Política

“O nosso partido agora é Trajano de Moraes”, garante Rodrigo Viana

  • PDF

A posse do novo prefeito de Trajano de Moraes, um dos mais jovens do estado do Rio de Janeiro, o empresário Rodrigo Viana, ocorreu no prédio da Prefeitura com a presença de autoridades e da comunidade.

Durante seu discurso, Rodrigo Viana propôs uma paz política no município. “Temos que trazer a paz para Trajano de Moraes. Trajano não aguenta mais viver em guerras políticas. Vamos fazer um governo justo, dando o que cada um merece, trazendo paz e fraternidade para todos”, conclamou Rodrigo Viana.

As presenças dos ex-prefeitos João Luiz Viana, que é pai do atual prefeito, e de Omair Diniz, que foi vice-prefeito e prefeito de Trajano de Moraes, foram muito enaltecidas pelo prefeito Rodrigo Viana durante seu discurso. Segundo uma fonte que não quis se identificar, somente serão nomeados alguns secretários no início do governo, pois o prefeito Rodrigo Viana está muito preocupado com a arrecadação do município. Já foram nomeados o secretário de Educação, o professor Elielson Riguetti; o secretário de Fazenda, Guto Limongi.

O advogado Dominique Sander Leal Guerra é o assessor jurídico. Os ex-prefeitos Omair Diniz, João Luiz Viana e Hélio Luiz deverão ter papeis importantes na administração. Mesmo não ocupando cargos no governo, deverão atuar como consultores para as diversas ações políticas, graças às experi- ências que os três possuem. Um dos projetos principais do novo governo em Trajano de Moraes é investir no turismo. “Nosso município tem belezas naturais que são invejáveis. Temos potencial para o ecoturismo. A nossa geografia proporciona também o turismo de aventura com esportes radicais”, garantiu Rodrigo Viana durante entrevista ao JR recentemente.

Também no dia 1º de janeiro, foi eleita a nova presidência do Poder Legislativo. O novo presidente da Câmara Municipal de Trajano de Moraes é o vereador Álvaro Pereira Campos, que foi eleito em chapa única.


Adicionar Comentario

ENTREVISTA

  • PDF

‘A população pode esperar um prefeito dedicado, pode esperar um prefeito que sabe ouvir, e pode esperar um prefeito que vai governar Trajano com amor e responsabilidade’

O jovem empresário Rodrigo Viana, filho do ex-prefeito João Luiz, assumirá a Prefeitura de Trajano de Moraes no próximo dia 1º de janeiro depois de vencer o pleito eleitoral, disputando com mais quatro candidatos. Numa entrevista exclusiva ao JORNAL DA REGIÃO, Rodrigo Viana explica seu estilo de administrar.


JORNAL DA REGIÃO (JR) – Por que decidiu entrar na política, se candidatando a prefeito de Trajano?

RODRIGO VIANA (RV) – Decidi entrar na política me candidatando a prefeito em Trajano porque amo essa cidade, fui nascido e criado aqui, e acredito que, trabalhando sério e com muita dedicação, posso contribuir de forma concreta e efetiva para o crescimento do nosso município.

JR – O potencial turístico de Trajano de Moraes é muito grande. Fale sobre isso.

RV – Nosso município tem belezas naturais que são invejáveis. Temos potencial para ecoturismo. A nossa geografia proporciona também o turismo de aventura com esportes radicais. Somado a isso, nossa querida Trajano conta com algo especial: um povo carinhoso e acolhedor.

JR – Qual será sua prioridade quando assumir a Prefeitura de Trajano de Moraes, em janeiro de 2017?

RV – Na verdade, existem algumas prioridades, como saúde, educação e conservação das estradas, entre outras coisas.

JR – O seu partido, o DEM, tem pessoas importantes a nível nacional e estadual. Como isso poderá ajudar em sua administração?

RV – É verdade, vou aproveitar o contato com os deputados do meus partido para buscar recursos para a nossa cidade.


JR – Mesmo em tempo de crise, o que a população pode esperar do governo Rodrigo Viana?

