Bruno Boaretto: “Eu como administrador sempre busco o melhor para nossa população”

  • PDF



Numa entrevista exclusiva ao Jornal da Região, o atual prefeito do município de Macuco, Bruno Boaretto, faz um balanço de seus primeiros 24 meses a frente da Prefeitura.


Jornal da Região (JR) - Depois de um primeiro ano de Governo direcionando o município de Macuco para sair da crise em que se encontrava em todas as áreas, como você vê sua administração hoje?
Bruno Boaretto (BB) - Passado o primeiro ano de reorganização do município, quando assumimos e retomamos o processo de crescimento de Macuco que encontrava-se sucateado, hoje temos um Macuco com o nome limpo, apto a receber recursos das esferas estadual e federal, esperamos estar nos próximos dois anos vivendo uma nova fase de governo. Mesmo com todas essas dificuldades, chegamos ao segundo ano de governo avançando em todos os segmentos. Os trabalhos iniciados junto aos Governos Estadual e Federal já começam a dar frutos, já podemos contar com os recursos próprios que serão utilizados. Entramos 2019 com muito otimismo e disposição e muita vontade de trabalhar em prol da população de Macuco.


JR - Nestes dois anos, quanto conseguiu de recursos federais, através de emendas parlamentares e quais foram os deputados que mais ajudou o município de Macuco?
BB - Costumo dizer que a burocracia é um câncer que assola nosso país. Estamos com um planejamento pronto para 2019 e pretendemos alavancar o município com recursos próprios juntamente com as emendas que virão desse nosso contato constante com os deputados. Estamos com muitos recursos empenhados mas dependemos do tempo de espera para que sejam liberados, o que não acontece na área de saúde porque as emendas são impositivas ou seja, dependem apenas dos Fundos de Saúde.  Hoje temos investimentos na área de saúde, Macuco já recebeu duas vans, três veículos novos e uma ambulância. Devo muito a deputados como Luis Carlos Ramos, Altineu Cortes, Marcelo Matos, para citar alguns que abraçaram nosso governo. Para a área de Agricultura, recebemos um trator novo e diversos maquinários para implementar a secretaria de Agricultura. 

Em 2019 tenho uma boa expectativa para os Governos Estadual e Federal principalmente no que diz respeito a esperar um novo olhar desses gestores para nossa região, que talvez por ser a menor esteja um passo atrás, vislumbro uma nova divisão melhor dos recursos a nível federal, a instituição de um novo pacto federativo, que garanta  mais direitos aos municípios. 


JR - A questão da construção do Hospital de Macuco se tornou prioridade número 1 de seu governo? Por quê? Existe previsão de quando concluir as obras?
BB - Entraremos em 2019 com esse espirito de prioridade em torno da obra do hospital de Macuco porque isso já é um sonho de nossa população. As obras começaram de uma forma complicada, foram interrompidas por mais de três anos. Por isso transformamos o que seria um centro de fisioterapia num Centro de Saúde municipal e estruturamos os PSFs para que pudessem atender na demanda até a conclusão das obras. Implementamos novas especialidades médicas no atendimento a população. Em nenhum momento desisti do convênio “Somando Forças”, buscando o auxílio do governo do Estado, e entre agosto e setembro conseguimos o pagamento de uma parcela atrasada, e já recebemos duas parcelas faltando apenas receber mais duas e duas contrapartidas de Macuco. Então hoje dependemos dessa liberação do Estado para que possamos pensar em conclusão, o que deve acontecer ainda esse ano. Depois passaremos as duas fases seguintes que são equipar o hospital e a terceira que é a administração do mesmo. 

JR - Pagamento de servidores municipais: Como tem conseguido pagar em dia diante das dificuldades em que se encontram as prefeituras municipais?
BB - O funcionalismo sempre esteve dentro das nossas prioridades de gestão, até porque nossos funcionários são a mola mestre do funcionamento de toda administração. Estamos mantendo nosso comprometimento em pagar dentro do mês os salários, pagamos mensalmente o cartão alimentação, dar a segurança do recebimento do décimo terceiro salário, pagamos todas as pendências do INSS, e estamos entrando numa fase de valorização do funcionário. Sabemos que isso é obrigação de todo administrador,  mas diante das dificuldades pelas quais as prefeituras vem passando, grandes arrecadadores fechando o mês em débito, e graças a Deus estamos conseguindo pagar nossos 600 funcionários concursados e comissionados, bem abaixo do limite previsto em lei. 


