Eleitores de Trajano de Moraes e São Sebastião do Alto votarão com biometria

  • PDF

No Estado do Rio, apenas sete municípios tiveram o cadastramento biométrico obrigatório nessas eleições: Armação dos Búzios, desde 2009, Niterói, desde 2013, Rio das Ostras, desde 2017, São João da Barra, desde 2017, Queimados, Trajano de Moraes e São Sebastião do Alto, realizadas este ano. Nessas cidades, os eleitores que não compareceram ao procedimento no prazo estipulado à época tiveram o título cancelado e não poderão votar caso não tenham regularizado a situação até 9 de maio deste ano, data de fechamento do cadastro eleitoral.

Nas outras cidades do Estado do Rio a biometria foi realizada, mas não de forma obrigatória. Ou seja, os eleitores que não realizaram o procedimento poderão votar normalmente nas eleições de outubro, desde que não estejam com o título cancelado ou suspenso por outro motivo. 

No Estado do Rio, apenas 18,68% do eleitorado fez o cadastramento biométrico.

No entanto, nos municípios em que a biometria é obrigatória, a taxa de cadastrados é considerada completa pelo TSE. Em Niterói, 99,92% do eleitorado está com o cadastramento biométrico em dia, em Queimados, 99,94%, em Búzios, 99,80%, Rio das Ostras, 99,98%, São João da Barra, 99,93%, Trajano de Moraes, 100% e São Sebastião do Alto, 99,78%.

Por meio da assessoria, o TSE ressalta que dificilmente os municípios atingem 100% de biometria, já que há pessoas com as impressões digitais comprometidas. Estes votam “à moda antiga”.

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio (TRE-RJ) explica que, no dia das eleições, será utilizado o sistema de identificação híbrida, ou seja, os eleitores que já tenham feito a biometria, assim como aqueles que tiveram seus dados biométricos compartilhados pelo Detran-RJ, serão identificados pelas digitais, enquanto que os demais serão identificados da forma tradicional.

O eleitor pode consultar a situação do seu título em www.tse.jus.br/eleitor/servicos/titulo-de-eleitor/situacao-eleitoral.

O TSE espera universalizar o cadastramento biométrico em 2022. 

Por 7 votos a 2, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu rejeitar pedido de liminar feito pelo PSB para evitar o cancelamento dos títulos de eleitores que não realizaram o cadastramento por biometria nas localidades que foram escolhidas pela Justiça Eleitoral.

De acordo com a Justiça Eleitoral, cerca de 3,3 milhões de eleitores não vão votar nas eleições de outubro porque não compareceram aos cartórios eleitorais nos municípios em que houve o recadastramento para identificação biométrica e devido a outras restrições.

Na ação, o PSB alegou que são inconstitucionais as resoluções do TSE que disciplinaram o cancelamento do título como penalidade ao eleitor que não realizou o cadastro biométrico obrigatório dentro do prazo, porque resultaram no indevido cerceamento do direito de votar.

Todo eleitor está cadastrado para votar em uma seção eleitoral específica. Por isso, é fundamental saber o número da sua zona eleitoral e o seu local de votação. Para tanto, a Justiça Eleitoral disponibiliza uma série de opções que permitem ao eleitor saber em qual seção deverá comparecer para exercer seu direito de voto.





Adicione essa página em sua rede social
Artigos Relacionados:

blog comments powered by Disqus

Área exclusiva - Login

Notícias completas e versão digital exclusivas para assinantes

Informativo JR

Cadastre-se e fique bem informado