RV – A população pode esperar um prefeito dedicado, pode esperar um prefeito que sabe ouvir, e pode esperar um prefeito que vai governar Trajano com amor e responsabilidade.

JR – Como pretende manter seu relacionamento com a Câmara Municipal?

RV – Tenho plena convicção que assim como eu a Câmara de Vereadores também quer o melhor para Trajano. Buscarei sempre trabalhar em sintonia, com muito respeito aos vereadores.

JR – Para você, quais serão as maiores dificuldades que encontrará na Prefeitura?

RV – Estamos vivendo um momento de crise nacional. Sei que nosso município também passa por um delicado momento, mas sou uma pessoa que gosta de desafios, acredito que só poderei falar sobre as dificuldades quando tomar posse.

JR – Já definiu sua equipe de secretários? Já pode divulgar alguns nomes?

RV – Quanto à questão do secretariado, estou estudando com muita cautela, e, sem dúvida, vou buscar o melhor para o nosso município.

JR – Como foi a sua reação quando da vitória na eleição de outubro deste ano?

RV – Fiquei muito feliz e agradecido a Deus, aos meus familiares, meus amigos, eleitores, pois naquele momento eles me deram a oportunidade de contribuir para o crescimento da nossa cidade.

JR – A sua família tem tradição na política. Como um jovem de 30 anos pretende marcar história no município?

RV – Pretendo fazer um governo modelo em nosso município. Acredito que um bom governo deve ser feito para o povo e com a participação popular. Andarei em cada canto do município buscando ouvir as pessoas. Tenho convicção de que, para fazer, é preciso conhecer a fundo as necessidades do nosso povo.

Adicionar Comentario

Ex-prefeito Rogerio Cabral entrega a chave da cidade ao prefeito Renato Bravo

  • PDF

Renato Bravo (PP), prefeito eleito em Nova Friburgo foi empossado neste domingo (1º) no Teatro Municipal Laercio Rangel Ventura junto com os vereadores eleitos. Políticos e familiares acompanharam a cerimônia. O presidente da Câmara, Alexandre Cruz, conduziu os juramentos do prefeito e do vice, Marcelo Braune.


Em seu discurso, Renato prometeu mudanças. Ele falou sobre as filas no Hospital Municipal Raul Sertã, das obras que ainda precisam ser feitas e do desemprego. “Serei o prefeito dos 200 anos de Nova Friburgo. Um filho de Nova Friburgo, nascido e criado aqui, que teve a oportunidade de estudar, se aprimorar e se preparar para esse momento. A vida me deu a chance de servir Nova Friburgo”, disse.

O novo prefeito falou sobre futuro. “É por isso que olhamos para o futuro sem esquecer, jamais, a nossa história porque é ela que dá o alicerce para buscarmos os caminhos. Estimular nos idosos, adultos, jovens e crianças o sentimento de pertencer a essa história é essencial para o crescimento de todos”, discursou.


Renato ressaltou o desafio que irá enfrentar. “Hoje é dia de celebrações. Amanhã cedo começa o nosso grande desafio, o maior desafio de minha vida, que será o de administrar a cidade que tanto amo. Há pessoas nos hospitais a espera de um atendimento mais humano e qualificado. Há desempregados, ansiando por trabalho. Há crianças que necessitam de vagas em escolas. Há jovens que estão no caminho errado por desesperança. Há obras a fazer. Há escolas a construir e reformar. Temos uma cidade inteira para cuidar e transformar. Por tudo isso reforço o meu compromisso de revitalizar a nossa cidade”, afirmou.

Após o fim da cerimônia de posse, Renato Bravo caminhou pelas ruas do Centro com sua comitiva até a sede da prefeitura, na Avenida Alberto Braune, onde recebe as chaves do  município das mãos do ex-prefeito Rogério Cabral, que fez questão de realizar tal ato, caro raro na região.

