Jornal da Região: 25 anos

  • PDF

Tudo nasceu de um sonho de um empreendedor nato. O então técnico em segurança do trabalho das Indústrias Votorantim, Célio Figueiredo, decide deixar a indústria e montar um jornal. Isso foi em 3 de outubro 1986, ocasião em que o país, de maneira geral, passava por um importante momento de transição, deixando os sombrios tempos da ditadura e entrando na era da democracia. "Na minha visão, o objetivo principal do jornal é ser uma empresa geradora de empregos, com uma missão social, de registrar e divulgar as coisas desta região e fazer uma integração das cidades", garante Figueiredo.

Outro pilar do JORNAL DA REGIÃO é Rosangela Santos, sócia e jornalista responsável. "Ainda na Votorantim, conheci Benedito Santos, marido de Rosângela Santos. Quando lhe falei que pretendia abrir um jornal, ele me falou da esposa, que se formou em jornalismo", explica Célio Figueiredo. Rosângela já fazia parte do jornal, como funcionária, quando, no final dos anos 90, entrou como sócia do periódico, mais precisamente em 1997.

No início, o JORNAL DA REGIÃO era editado quinzenalmente, ainda com impressão linotipo (de 1986 a 1990). A redação era realizada em Cantagalo e a impressão, numa gráfica em São Gonçalo, e, mais tarde, em Conceição de Macabu. Em 1991, o JR passou a ser impresso em offset e a circular semanalmente. A partir de 2000, o jornal passou a ser impresso em policromia (capa colorida) e, a partir de 2001, começou a circular duas vezes por semana (periodicidade bissemanal), um fato inédito na região.

Em 1991, circulou a primeira edição do JORNAL DA REGIÃO em sistema offset. A edição nº 107 circulou no período de 2 a 8 de abril de 1991. Toda a redação do semanário era feita em Cantagalo, na Rua Licínio José Gonçalves, 237, no bairro Triângulo, numa pequena sala do prédio onde hoje funciona o jornal.

Em 1991, com apenas cinco anos de existência, o JORNAL DA REGIÃO já era órgão oficial do município de Cantagalo, publicando os atos oficiais dos poderes Executivo e Legislativo. Nessa época, circulava nos municípios de Cantagalo, Cordeiro, Duas Barras, Bom Jardim, Trajano de Moraes, São Sebastião do Alto e Carmo.

Ainda utilizando a tecnologia disponível na época, o jornal era produzido (redação) em Cantagalo, com utilização de máquinas datilográficas. A impressão era realizada numa gráfica em Conceição de Macabu, no Norte do estado, em processo de linotipo.

Esse sistema de impressão utilizava uma máquina que derretia o chumbo para compor as letras que seriam impressas no papel. Para publicação de fotos, era necessária a confecção de um clichê. Um detalhe interessante: todas as letras das manchetes eram compostas uma por uma, o que dificultava o trabalho, principalmente a revisão da edição.

Atualmente, o processo de impressão  é o offset em máquina rotativa na gráfica da Tribuna de Petrópolis, com uma das melhores qualidades gráficas do interior fluminense. O JORNAL DA REGIÃO hoje circula em Bom Jardim, Cantagalo, Carmo, Cordeiro, Duas Barras, Macuco, Nova Friburgo, Trajano de Moraes, São Sebastião do Alto, sendo que o jornal está presente no município friburguense há três anos. "Quero que o jornal tenha uma imagem de veículo sério, que divulgue os fatos, registrando os acontecimentos de toda a região", garante o diretor Célio Figueiredo.

No dia em que comemora 25 anos (3 de outubro de 2011), o jornal inova mais uma vez e lança seu site oficial. Um espaço que irá ajudar aos leitores, principalmente os mais distantes, a se manterem ainda mais atualizados sobre as regiões Centro-Norte e Serrana fluminenses, com informação de credibilidade e um jornalismo de verdade.


Caderno Especial 25 anos

Artigos Relacionados:

Edição nº 01 - versão digital

p.  1 . . . Clique 2 vezes sobre a página para apliar . . .

Área exclusiva - Login

Notícias completas e versão digital exclusivas para assinantes

Informativo JR

Cadastre-se e fique bem informado