Ministério Público Federal ganha nova sede em Friburgo

  • PDF
O Ministério Público Federal (MPF) no município de Nova Fribrugo celebrou, oficialmente no dia 26 de abril, a inauguração de sua nova sede. Várias autoridades parlamentares e do Poder Judiciário estiveram presentes ao evento, entre elas o procurador-chefe da Procuradoria da República no Rio de Janeiro José Gomes Riberto Schettino e os procuradores da República que atuam em Nova Friburgo João Felipe Villa do Miu e Felipe Almeida Bogado Leite.

O procurador-chefe José Gomes Riberto Schettino disse que a Procuradoria da República em Nova Friburgo não nasceu hoje. Sua história remonta à março de 2002, quando foi instalada na sua anterior sede. José Schettino recorda que, naquela ocasião, o procurador da República Jessé Ambrósio dos Santos Junior trabalhou com zelo e dedicação e fez com que a Procuradoria tivesse respeito e admiração na sociedade.

“Outros foram os procuradores que, por aqui, também brilhantemente passaram: Marcelo Medina e Marco Mazzoni, se eu não estiver esquecendo de ninguém. Evidentemente, os excelentes procuradores e brilhantes que aqui se encontram João Felipe Villa do Miu, Felipe Almeida Bogado Leite e Paulo Cezar Calandrini Barata desempenham com o mesmo zelo e dedicação o trabalho dos seus antecessores”, destacou o procurador-chefe.

José Schetttino relembrou o discurso de Ulysses Guimarães, em 5 de outubro de 1988, na cerimônia de promulgação da Constituição da República: “A moral é o cerne da pátria. A corrupção é o cupim da República. Não roubar, não deixar roubar. Por na cadeia quem roube. Eis o primeiro mandamento da moral pública”. O procurador-chefe ainda ressaltou que a inauguração é um momento de celebração e festividade cívica, além de ser uma lembrança dos valores constitucionais, cuja defesa foi outorgada ao MPF, e de reafirmação do compromisso do órgão com a defesa dos valores.

O novo prédio do MPF em Nova Friburgo tem 1.265 metros quadrados de área construída, num terreno de 190 metros quadrados, seis pavimentos, recepção e banheiros com acesso à pessoas com deficiência e estacionamento para cinco veículos oficiais. As instalações possuem espaço para a acomodação de todos os seus 34 colaboradores, entre procuradores, servidores, estagiários e terceirizados. Dois procuradores da República oficiam na Procuradoria da República em Nova Friburgo e atuam judicial e extra-judicialmente, compreendendo os municípios de Teresópolis, Bom Jardim, Cantagalo, Carmo, Cordeiro, Duas Barras, Macuco, Santa Maria Madalena, São Sebastião do Alto, Sumidouro e Trajano de Morais.

A busca pelo novo imóvel foi um trabalho conjunto de procuradores e servidores do Ministério Público Federal no Rio de Janeiro (MPF/RJ). A antiga sede teve de ser adaptada do projeto original de um hotel para a locação do edifício, reformada para atender as necessidades básicas de uso e às exigências mínimas de acessibilidade. A nova sede trouxe várias melhorias comportando confortavelmente procuradores, servidores, estagiários e terceirizados, além dos espaços para atendimento ao cidadão, biblioteca, sala de reuniões, sala de oitivas e área para alimentação. Tudo isso, somado à visibilidade necessária ao Órgão, já que a nova sede localiza-se no centro de Nova Friburgo, próxima à praça do Suspiro e com fácil acesso à população.

João Felipe do Miu concluiu  lembrando da atuação do MPF em Nova Friburgo, principalmente diante da tragédia na Região Serrana, em 2011, em que os efeitos e processos duram até hoje, e mais revelações estão surgindo com o avanço da força-tarefa da Lava Jato no Rio de Janeiro, Curitiba e Brasília. “Concluindo, essas não tão breves palavras vem apenas para ilustrar o papel do Ministério Público Federal exerce diante da sociedade. Longe de se colocar como donos da verdade, isso é muito importante de se dizer, o MPF tem por vocação defender o olhar republicano em todos os rincões do país, em todos os órgãos públicos, e onde chegar a nossa atuação. Como bem disse uma vez G.K. Chersterton, a única coisa que muda é o nosso olhar”, disse o procurador da República.






Adicione essa página em sua rede social
Artigos Relacionados:

blog comments powered by Disqus

Área exclusiva - Login

Notícias completas e versão digital exclusivas para assinantes

Informativo JR

Cadastre-se e fique bem informado