Adicionar Comentario

Guga de Paula assume Prefeitura pela terceira vez anunciando “remédios amargos”

  • PDF

Guga de Paula, eleito pela terceira vez prefeito de Cantagalo, tomou posse na manhã deste domingo, 1º de janeiro, em cerimônia realizada pela Câmara Municipal no salão da Escola Municipal Lameira de Andrade. Durante o evento, ao ocupar a tribuna, o prefeito conclamou a população a participar de sua administração e disse que “remédios amargos” terão que ser ministrados para que o município possa passar pela crise que o país vem enfrentando.


Esta foi a forma de o prefeito anunciar, sem entrar em detalhes, que tomará medidas de corte de gastos, a começar pela redução de subsídios de secretários, corte de cargos, união de algumas secretarias, o que diminuirá o custo operacional da Prefeitura, além de deixar vários cargos comissionados vagos. “Sabemos que as dificuldades são muitas, mas, se houver a colaboração de todos e muito empenho meu e de minha equipe de trabalho, conseguiremos transpor as barreiras”, discursou o prefeito, que foi eleito em 2 de outubro com 69,08% dos votos válidos, o que representa 8.647 votos.

A cerimônia também empossou o vice-prefeito Valdevino Zanon e os 11 vereadores, dos quais quatro reeleitos. A sessão de posse, conforme o Regimento Interno da Câmara, foi presidida pelo vereador eleito com maior idade, tarefa que coube ao vereador reeleito Tadeu Leite.


Já no prédio da Prefeitura, o prefeito Guga de Paula, após assinar o Termo de Transmissão de Cargo, discursou agradecendo o fato de ser prefeito pela terceira vez, igualando-se ao ex-prefeito (já falecido) Nilo Guzzo, e anunciou seu secretariado.

Alguns nomes já haviam sido antecipados pelo Jornal da Região em matérias anteriores:  Leopoldo Goulart (Jurídico), Márcio Longo (Planejamento, Gestão e Desenvolvimento Econômico), Jorge Braz Cardoso Ferreira (Fazenda e interno de Assistência Social), Carla Guimarães (Educação), Pedro Alves (Indústria, Comércio, Turismo, Esportes, Certames e Lazer  – pasta que ainda poderá receber a Secretaria de Cultura), Eduardo Medeiros (Governo), Vinícius Palma (Administração), Márcio Barbas (Saúde), Max Vieira (Obras e Serviços Públicos), Darcília de Fátima Guedes Cabral (diretora-presidente do Instituto de Pensão e Aposentadoria Municipal – Ipam), Fábio Coelho (Defesa Civil e Trânsito); e o vice-prefeito Valdevino Zanon, que assume interinamente três secretarias: Meio Ambiente, Desenvolvimento Agropecuário e Viação e Transportes.

O prefeito também anunciou que já promoverá reuniões para a elaboração dos primeiros projetos a serem enviados à análise da Câmara, entre eles a redução do número de secretarias, dos subsídios dos cargos do primeiro escalão e até da readequação da Planta Genérica de Valores, que serve de base para o cálculo do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano). 

Adicionar Comentario

Félix Lengruber inaugura Centro de Fisioterapia em Macuco

  • PDF

 “Farei o que for possível, principalmente nas questões referentes ao Hospital de Macuco e à Delegacia Legal”, disse a deputada estadual Martha Rocha

O prefeito de Macuco, Félix Lengruber, declarou que irá trabalhar até o fim de seu mandato, no próximo dia 31 de dezembro, para garantir saúde de qualidade à população e que nem mesmo a crise financeira que incomoda municípios e gestores será capaz de frear seus propósitos de batalhar pelo bem-estar dos moradores.

O prefeito recebeu dezenas de convidados, incluindo a amiga particular, deputada estadual Martha Rocha; o prefeito de Cordeiro, Leandro Monteiro; os presidentes das câmaras municipais de Macuco e Trajano de Moraes, Frank Lengruber e David Carvalho, respectivamente; secretários e assessores da administração municipal, além de populares, para a inauguração do Centro de Fisioterapia Henrique Monteiro Machado, no prédio anexo ao futuro hospital, viabilizado em parceria com a Secretaria Estadual de Saúde, no valor de R$ 700 mil.

