Pezão: "prioridade nesta tarde é abastecer ambulâncias e garantir deslocamentos de médicos no interior"

  • PDF

O governador Luiz Fernando Pezão afirmou que garantir a distribuição de combustíveis a quartéis da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros pelo Interior do estado será a prioridade na tarde desta segunda-feira (28). O objetivo é manter o abastecimento não apenas de veículos da PM e dos bombeiros, mas também de ambulâncias e médicos. Para isso, o governador entrou em contato com o secretário de Segurança, general Richard Nunes, solicitando escoltas para as carretas que seguirão para cidades do interior.

"Estamos começando a movimentar carretas para reforçar o abastecimento dos nossos  postos dos bombeiros e da PM nos quartéis que são mais regionais, para apoiar as prefeituras e garantir deslocamento de ambulâncias e médicos", disse o governador, destacando que será reforçada a entrega de combustível em Barra Mansa e Volta Redonda, além de empresas de ônibus.

Com a retomada gradual na distribuição de combustíveis, Pezão ressaltou a importância da retomada do abastecimento de alimentos.

"Pedi ao general Richard para ver se a gente consegue liberar a rodovia Teresópolis-Friburgo para que os caminhões dos produtores rurais possam ser liberados para abastecer a Ceasa, escolas, hospitais e presídios", disse.

O governador fez questão de elogiar o empenho de policiais, bombeiros e militares, responsáveis pela escolta das carretas: "Queria aproveitar para agradecer aqui o pessoal da Segurança, a PM, bombeiros, Exército,  estão trabalhando incansavelmente desde quinta-feira, quero elogiar a dedicação desses profissionais."

O governador voltou a ressaltar que as duas reivindicações dos caminhoneiros no Estado, que são a redução do ICMS e a substituição tributária no frete, estão sendo atendidas. Na sexta-feira (25), foi enviado à Alerj um Projeto de Lei para que o imposto sobre o diesel no Estado tenha uma queda de 33%, de 16% para 12%, equiparando-se a estados vizinhos como São Paulo e Espírito Santo.

Nesta segunda-feira, a rede de ensino estadual funciona normalmente. A Secretaria de Estado de Saúde informa que não houve interrupção nos serviços de emergência. Cirurgias eletivas foram mantidas no Hospital Estadual Adão Pereira Nunes e no Hospital Estadual Alberto Torres.  A Secretaria de Estado de Trabalho e Renda informa que o atendimento é normal em quase a totalidade das unidades do Sistema Nacional de Empregos (Sine-RJ), à exceção de um posto em Itaguaí e outro no Centro do Rio. Na Cedae, os produtos químicos estão sendo entregues normalmente e não há risco de interrupção na produção de água.





Adicione essa página em sua rede social
Artigos Relacionados:

blog comments powered by Disqus

Área exclusiva - Login

Notícias completas e versão digital exclusivas para assinantes

Informativo JR

Cadastre-se e fique bem informado