Morre o ex-prefeito Wilder de Paula

  • PDF

Deve ter sido difícil e emocionado o filho assinar o decreto de luto pela morte do pai. Esta, com certeza, foi a sensação do atual prefeito de Cantagalo, Joaquim Augusto Carvalho de Paula, Guga de Paula, ao assinar o decreto de luto oficial pelo falecimento do ex-prefeito Wilder Sebastião de Paula.


O decreto nº 3.113/17 levou em consideração que, em 4 de março, faleceu em Nova Friburgo o ex-prefeito de Cantagalo Wilder Sebastião de Paula, que administrou por dois mandatos o município (1977/1982 e 1997/2000), deixando enorme legado político e social à população cantagalense.

Wilder Sebastião de Paula era pai do atual prefeito, Guga de Paula. “Cabe ao Governo Municipal, neste momento de luto, homenagear a memória daquele que sempre conviveu e defendeu a democracia plena em nosso município”, justifica o decreto, considerando luto oficial em todo o município de Cantagalo durante três dias.

O corpo de Wilder de Paula foi velado no saguão da Prefeitura e sepultado às 11 horas de domingo (5), no cemitério municipal de Cantagalo, com participação de dezenas de pessoas.

Algumas de suas obras e realizações

Na região, Wilder de Paula, que era conhecido como o “Cabeça Branca”, deixou um legado de muitas obras e realizações em Cantagalo.
No seu primeiro mandato, de 1977 a 1982, a Prefeitura ainda tinha pouco mais de 300 funcionários, e conseguiu realizar obras e conquistas para o município durante os seis anos que ficou à frente do Executivo. 
O primeiro investimento habitacional do município foi viabilizado por sua administração: o Conjunto Residencial Village Barão de Cantagalo (Pombal), com 128 apartamentos. Também conseguiu junto ao Governo Federal a implantação das casas do bairro Novo Horizonte (BNH), que, infelizmente, na gestão seguinte, foi abandonado e invadido. Hoje, o bairro Novo Horizonte é uma grande realidade, demonstrando que o governo daquela época tinha visão de progresso.
A abertura da agência da Caixa Econômica Federal e da Previdência Social na cidade foram conquistas de sua administração junto ao Governo Federal. A rodoviária municipal, que recebeu o nome de Marcelino de Paula, e o prédio da Prefeitura, que tem o nome de Joaquim de Souza Carvalho Júnior, também foram construídos com recursos próprios da municipalidade na primeira gestão de Wilder de Paula.
O Ginásio de Esportes José dos Santos Vieira foi também construído durante seu governo. A implantação e construção do conjunto de casas no Condomínio Alcides Carlos Ventura (Mão de Luva) foi uma conquista de sua administração no segundo mandato.
Outra conquista foi a vinda da Rádio Musical. Na época, a Prefeitura doou o terreno para que fosse construído o prédio para funcionamento de uma das primeiras emissoras de rádio na região. Nas festas de comemoração de aniversário da cidade havia envolvimento das escolas, empresas e indústrias de cimento.


O adeus ao político homem

No cenário político de nosso país, onde valores, honra, caráter e dignidade são sinônimos de roubos, propinas, corrupções, etc... onde falarmos de política e políticos nos enche de vergonha.
Conhecem aquele ditado que diz: “o meio corrompe”!
Chegamos num momento em que, se colocarmos todos os nossos políticos na mesma “peneira”, o bagaço ficará tão denso que quase nenhum ultrapassará e chegará do outro lado.
Cantagalo, nossa querida e amada cidade, com seu povo ordeiro, trabalhador, gente boa, de qualidade inigualável, teve o prazer de conhecer o político-homem Wilder Sebastião de Paula.
Diferenciar político-homem de homem político é fácil: o primeiro trabalha em favor de seu povo, onde a democracia é demonstrada com caráter e atitude, trazendo progresso, conquistas e desenvolvimento para todos.
O segundo, o “homem político”, é aquele famoso “politiqueiro”, que vive fazendo favorzinho aqui e ali, onde seu maior feito é trocar e comprar votos, beneficiando uns e outros, e não trabalhando para um bem comum: o povo em sua totalidade.
Wilder de Paula, este político-homem, de caráter, de honra, inteligência e sabedoria, administrou nossa cidade como ninguém.
Trabalhou para o seu povo, fazendo uso da democracia, que é governar para o povo e pelo povo.
Sua postura justa, honesta, encheu-nos de orgulho.
Seu legado ficará na história de nosso município e de toda a região. Seu exemplo de dignidade ficará para sempre em nossas memórias, em nossos corações.
Depois de combater o bom combate, este valioso “político-homem” nos deixou, partiu para o andar superior, foi encontrar sua Hebe, sua Débora...
Foi eleito para um novo mandato, agora no céu, junto de Deus!
Não dizemos adeus, mas, até um dia!

Isanete de Souza Figueiredo




Adicione essa página em sua rede social
Artigos Relacionados:

blog comments powered by Disqus

Área exclusiva - Login

Notícias completas e versão digital exclusivas para assinantes

Informativo JR

Cadastre-se e fique bem informado