O Centro de Fisioterapia tem 317,27 metros quadrados, varanda, sala de pediatria, cozinha, vestiários masculino e feminino, piscina de 20 metros quadrados, salas de cinesioterapia e de equipamentos, consultórios, banheiros feminino e masculino e para deficientes, três boxes de atendimento e recepção.

Fisioterapeutas, fonoaudiólogos, otorrinolaringologistas e ortopedistas estiveram presentes à inauguração e foram elogiados pelo prefeito. Eles farão o atendimento nas alas infantil e adulta com auxílio de uma piscina termoaquecida. “Entre outras coisas, atenderemos pacientes com sequelas neurológicas por derrame cerebral e crianças com necessidades especiais de forma humanizada e digna”, disse Lengruber.

De acordo com o prefeito, o empenho da deputada Martha Rocha foi fundamental para a conquista. “Serei sempre grato a ela porque foi nossa embaixadora junto ao Governo do Estado. Nesse centro poderemos atender outros municípios pelo Consórcio de Saúde, respeitando o sistema de troca de serviços”, disse Lengruber.

O espaço homenageia Henrique Monteiro Machado, saudoso vereador macuquense, ex-atleta do Macuco Esporte Clube e militante atuante na vida pública e comunitária, que, além de ter formado duas filhas em fisioterapia, foi paciente da Associação Brasileira de Reabilitação. O prefeito Félix Lengruber, seu sobrinho, disse que ele foi referência e emocionou os demais parentes. 

– Cidadão honrado, vereador correto e homem de princípios. Teve um acidente vascular cerebral e ainda assim foi exemplar na luta pela reabilitação. Foi um espelho para minha iniciação na política – discursou o prefeito.

Ao discursar, outro a receber muitos aplausos foi Frank Lengruber, presidente do Poder Legislativo, que disse que, mesmo em tempos difíceis, o prefeito sustentou seus compromissos, mantendo os salários dos servidores em dia, viabilizando o 14º salário e criando mecanismos de benefício ao povo em todos os setores. “Trata-se de uma administração que honrou suas obrigações, mesmo com a crise”, relatou o presidente.

O secretário municipal de Saúde, Carlos Maturana, foi simples e objetivo, dizendo que o centro é mais uma comprovação do comprometimento da administração com os munícipes. “Trabalhamos por uma saúde de qualidade e estamos desempenhando nosso papel público com respeito e responsabilidade para com a sociedade”, garantiu.

A deputada estadual Martha Rocha disse ser essencial ajudar um homem público compromissado com causas nobres. Para resolver as barreiras que impediam a inauguração da clínica, foram necessárias apenas algumas conversas. “Seria cômodo relatar que foi uma difícil missão resolver a questão. Contudo, foi muito fácil, porque se trata de uma excelente causa. Além disso, é ótimo saber que o Félix (Lengruber) se mantém em dia com os servidores enquanto o Governo do Estado passa por momentos delicadíssimos”, comparou a parlamentar, acrescentando que continuará auxiliando Macuco. “Farei o que for possível, principalmente nas questões referentes ao Hospital de Macuco e à Delegacia Legal”, disse Martha Rocha.


Adicionar Comentario

Diplomação dos eleitos na região

  • PDF

Depois da disputa eleitoral, chegou a vez da diplomação dos eleitos, que é um dos passos para a posse que ocorrerá no dia 1º de janeiro de 2017. A diplomação é a última ação da Justiça Eleitoral no pleito eleitoral, já que a posse é de competência do Legislativo.

Na região, Trajano de Moraes e São Sebastião do Alto foram as primeiras a diplomar os eleitos no dia 12 de dezembro.

Em Trajano de Moraes, a cerimônia de diplomação foi no Trajano Country Club no dia 12 de dezembro, presidida pela juíza Maria Clacir Schuman, responsável pela 39ª Zona Eleitoral do município. Foram diplomados o prefeito eleito Rodrigo Viana; o vice-prefeito Jorge Diniz, e mais nove vereadores eleitos em 2 de outubro deste ano.

