Vereadores da Câmara de Duas Barras confirmam apoio ao projeto de segurança da Associação do Quilombo

  • PDF

Em entrevista exclusiva concedida ao Jornal da Região logo após presidir a 7ª sessão ordinária do 2º período legislativo, realizada no último dia 23 de agosto, o presidente da Câmara de Duas Barras vereador Armando Rosemberto, o Bebeto (PSDB), confirmou ao repórter Reinaldo Rocha, que depois de receber a visita de Solange Wermelinger e Maurício Wermelinger da Associação de Produtores Rurais do Quilombo (APRASEQ), ouvir o pronunciamento dele na ‘Tribuna Livre’ e receber a carta enviada pelo presidente da entidade Luiz Gonzaga Wermelinger, não só ele, mas todos os vereadores da casa confirmaram total apoio ao ‘Projeto de Segurança’ da Associação. 

Bebeto confirmou que conversando com seus colegas de mandato ficou claro que o apoio dos vereadores ao projeto que prevê a instalação das chamadas ‘Câmeras Inteligentes’ (dotadas de capacidades especiais de monitoramento), não só no Quilombo localizado as margens da RJ 144 (Estrada Duas Barras/Carmo), bem como, em seu entorno na zona rural de Duas Barras, ocorreu por entenderem a importância do projeto para os moradores da comunidade e região.

Em resposta à carta enviada pelo presidente da associação, além do presidente Bebeto (PSDB), fizeram questão de confirmar apoio financeiro ao ‘Projeto de Segurança do Quilombo’, que não teve o valor revelado, os vereadores Danielzinho (PSDB); Antônio José (DEM); Kinka (MDB); Zique (PHS); Fred (MDB); Jander Raposo (PP); Batista (MDB) e Diego Ornellas (PSB), numa clara demonstração que a iniciativa conseguiu romper os limites partidários, dando lugar a prática da tão desejada ‘boa política de promoção do bem comum’.   

Pouco antes do seu pronunciamento na tribuna, Maurício Wermelinger confirmou que além de contar com o apoio total dos vereadores da Câmara de Duas Barras, o ‘Projeto de Segurança’ vem se tornando realidade graças a uma ampla parceria que envolve a iniciativa privada através da própria Associação do Quilombo e a empresa Sumicity, bem como, vários órgãos do poder público, como as Delegacias de Policias de Duas Barras e Carmo, as Prefeituras de Duas Barras e Carmo; Emater-Rio escritório local de Duas Barras. 

Vale lembrar que o projeto que está orçado em torno de doze a quinze mil reais prevê de início a instalação de quatro ‘câmeras inteligentes’, que de acordo com as avaliações ao longo de sua implantação irá sendo ampliada conforme a adesão de novos parceiros.





Adicione essa página em sua rede social
Artigos Relacionados:

blog comments powered by Disqus

Área exclusiva - Login

Notícias completas e versão digital exclusivas para assinantes

Informativo JR

Cadastre-se e fique bem informado