital, Bolsonaro venceu em praticamente todas as zonas eleitorais. Haddad só saiu vitorioso em Laranjeiras na zona sul.

Na cidade, Bolsonaro teve 66,35% dos votos válidos e Haddad, 33,65%.

No geral, no estado, Bolsonaro teve 67,95% dos votos válidos e Haddad, 32,05%.

Na eleição de 2014, quando Jair Bolsonaro concorria a Câmara Federal, ele teve mais de 464 mil votos, e foi o deputado federal com maior número de votos no Estado do Rio de Janeiro. Ele está na Câmara Federal há sete mandatos consecutivos. 


Nos municípios da região, os votos foram:

Cantagalo:
Jair 6.886 votos
Haddad 3.332 votos

Nova Friburgo:
Jair 71.859 votos
Haddad 26.805 votos

Cordeiro:
Jair 7.339 votos
Haddad 3.478 votos

Bom Jardim:
Jair 9.457 votos
Haddad 4.304 votos

Duas Barras:
Jair 3.871 votos
Haddad 2.528 votos

Carmo:
Jair 5.185 votos
Haddad 4.536 votos

Itaocara:
Jair 10.021 votos
Haddad 3.047 votos

São Sebastião do Alto:
Jair 2.911 votos
Haddad 1.855 votos

Trajano de Moraes:
Jair 3.002 votos
Haddad 2.588 votos

Macuco:
Jair 2.881 votos
Haddad 1.815 votos



Adicionar Comentario

Wilson Witzel vence em todos os municípios da região

  • PDF



O governador eleito do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC) venceu Eduardo Paes (DEM) em 89 dos 92 municípios fluminenses, mas perdeu na capital, onde Paes foi prefeito até 2016. Paes conseguiu 51,69% dos votos válidos dos cariocas... 

No entanto, a diferença de Paes para Witzel, no segundo turno, na capital foi de apenas 106 mil votos, quantidade insuficiente para compensar a larga vantagem de votos obtida pelo governador eleito em cidades populosas da região metropolitana e no interior do estado.

Além da capital, o ex-prefeito do Rio só terminou o segundo turno na frente do ex-juiz federal em Niterói, com 50,99% dos votos válidos, o que corresponde a uma vantagem de apenas 5.227 votos, e em Rio das Flores, cidade da região serrana de 8.507 eleitores, onde conquistou 62,75% dos votos válidos.

Witzel tirou sete cidades de Paes no segundo turno O ex-juiz federal conseguiu reverter o quadro a seu favor em sete cidades onde o ex-prefeito havia vencido no primeiro turno: Comendador Levy Gasparian, Laje do Muriaé, Macuco, Quissamã, São José de Ubá, São Sebastião do Alto e Trajano de Moraes.

O governador eleito conquistou municípios populosos da baixada fluminense e da região metropolitana do Rio, com larga vantagem frente a Eduardo Paes, como em Duque de Caxias (67,94% dos votos válidos), Nova Iguaçu (69,46%), São Gonçalo (65,99%) e São João de Meriti (67,32%). As votações mais expressivas de Witzel aconteceram nas cidades de São Pedro da Aldeia (82,48%), São José do Vale do Rio Preto (81,73%) e Itaperuna (78,46%).


Nos municípios da região, as votações foram:

Cantagalo:
Wilson 6.800 votos
Eduardo 2.490 votos

Duas Barras:
Wilson 3.483 votos
Eduardo 2.158 votos

Cordeiro:
Wilson 6.994 votos
Eduardo 2.807 votos

Nova Friburgo:
Wilson 62.737 votos
Eduardo 20.084 votos

Bom Jardim:
Wilson 8.325 votos
Eduardo 4.047 votos

Carmo:
Wilson 5.085 votos
Eduardo 3.621 votos

Macuco:
Wilson 2.364 votos 
Eduardo 2.112 votos

Itaocara:            
Wilson 9.161 votos
Eduardo 3.290 votos

São Sebastião do Alto:
Wilson 2.345 votos 
Eduardo 2.184 votos

Trajano de Moraes:
Wilson 2.732 votos
Eduardo 2.427 votos




Adicionar Comentario

Deputado federal eleito, Luiz Lima visita Cantagalo

  • PDF



O ex-nadador olímpico e agora deputado federal Luiz Lima esteve visitando a região serrana na última semana. A visita foi um dos primeiros atos de Luiz Lima após receber mais de 115 mil votos na eleição de 2018. Ele foi o 8º candidato mais votado no Estado do Rio de Janeiro e o 3º mais votado do seu partido, o PSL. Em Cantagalo, Luiz Lima obteve 1.030 votos, sendo o mais votado para o cargo de Deputado Federal.