Em São Sebastião do Alto, também no dia 12,  a juíza Beatriz Torres de Oliveira, responsável pela 60ª Zona Eleitoral, promoveu a diplomação do prefeito eleito Carlos Otávio da Silva Rodrigues, o Tavinho, como é mais conhecido, e do vice-prefeito Nicomedes Latini, além dos nove vereadores eleitos. A cerimônia foi realizada na prédio do Fórum da cidade.

Em Cantagalo, a diplomação do prefeito eleito Guga de Paula, do vice-prefeito, Valdevino Zanon, e dos 11 vereadores, será realizada nesta quinta-feira, 15 de dezembro, mesmo dia em que será realizada a cerimônia de diplomação em Duas Barras para o prefeito eleito Luiz Carlos Lutterbach, o vice-prefeito, Dr. Fabrício, e os nove vereadores eleitos em outubro.

Em Nova Friburgo, a diplomação será na sexta-feira, dia 16, no salão da Câmara Municipal. Receberão os diplomas o prefeito eleito Renato Bravo, o vice, Marcelo Braune, e os 21 vereadores eleitos. A cerimônia será presidida pelo juiz da 26ª Zona Eleitoral, Leonardo Teles. 

Em Cordeiro,  a diplomação do prefeito eleito Luciano Ramos Pinto, o Luciano Batatinha, como é mais conhecido, e de sua vice-prefeita eleita, Maria Helena Coelho Pinto, também está marcada para essa sexta-feira, 16, juntamente com os 11 vereadores. A cerimônia será realizada no Fórum da cidade, presidida pela juíza Samara Freitas Cezário.

O Fórum de Cordeiro também será palco da cerimônia de diplomação do prefeito eleito de Macuco, Bruno Boaretto, da vice-prefeita eleita Michelle Bianchini, e dos nove vereadores.





Adicionar Comentario

Secretário nega fechamento de escolas, mas alunos devem ser transferidos

  • PDF

Wagner Victer também afirma que medidas são comuns no início de cada ano letivo

Apesar de o secretário de Estado de Educação, Wagner Victer, negar o fechamento de unidades escolares no ano de 2017, a apresentação feita pela secretaria mostra que no próximo ano está prevista uma reorganização em mais de 20 escolas da rede pública de ensino.

Com isso, alunos serão transferidos, turmas reduzidas e turnos extintos. Os dados foram apresentados durante audiência pública realizada no dia 30 de novembro, pela Comissão de Educação da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj).

– Todo ano, é feito um planejamento com adequação de turmas no sentido de pegar algumas escolas que têm uma participação pequena, municipalizar e ampliar a oferta de ensino – explicou o secretário. 

Wagner Victer ainda enfatizou que as mudanças não têm relação com a crise financeira do estado e que o número de vagas ofertadas para o próximo ano letivo, aproximadamente 500 mil, entre novas matrículas e rematrículas, é maior que o oferecido em 2016.

Presidente da Comissão de Educação, o deputado Comte Bittencourt (PPS) desaprovou as medidas. “Elas apontam para o encerramento dessas unidades. É doloroso para uma comunidade encerrar uma atividade de uma escola ou um curso noturno que era oferecido no espaço”, justificou o parlamentar.

Professores e alunos da rede estadual reclamam que não foram consultados sobre as mudanças apresentadas pela Secretaria de Estado de Educação (Seeduc). Segundo a Seeduc, as transferências foram avaliadas por representantes regionais, que verificaram a estrutura das escolas e a localidade para a qual os alunos seriam realocados, com uma distância média de dois quilômetros até a nova escola.

Porém, em alguns casos, como o da coordenadora do Ciep 401, em Engenheiro Pedreira, Japeri, na Baixada Fluminense, Ana Maria Pereira Ramos, a distância é ainda maior. Ela vai precisar pegar dois ônibus para chegar ao novo local de trabalho. “Além de ser uma escola de difícil acesso, ainda é um local com guerra de facções. Nossos alunos não querem ir e a evasão será enorme”, explicou.

