Eduardo Galil defende fim de veículos oficiais

  • PDF

O ex-deputado federal Eduardo Galil e ex-prefeito de Trajano de Moraes defendeu no dia 30 de outubro, nas redes sociais, algumas sugestões para o futuro do governo de Jair Bolsonaro

"Muitos me perguntam o que eu faria se estivesse no lugar de Bolsonaro, como ato concreto de governo? Não nutro essa ambição, nem muito menos fui questionado, ou outros me pediram conselho, apenas vou tentar explicar para os queridos amigos, o que eu penso", afirmou em seu facebook.

Uma das sugestões apresentadas seria acabar com a frota de veículos oficiais. "À semelhança da Câmara dos Deputados quando cheguei no ano de 1975, apenas veículos para o presidente e chega, tal medida se estenderia aos governos estaduais e prefeituras, assembleias legislativas e ao judiciário, neste caso com exceção dos juízes que julgam casos complexos nos quais exigem segurança porque correm risco de atentados. No Executivo a mesma coisa e, nos ministérios, em resumo acabar com a chapa branca", concluiu.

Galil sugere também que todas as prefeituras estariam obrigadas a colaborar para que os jovens possam cursas o ensino técnico ou universitário. "Estariam obrigadas a investir em educação e saúde cem vezes mais do que em festas".O município teria o Fundo de Participação aumentado, como prêmio, nos quais os mais pobres fossem, efetivamente, inclusos na sociedade, nesse tripé Trabalho - Casa - Comida.

Sugere também melhoria salarial para todos, com redução da carga tributária.

Na área criminal, Eduardo Galil, que também é advogado e já fi promotor público e professor universitário, sugere ações importantes. "Quanto aos crimes de cartel-monopólio seriam unidos com penas muito agravadas a semelhança do crime de lavagem de dinheiro".

Já os crimes de sonegação fiscal, Galil sugere que até determinados os valores importaria em penas pecuniárias, mas não em regime semiaberto ou fechado de cumprimento de pena."Seriam nos crimes hediondos obrigatória a prisão preventiva, sem progressão de regime", afirmou Eduardo Galil.

Na câmara federal, Eduardo Galil foi deputado federal no período de 1975 a 1979, pela Arena, e de 1983 a 1987 pelo PDS.Ele também foi prefeito do município de Trajano de Moais no período de 1989 a 1992 e de 1997 a 2000.





Adicione essa página em sua rede social
Artigos Relacionados:

blog comments powered by Disqus

Área exclusiva - Login

Notícias completas e versão digital exclusivas para assinantes

Informativo JR

Cadastre-se e fique bem informado