No dia 17 de outubro, Luiz Lima concedeu entrevista coletiva em um hotel em Nova Friburgo, onde esteve acompanhado da vereadora cantagalense Manuela do Paraíba. Já no dia seguinte, o deputado esteve em Cantagalo acompanhado do vereador Hugo Guimarães, além de correligionários, eleitores e amigos, onde visitou o comércio local e deu entrevista exclusiva para a TV Interior.

Em Cantagalo, o deputado federal agradeceu os votos recebidos na eleição e se comprometeu a lutar pela cidade. “Fui o campeão de votos em Cantagalo graças a todos os cantagalenses que acreditaram em uma pessoa sem vícios e por ter sido amparado por pessoas de bem, que querem mudar a política do Brasil, do Estado do Rio de Janeiro e futuramente da cidade de Cantagalo”.

Uma das lutas de Luiz Lima para a região serrana será a construção do Hospital do Câncer em Nova Friburgo. “Quero muito colaborar através de articulações com os governos Estadual e Federal para tornar realidade o Hospital do Câncer em Nova Friburgo. A população da região serrana tem agora um aliado em Brasília para lutar com muita integridade pelos municípios”, afirma Luiz Lima.



Adicionar Comentario

Os Senadores eleitos em 2018

  • PDF

Nas eleições de 2018, o Senado Federal renovou dois terços das suas 81 cadeiras. 32 senadores buscaram reeleição, mas apenas 8 conseguiram. 24 novos nomes foram escolhidos pelos eleitores para representarem os seus estados a partir de fevereiro. O Rio de Janeiro elegeu Flávio Bolsonaro e Arolde de Oliveira

Confira a lista completa dos eleitos:

ACRE: Márcio Bittar (MDB) e Sérgio Petecão (PSD)

ALAGOAS: Renan Calheiros (MDB) e Rodrigo Cunha (PSDB)

AMAPÁ: Lucas Barreto (PTB) e Randolfe Rodrigues (REDE)

AMAZONAS: Plínio Valerio (PSDB) e Eduardo Braga (MDB)

BAHIA: Angelo Coronel (PSD) e Jaques Wagner (PT)

CEARÁ: Cid Gomes (PDT) e Eduardo Girão (PROS)

DISTRITO FEDERAL: Izalci (PSDB) e Leila do Vôlei (PSB)

ESPÍRITO SANTO: Fabiano Contarato (REDE) e Marcos do Val (PPS)

GOIÁS: Jorge Kajuru (PRP) e Vanderlan (PP)

MARANHÃO: Eliziane Gama (PPS) e Weverton (PDT)

MATO GROSSO: Jayme Campos (DEM) e Juíza Selma Arruda (PSL)

MATO GROSSO DO SUL: Nelsinho Trad (PTB) e Soraya Thronicke (PSL)

MINAS GERAIS: Carlos Viana (PHS) e Rodrigo Pacheco (DEM)

PARÁ: Jader Barbalho (MDB) e Zequinha Marinho (PSC)

PARAÍBA: Daniella Ribeiro (PP) e Veneziano (PSB)

PARANÁ: Flávio Arns (REDE) e Prof. Oriovisto Guimarães (PODE)

PERNAMBUCO: Humberto Costa (PT) e Jarbas Vasconcelos (MDB)

PIAUÍ: Ciro Nogueira (PP) e Marcelo Castro (MDB)

RIO DE JANEIRO: Arolde de Oliveira (PSD) e Flávio Bolsonaro (PSL)

RIO GRANDE DO NORTE: Capitão Styvenson (REDE) e Drª Zenaide Maia (PHS)

RIO GRANDE DO SUL: Luis Carlos Heinze (PP) e Paulo Paim (PT)

RONDÔNIA: Confúcio Moura (MDB) e Marcos Rogério (DEM)

RORAIMA: Chico Rodrigues (DEM)  e Mecias de Jesus (PRB)

SANTA CATARINA: Esperidião Amin (PP) e Jorginho Mello (PR)

SÃO PAULO: Mara Gabrilli e (PSDB) Major Olímpio (PSL)

SERGIPE: Delegado Alessandro Vieira (REDE) e Rogério Carvalho Santos (PT)

TOCANTINS: Eduardo Gomes (SD) e Irajá (PSD)



Adicionar Comentario

Pgina 5 de 196

Área exclusiva - Login

Notícias completas e versão digital exclusivas para assinantes

Informativo JR

Cadastre-se e fique bem informado