A aluna do Ciep 123 Glauber Rocha, em Nova Friburgo, Elaine de Oliveira Chia, de 16 anos, que cursa o 2º ano do ensino médio, também terá que mudar de escola. O ensino fundamental da unidade será municipalizado e o ensino médio transferido para o Colégio Vicente de Moraes, que fica ao lado da antiga escola, mas está com a estrutura precária.

– Em uma semana, soubemos que o colégio ia fechar; na outra, já chegou a informação de que o colégio seria municipalizado. Foi um absurdo. Eu, que cuido; eu, que uso, em nenhum momento fui ouvida” desabafou a estudante.

O prefeito eleito de Trajano de Moraes, Rodrigo Viana, informou que soube que o atual prefeito, Carlinhos Gomes, teria assinado a municipalização das escolas. “Sou contra a municipalização. Os custos das escolas são baixos para o estado criar toda essa situação. O estado pode economizar com outras coisas, não tem necessidade de municipalizar escolas”, afirmou Rodrigo Viana, ouvido pela reportagem do JORNAL DA REGIÃO.


Adicionar Comentario

Empresária cordeirense se destaca na área de turismo na Bahia

  • PDF

Renata Tarddin administra um hotel na Bahia. Ela é filha de Walter e Vilma Tardin

Com histórico na área de Turismo, Renata Rohen Tardin é bacharel em turismo e já trabalha na área desde 1982. Ela é filha do empresário aposentado e proprietário rural Walter Tardin e Dilma. Seu irmão é o empresário Marcos Tardin, o Marquinhos da Walter, como é mais conhecido, proprietário do Posto Waltar, em Cordeiro. 

Em 1991, Renata Rohen Tardin adquiriu o Hotel Estalagem, em Porto Seguro, na Bahia, quando retornou ao Brasil após trabalhar cinco anos no segmento turístico na Inglaterra.

Apesar de somente em Porto Seguro estar diretamente ligada ao final da cadeia produtiva no ramo de hotelaria, sua experiência prévia de muito ajudou a montar e gerenciar esta empresa até hoje. “Com a inclusão do Brasil de forma competitiva no mercado mundial do turismo, enxergamos uma necessidade de melhoria da qualidade de nossos serviços e então optamos por aderir ao programa de excelência na gestão de qualidade de serviços turísticos do governo do estado da Bahia”, explica Renata Tardin.

Com a compra da Pousada Estalagem Porto Seguro, que possuía apenas 10 apartamentos extremamente simples, equipados apenas com ventilador de teto, já em sua primeira fase, desenvolveu uma estreita linha de trabalho junto às empresas de receptivo do Rio de Janeiro, onde Renata havia atuado anteriormente. Paralelamente, iniciou um trabalho junto aos guias editados nacionais (Quatro Rodas) e internacionais (South América Hand Book, Lonely Planet, guia Routtar, e outros).

– Nos quatro anos subsequentes, fizemos investimentos em equipamentos para dotar o hotel de TV, frigobar, telefone, ar condicionado e som ambiente em seus apartamentos – conta a empresária. 

Em 1995, fizeram a primeira ampliação construindo uma área de lazer com piscina, cascata, ducha e churrasqueira. Em 1996, contratou um empréstimo junto ao BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), através do Desembanco, hoje Desembahia, e construiu mais 14 apartamentos e reformou as demais dependências dotando todos os apartamentos com sistema de aquecimento solar e economizador de energia. 

Em 2005, fez mais uma reforma substituindo todo o piso da ala rústica e reformando toda a área da cozinha, adequando o local aos critérios de segurança alimentar.

– Nosso objetivo maior é alcançar a excelência na prestação de serviços, garantindo a satisfação de nossos clientes, o crescimento máximo de nossos colaboradores, fornecedores e acionistas, além de estarmos em harmonia com o meio ambiente e a comunidade – garante entusiasmada a empresária Renata Tardin, que é também uma apaixonada pelo ciclismo.


Adicionar Comentario

Pgina 8 de 185

Área exclusiva - Login

Notícias completas e versão digital exclusivas para assinantes

Informativo JR

Cadastre-se e fique bem informado