JR - Você tem participado de encontros do Sebrae, como convidado para palestras. Quais as ações estão sendo feitas na área do empreendedorismo em Macuco?
BB - O Sebrae tem sido um grande parceiro da nossa administração pois é uma instituição que abre muitas portas e dá muita credibilidade a qualquer instituição. Tenho plena convicção de que um dos grandes problemas enfrentados por Macuco ainda é o desemprego, e num primeiro momento nossa intenção era trazer empresas para nosso município para prover empregos. E um desses projetos apresentados pelo Sebrae foi o investimento no microempreendedor municipal, que é uma ferramenta de trabalho nova, que tira o pequeno empresário da informalidade, trazendo cursos de capacitação para os funcionários municipais envolvidos, fornecedores, e para os microempreendedores Individuais,  fazendo uma grande “corrente” em Macuco em prol do desenvolvimento. Criamos o Projeto Macuco Empreende e Incentiva, que tem reconhecimento a nível nacional pelo Sebrae, e que gera mais empregos e renda dentro do município. Com essas ações temos diminuído a burocracia e estamos dando mais oportunidades para que os microempreendedores possam crescer e consequentemente oferecerem mais empregos. 


JR - Cite as principais obras realizadas nestes dois anos de governo?
BB - Assumimos um município praticamente sem manutenção, tivemos que investir em maciçamente em obras de manilhamento, esgotamento ou seja saneamento básico. Também tivemos a preocupação de investir na saúde como a transformação do que seria um centro de fisioterapia em um pronto-socorro, muito bem equipado, também a reforma do PSF do bairro da Reta, construímos um PSF novo no bairro da Barreira que funcionava precariamente numa escola abandonada, que servia para depósito de lixo, com espaço reduzido, e hoje tem amplas salas de atendimento e com atendimento odontológico. Construímos um Horto Municipal, um Centro Poliesportivo no Parque de Exposições. Tivemos a preocupação de reformar pontes e passarelas, áreas de proteção e de estrutura básica.  Construímos praticamente um CRAS novo onde funcionava  o refeitório municipal que estava abandonado, que é o Cras Terezinha Martinelli onde a secretaria de Assistência Social vem fazendo um atendimento digno  a nossa população. 


JR - Exatamente por causa de todas essas ações você acaba de receber o troféu “Melhores do Ano” 2018, numa solenidade em Nova Friburgo. O que significa isso para sua administração e para você pessoalmente?
BB - Na verdade eu como administrador sempre busco o melhor para nossa população. Sempre sou perseverante naquilo que faço, e tenho como meu maior objetivo fazer o melhor para minha cidade, recebendo reconhecimento da população. A melhor obra que podemos deixar é o investimento nas pessoas. O reconhecimento que vem de fora me deixa muito feliz porque é fruto de um trabalho que está sendo refletido para fora do município. 


JR - A questão do esporte sempre foi muito incentivado no município. O que a atual Administração Municipal tem feito para apoiar as atividades esportivas em Macuco?
BB - Em 2019 queremos ampliar nossas ações porque até agora tivemos que priorizar outras secretarias como saúde e educação,  e neste ano vamos avançar na área de esportes, como já fizemos com o I Macuco Trail Run, investindo nas escolinhas de futebol, mas não esquecendo de outras modalidades esportivas que vem crescendo a nível nacional como o movimento das bikes. Não podemos deixar de esquecer o resgate do futebol de Macuco, já que chegamos a campeões da Copa Noroeste,  quando mais importante que troféus é o resgate desse sentimento de amor a cidade, a volta das torcidas, despertando o amor das crianças a Macuco unido ao esporte.  


JR - Você já foi vereador, e sabe como funciona o Legislativo Municipal. Como é o relacionamento do prefeito com os vereadores?
BB - Tem sido muito bom. Os vereadores foram fundamentais para que saíssemos desse momento de crise. A Câmara de Vereadores  foi muito importante,  respeitando as independências dos poderes, muito atuante, fazendo o papel de fiscalizador. Sempre mantivemos a prefeitura aberta a todos os vereadores no que concerne a cópias de documentos e informações. Trabalhamos sempre juntos em todos os projetos. Quero deixar aqui meu agradecimento a todos os vereadores, principalmente ao Carlos Alberto que foi presidente nesses dois anos, liderando os vereadores naquele momento, e desejo toda a sorte para o Zé Esthefani que foi eleito para esses dois últimos biênios. 






Adicione essa página em sua rede social
Artigos Relacionados:

blog comments powered by Disqus

Área exclusiva - Login

Notícias completas e versão digital exclusivas para assinantes

Informativo JR

Cadastre-se e fique bem informado